Muto tem sido uma das revelações da J-League. O avançado, de 22 anos, tem despertado a atenção do Chelsea, e já leva 4 golos em 5 jogos.

Economista

Nascido em 1992, o nipónico iniciou a sua aventura no mundo do futebol muito cedo. Muto entrou nas camadas jovens do FC Tokyo, um dos clubes com maior história no Japão, fundado em 1935.

Até 2010, Muto desenvolveu as suas capacidades na academia do seu clube, tendo depois ingressado na Faculdade de Economia da Keio University, uma das instituições mais conceituadas do país, nunca deixando de lado a sua paixão pelo futebol.

Apesar de uma lesão, na primeira época ao serviço do Keio, em 2010, conquistou o prémio de Revelação do Ano.

Muto é um avançado rápido, com um bom jogo aéreo e que finaliza bem com os dois pés, o que lhe garante a presença constante na selecção nipónica

Muto é um avançado rápido, com um bom jogo aéreo e que finaliza bem com os dois pés, o que lhe garante a presença constante na selecção nipónica

Muto é um avançado rápido, com um bom jogo aéreo e que finaliza bem com os dois pés, o que lhe garante a presença constante na selecção nipónica

As boas exibições no Keio fizeram com que o FC Tokyo o escolhesse, em dois anos seguidos, 2012 e 2013, para o sorteio de jogadores, uma opção que permite aos clubes da J-League contratarem jogadores que não possuam contratos profissionais nas universidades.

Julho de 2013, marcou a estreia de Muto com a camisola do Tokyo. O avançado apenas actuou num jogo, entrando aos 92 minutos. Em 2014 o emblema japonês decidiu oferecer-lhe um contrato profissional e a camisola 14, reconhecendo o seu potencial.

O técnico italiano, Massimo Ficcadenti, decidiu dar uma oportunidade ao jovem formado no clube, entregando-lhe a titularidade desde a primeira jornada até ao final da temporada. Muto correspondeu às expectativas, apontando 13 golos em 33 jogos, estabelecendo o recorde de maior número de golos para um estreante. O jovem avançado foi considerado o 4º melhor marcador, a 5 golos do 1º, o experiente Okubo.

Na sua época de estreia na J-League, o FC Tokyo terminou em 9º lugar, com 48 pontos, menos 15 pontos que o 1º classificado, Gamba Osaka. Em termos individuais, Muto foi escolhido para o melhor onze da temporada. Um prémio que reconheceu a qualidade do avançado ligado à Economia.

Apesar da sua ligação profissional ao FC Tokyo, Muto nunca se desligou da sua outra paixão, Economia. Em Março de 2015, o jovem de 22 anos terminou a sua licenciatura. Um exemplo de determinação e que é possível conjugar os estudos com o futebol.

Em Abril deste ano, ao mesmo tempo em que era noticiado o interesse do Chelsea, Muto foi eleito o jogador do mês de Março.

Salto Europeu

A estreia de Yoshinori pela selecção do Japão ocorreu a 5 de Setembro de 2014, numa derrota frente ao Uruguai, por 2-0. O amigável serviu para o mexicano Javier Aguirre fazer algumas experiências. Muto entrou para a frente do ataque aos 58 minutos, e desde então que tem sido uma escolha habitual nos eleitos da selecção nipónica, desta vez sobre o comando de Vahid Halilhodzic, que assumiu o cargo de seleccionador em Março, após a demissão de Aguirre.

Yoshinori Muto

Estrela em ascensão no FC Tokyo, o avançado-economista nipónico está muito perto de se transferir para o Chelsea

Passados quatro dias da sua estreia, Muto apontou o seu primeiro golo no Nissan Stadium, num amigável frente à Venezuela. O avançado entrou ao intervalo e só precisou de 6 minutos para encontrar o caminho dos golos.

Na AFC Asian Cup 2015, o jovem do FC Tokyo participou em todos os jogos na condição de suplente utilizado. O Japão acabou por cair aos pés dos EAU, nos quartos-de-final, no desempate das grandes penalidades.

Muto é um avançado rápido, com um bom jogo aéreo e finaliza bem com os dois pés. Procura deixar para trás os adversários com recurso aos seus dribles. Com 22 anos, o jovem avançado demonstra ter uma leitura de jogo pouco comum. Sabe tirar proveito da sua mobilidade e técnica para explorar os espaços deixados pelas defesas contrárias.

Os seus golos têm contribuído para que o FC Tokyo some 11 pontos, em 5 jogos, na edição de 2015 da J-League, situando-se no 2º lugar.

Com a transferência para o Chelsea, Muto poderá tornar-se o sétimo japonês a pisar os relvados da Premier League, depois de Junichi Inamoto, Kazuyuki Toda, Hidetoshi Nakata, Ryo Miyaichi, Shinji Kagawa e Maya Yoshida.

A possível saída de Drogba no final da época abre as portas à entrada do japonês que ainda pode crescer muito com o salto para a Europa. Aos 22 anos, Muto pode ganhar a corrida a Patrick Bamford, avançado emprestado ao Middlesbrough, que já leva 17 golos no Championship, e Dominic Solanke, Melhor Marcador da UEFA Youth League com 12 golos, pela terceira vaga no ataque dos blues.

https://youtu.be/02r6XF54eLc

Boas Apostas!