Menu
Premier League 31ª Jornada

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Chelsea – Manchester City (Premier League)

A jornada 31 da Premier League 2019/20 chega ao fim com a realização do embate entre Chelsea e Manchester City em Stamford Bridge, dois emblemas que regressaram à ação de forma vitoriosa.

Análise Chelsea

O Chelsea de Frank Lampard regressou à ação de modo vitorioso ao vencer em Birmingham, no Villa Park, por duas bolas a uma. Kortney Hause ainda deu vantagem aos donos da casa no final da primeira parte, num tento apontado totalmente “contra a corrente” do jogo, mas Pulisic e Giroud, num espaço de dois minutos (60′ e 62′) viriam a colocar justiça no resultado face ao que se ia passando dentro das quatro linhas: um Chelsea dominador frente a um Villa muito recuado que, no entanto, não teve sagacidade suficiente para travar o maior ascendente londrino ao longo de praticamente todo o desafio. De resto, a qualidade exibida pelos “Blues” justificou por inteiro a conquista dos três pontos, dando sequência aos dois êxitos antes da interrupção, nomeadamente as vitórias ante Liverpool (2-0) e Everton (4-0).

Em termos classificativos, o Chelsea é quarto com 51 pontos, cinco de vantagem em relação ao Wolves, pelo que se a Premier League terminasse agora, apurar-se-ia para a próxima edição da Liga dos Campeões. Num ano em que se viu privado de atacar o mercado em função de uma sanção imposta pela UEFA, garantir o acesso à Champions corresponderia a um desempenho muito satisfatório e os responsáveis do clube já estão a “atacar” o mercado de transferências e a reforçar a equipa nesse sentido.

Jorginho está de volta após cumprir suspensão e reforça as opções de Frank Lampard para montar o seu habitual 1x4x3x3. van Ginkel e Tomori não estão em condições de ir a jogo, ambos a contas com lesões. Tendo em conta a boa prestação do jovem norte-americano Christian Pulisic no embate com o Villa, perspetiva-se que Lampard o agracie com a titularidade.

Onze provável: Kepa, Azpilicueta, Christensen, Rudiger, Alonso, Jorginho, Kanté, Kovacic, Willian, Pulisic, Giroud

Análise Manchester City

O Manchester City já disputou dois jogos desde a retoma da Premier League e triunfou de forma clara em ambos. No primeiro, frente ao Arsenal, o City marcou a acabar a primeira parte por intermédio de Raheem Sterling, dilatando a vantagem no início da segunda etapa na sequência de uma grande penalidade convertida com sucesso pelo belga Kevin De Bruyne. Em vantagem por dois golos de diferença e em superioridade numérica em função da expulsão de David Luiz, o City encerraria as contas já para lá dos 90, cortesia de um tento de Phil Foden que fez o 3-0. No segundo desafio, disputado na segunda-feira (22), nova vitória. Em noite d receção ao Burnley, Phil Foden voltou a marcar (por duas vezes) abriu caminho para uma goleada por cinco bolas a zero, sendo que a diferença ao intervalo era de três golos.  Os “Citizens” venceram os dois jogos no Etihad com relativa tranquilidade e viajam agora até Londres para aquele que, em teoria, será o encontr mais exigente desde o reinício da Premier.

O título inglês está entregue e ao City interessa conservar a vantagem a vantagem em relação ao Leicester para assegurar o segundo lugar. Os “Sky Blues” que esta época já venceram a Taça da Liga seguem ainda envolvidos na disputa da FA Cup, prova em que têm compromisso agendado com o Newcastle nos “quartos” e vão também medir forças com o Real na segunda mão dos “oitavos” da Liga dos Campeões, eliminatória em que se encontram em vantagem. Ainda sem pensar na prova “milionária”, cujas decisões estão agendadas para agosto, o City deverá no entanto apresentar-se com algumas alterações neste jogo, não só atendendo às exigências do calendário, mas simultaneamente por três dias após o embate com o Chelsea mede forças com o Newcastle na FA Cup. Independentemente de quem Pep Guardiola leve a jogo, a equipa não perde competitividade, algo que já ficou claro em várias ocasiões.

Aguero saiu lesionado do embate com o Burnley e poderá falhar o resto da temporada. Laporte, Walker, Mendy, De Bruyne, Sterling e Jesus não integraram o onze que defrontou o Burnley, perspetivando-se no entanto que alguns destes elementos possam entrar nas contas para esta partida.

Onze provável: Ederson, Walker, Fernandinho, Laporte, Mendy, Rodrigo, Gundogan, De Bruyne, Sterling, Foden, Gabriel Jesus

Dica de Prognóstico

Chelsea e Manchester City deixaram boas indicações nos minutos em que estiveram ação após a retoma. Do ponto de vista classificativo, o encontro é mais importante para os homens de Stamford Brdige que, face ao atual contexto, não se pode dizer que beneficiem do fator casa. As Casas de Apostas colocam o favoritismo do lado do City e se Pep Guardiola levar o onze mais forte a jogo, a vitória forasteira é um cenário perfeitamente plausível. Assim, estamos em crer que há valor na possibilidade de os “Citizens” somarem os três pontos e de ambas as equipas marcarem neste desafio.

Prognóstico Odd Casa Erro
Vitória do Manchester City e Ambas Marcam 3.10 Betclic
chelsea
Chelsea
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Stamford Bridge
  • Cidade: Londres
  • Fundação: 1905

Ver ficha completa

Manchester City
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Etihad
  • Cidade: Manchester
  • Fundação: 1880

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 2951
  • Média Odds usadas 1.7
  • Próg. certos 1643
  • Próg. errados 1215
comments powered by Disqus

Últimos jogos