A gestão da banca é um dos aspetos mais difíceis de entender no mundo das apostas desportivas. Quanto tempo já dedicou a pensar no valor certo para apostar numa determinada possibilidade e se apercebeu que, quanto mais pensamos, mais dúvidas temos? Todos acertamos em alguns resultados ocasionalmente (pelo menos a probabilidade assim o indica), mas o que vai definir se um apostador terá ou não sucesso no mundo das apostas é a sua capacidade de maximizar os lucros e minimizar perdas. É de gestão de banca que estamos a falar e hoje vamos apresentar-lhe o Kelly Criterion.

Em primeiro lugar, para uma gestão de banca bem sucedida, o apostador tem de criar ou alocar um “x” para investir (definir uma banca ou bankroll). Este Bankroll, conforme já referimos em outros tutoriais, deve ser dinheiro que uma pessoa tenha de parte e que, em caso de perda, não afete o seu quotidiano. Se o apostador retirar dinheiro para a sua alimentação, para a renda ou quaisquer outros gastos de primeira necessidade para apostar, está a infringir uma das regras mais básicas das apostas.

Não se preocupe se por agora não tiver liquidez financeira para por um “x” de parte para realizar as suas apostas. O futebol, o basquetebol e todos os outros desportos estarão sempre à sua espera quando estiver mais desafogado economicamente.

Concluído o primeiro passo, chega a hora de planear o seu “assalto” às Casas de Apostas. Para consegui-lo, é necessário delinear a percentagem do bankroll que o apostar vai colocar em cada uma das apostas que realizar. O método que a maior parte dos tipsters utiliza é o de calcular individualmente a percentagem relativa de cada aposta, ao invés de definir de antemão o valor de uma aposta. Ou seja, em vez de decidir previamente que vai apostar sempre 7 por cento da sua banca em cada aposta, vai calcular individualmente cada aposta para decidir se a aposta tem  mais ou menos valor. É aqui que entra o Mr. Kelly, pois este método é conhecido como Kelly Criterion e, por conseguinte, a maior parte dos métodos de gestão de banca surgem de alguma variação do seu método.

O que é o Kelly Criterion?

O Kelly Criterion deve o seu nome ao seu criador John Larry Kelly Jr que em 1956, durante o seu trabalho nos Bell Labs, escreveu um artigo numa revista científica intitulado “A new interpretation of the Information Rate“, baseado no trabalho de Claude Shannon.

Este método permite maximizar o crescimento da nossa banca mediante a definiçãi individual da percentagem de banca que vamos atribuir a cada aposta. Como mencionado anteriormente, cada aposta é tratada de forma individualizada, consoante o seu valor.

Portanto, como tudo o que envolve matemática, vamos recorrer a uma fórmula para realizar os cálculos:

[Odd x (Probabilidade estimada/100) -1]

Valor a apostar (em % de bankroll) =   —————————————————-  x 100

(Odd -1)

Esta é a formula que o apostador tem de aplicar quando quiser saber o valor a apostar de acordo com o Kelly Criterion.

  • Valor a apostar – Será o resultado da fórmula e apresentado ao apostador em termos de percentagem total da banca.
  • Odd – A odd do encontro em que vamos apostar.
  • Probabilidade estimada – A probabilidade definida pelo apostador relativamente ao sucesso de uma determinada equipa ou atleta num certo evento desportivo.

Exemplo:

Suponhamos que vamos apostar no encontro entre Real Madrid e Barcelona na Bwin.

O apostador, em função superioridade “Blaugrana” nos últimos confrontos entre as duas equipas, decide apostar na vitória do Barcelona, atribuindo uma percentagem de 40 por cento a favor da equipa catalã para vencer o encontro (esta percentagem pode ser definida pelo apostador unicamente através do seu estudo ou por consulta de diversos sites de estatística).

Encontrados os dados, vamos substituir as variáveis na equação:

[2.90 x (40/100) -1]

Valor a apostar (em % da banca) =   —————————————   x 100

(2.90 -1)

=

0.16

Valor a apostar (em % da banca) =   —————————————  x 100

1.90

Valor a apostar = 8.4 %

Uma nota a ter em conta: caso o primeiro valor (numerador) dê negativo, significa que a aposta não tem valor e o apostador não deve investir nesse evento.

Após realizar os cálculos, o apostador descobriu que deve apostar 8.4% da sua banca neste jogo. Este é um valor que consideramos um pouco alto devido à imprevisibilidade do resultado. Na nossa opinião. quando assim acontece, o apostador deve utilizar o método de Kelly 1/2 ou de Kelly 1/4 que consiste basicamente em dividir o valor a apostar por 2 ou por 4. Neste caso particular, utilizaríamos o Kelly 1/2 e para este encontro, pelo que apostaríamos 4.2% da nossa stake.

Atenção: nunca se deve aumentar a percentagem obtida, apenas diminuir.

Recordamos que, ao utilizar este método, irão ocorrer situações em que o resultado obtido superará os 10%, pelo que em todos esses casos aconselhamos a utilizar Kelly 1/2, o Kelly 1/4 ou então a ajustar a sua aposta para os 10% da sua banca.

O Barcelona viria a vencer a partida por 1-2 no terreno do Real Madrid.

As melhores Casas de Apostas

[bwin]

Boas Apostas!