Prognóstico
Odd
Ambas Equipas Marcam
1.60
Betclic
Resultado
Sucesso
Afonso Canavilhas
59% Sucesso
Próg. realizados
3803
Média Odds usadas
1.66
Próg. certos
2194
Próg. errados
1500

Benfica – PSV Eindhoven (Liga dos Campeões)

Hora de todas as decisões. O Benfica mede forças com o PSV Eindhoven num duplo compromisso absolutamente decisivo, ou não estivesse em jogo o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões 2021/22. A eliminatória , que é uma reedição da final da Taça dos Campeões Europeus 1987/88, arranca na Luz.

Análise Benfica

Um ano depois de ter falhado o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões ao cair às mãos do PAOK de Salónica, o Benfica ambiciona debelar o PSV Eindhoven para poder voltar a competir na competição de clubes mais importante da Europa. A entrada na Liga dos Campeões é determinante para o Benfica tanto do ponto de vista desportivo quanto financeiro e é, neste momento, prioridade absoluta para os homens da Luz.

O Benfica venceu os dois duelos com o Spartak de Moscovo (0-2; 2-0) na eliminatória anterior e foi indiscutivelmente melhor tanto num encontro quanto noutro, sobretudo no encontro que selou as contas, disputado em Portugal. Pelo meio, as “águias” foram vencer ao reduto do Moreirense (1-2) num encontro em que jogaram reduzidas a dez unidades a partir do minuto 56 e o mais recente compromisso culminou com uma vitória por duas bolas a zero frente ao Arouca. Na receção à recém-promovida formação aveirense, o Benfica jogou com mais uma unidade desde o minuto 8, dominou por completo as ações e pouco ou nada precisou de “forçar” para vencer, assumindo uma postura demasiado perdulária na hora de atirar à baliza contrária. A superioridade numérica permitiu à formação da Luz gerir o encontro com bola, baixar a intensidade e Jorge Jesus optou por retirar João Mário, Pizzi e Roman Yaremchuk antes de estar cumprida uma hora de jogo, isto pensando já no duelo com o PSV Eindhoven.

Na antevisão ao encontro, Jorge Jesus elogiou as qualidades do adversário e abordou a forma como a equipa holandesa explora em largura, colocando-se assim a possibilidade de privilegiar o 1x3x4x3 para encarar este encontro. Individualmente, JJ destacou as qualidades de Mario Gotze e apontou à necessidade de encurtar os espaços ao jogador que desempenha um importante papel numa equipa que considera “super ofensiva”.

Onze provável: Vlachodimos, Diogo Gonçalves, Lucas Veríssimo, Otamendi, Morato, Grimaldo, Weigl, João Mário, Pizzi, Rafa, Yaremchuk

Análise PSV Eindhoven

Liga dos CampeõesO PSV Eindhoven não disputa a fase de grupos da Liga dos Campeões desde a temporada 2018/19, ano em que se despediu de forma precoce da competição, sem uma única vitória. Agora, o histórico que na última temporada se sagrou vice-campeão holandês quer regressar ao “convívio entre os grandes” e para isso precisa de ultrapassar aquele que será o seu terceiro adversário nesta etapa preliminar e, simultaneamente, o mais que maiores dificuldades poderá propor.

Roger Schmidt, técnico que privilegia um futebol ofensivo e partidário do famoso “gegenpressing” merece a confiança da direção do clube de Eindhoven pela segunda temporada consecutiva e tem sob sua alçada uma equipa repleta de talento. Mario Gotze, Bruma, Gakpo, Madueke ou Zahavi são alguns dos principais rostos de uma equipa que viu partir duas das suas principais estrelas: Donyell Mallen, que rumou ao Borussia Dortmund, e Denzel Dumfries, agora jogador do Inter de Milão – ambos estiveram no Euro ao serviço da Holanda. Está bom de ver que as principais unidades desta equipa jogam do meio-campo para a frente e é precisamente por aquilo que apresenta do ponto de vista ofensivo que esta equipa vale, bem ao estilo holandês. Apesar da pressão agressiva e alta, este PSV vale sobretudo por aquilo que faz com bola, apresentando algumas debilidades nomeadamente no momento da transição defensiva que poderão ser exploradas pelos comandados de Jorge Jesus.

Até ver, tal e qual como o Benfica, o PSV Eindhoven só sabe vencer nesta época 2021/22. Na segunda pré-eliminatória, o emblema dos Países Baixos não sentiu dificuldades para “despachar” os turcos do Galatasaray, sendo que venceu a primeira mão por cinco bolas a uma e na segunda, em solo turco, triunfo por dois a um. Já na terceira pré-eliminatória, o PSV voltou a superiorizar-se sem dificuldades, nessa ocasião, frente aos dinamarqueses do Midtjylland (3-0; 0-1). Pelo meio, nota de destaque para a conquista da Supertaça e com direito a goleada ao rival e campeão Ajax por quatro bolas a zero, resultado verdadeiramente impressionante. Já no mais recente compromisso, o PSV bateu o Heracles Almelo por dois tentos sem resposta. Ainda que não sofre golos há quatro encontros oficiais, o PSV não é uma equipa propriamente consistente em termos defensivos e são essas debilidades que o Benfica pretende explorar.

Onze provável: Drommel, Teze, Ramaljo, Boscagli, Max, Sangaré, Propper, Gotze, Madueke, Gakpo, Zahavi

Dica de Prognóstico

Eliminatória muito equilibrada em perspetiva, tal como indicam as odds das Casas de Apostas. O Benfica está ciente do quão importante será viajar para Eindhoven em vantagem, ao passo que o PSV Eindhoven chega a Lisboa para jogar ao ataque, fiel à sua habitual estratégia. A eliminatória deverá começar com alguns golos.

Prognóstico
Odd
Ambas Equipas Marcam
1.60
Betclic
Resultado
Sucesso
Afonso Canavilhas
59% Sucesso
Próg. realizados
3803
Média Odds usadas
1.66
Próg. certos
2194
Próg. errados
1500