Menu
  • 17 dezembro
  • 20:00
  • Betrally

Villarreal – SD Huesca (Taça do Rei)

Na ressaca do triunfo sobre os Merengues, o Villarreal recebe o Huesca para a segunda mão da Taça do Rei com a obrigação de vencer para seguir em prova. Pode-se dizer que o primeiro embate, há quinze dias, foi importante para impulsionar as duas equipas. O desaire do Submarino Amarelo obrigou a uma reação forte que culminou com a vitória do fim de semana sobre o Real Madrid. Para os Oscenses foi uma injeção de confiança de que bem precisam para se distanciar da zona de despromoção na Liga Adelante.

Na visita ao El Alcoraz o Villarreal foi surpreendido pelo golo madrugador de Luis Fernández, logo aos três minutos. Esse facto alterou por completo o plano de jogo da equipa. Que, de um momento para o outro, se encontrava em desvantagem e claramente não estava preparada, psicologicamente, para essa condição. Pelo contrário, esse golo deu aos da casa um ânimo que os transformou no conjunto que controlava a partida – na posse de bola, na pressão sobre o adversário e até nas oportunidades. O Hesca crescia à medida que sentia o desconforto evidente da outra parte e podia ter aumentado o marcador ainda nos primeiros quarenta e cinco minutos. Marcelino há de ter dado nas orelhas aos seus jogadores nos balneário. Logo no regresso do intervalo Nahuel aproveitou um mau cálculo do guardião contrário e fez a igualdade. Mas a falta de Musacchio, na jogada imediatamente seguinte, deu o penálti que Fran Mérida converteu para retomar a vantagem. Estes quinze minutos do segundo tempo foram os mais animados da partida, com os golos a sucederem-se em ritmo de parada e resposta. Aos cinquenta e oito Cédric Bakambu reequilibrou a partida e o Villarreal renasceu. Bruno Soriano e Soldado saltaram do banco para render Jonathan dos Santos e o avançado congolês e a capacidade ofensiva do Submarino estava com pilhas novas. O problema estava no setor mais recuado. As fragilidades defensivas deixavam a equipa exposta e receosa. O Huesca não tardou a aproveitar e Machís fechou o resultado a 3-2.

Marcelino nem sequer tinha feito grandes poupanças para a deslocação a Huesca e também por isso a derrota custou a engolir. Era preciso que o Submarino subisse para respirar e entrasse me modo de combate, no fundo que recuperasse o excelente nível do início de temporada que entretanto se tinha esfumado. Nesse sentido, a derrota pode ter sido o abanão que o Villarreal precisava para se encher de brios.

Desde então o Submarino bateu o Rayo Vallecano (2-1), foi empatar a três a casa do Plzen, já com a qualificação para os dezasseis avos da Liga Europa garantida, e no domingo Roberto Soldado aplicou um rude golpe nas hostes Merengues (1-0), que saiu do El Madrigal de mãos a abanar. Com este resultados o Villarreal está no quinto posto da Liga BBVA, com vinte e sete pontos, a um do Celta, que é quarto, e a três do Real, que é terceiro. A equipa de Marcelino foi segunda no grupo E da Liga Europa (treze pontos), atrás do Rapid de Viena (quinze), e a dezoito de fevereiro recebe o Napoli.

Tomás Pina cumpre castigo.

Onze Provável: Barbosa – Jokic, Bailly, Musacchio, Llambrich – Jonathan, Trigueros, Castillejo, Samu – Bakambu, Nahuel Leiva.

taça do reiAté ao encontro da primeira mão o SD Huesca estava a atravessar a pior fase da temporada, somando três derrotas, duas delas consecutivas – Real Oviedo (0-1) e Llagostera (2-0) – nos quatro jogos anteriores. O triunfo, e a exibição, com o Villarreal foram a recarga de confiança que a equipa precisava para tentar dar a volta à sua situação. Os Oscenses são décimos sétimos na Adelante e estão a apenas um ponto da zona de despromoção. É urgente pontuar para criar distância entre si e esse desfecho. Não foi imediato mas no fim de semana a equipa regressou às vitórias, indo vencer o Almeria no seu terreno (1-2).

A equipa de Juan Antonio Anquela não pode contar com o defesa Christian Fernández, que viu vermelho direto na primeira mão, já depois dos noventa. O próprio técnico também não estará no banco, também devido a questões disciplinares.

Onze Provável: Whalley – Jesús Rodrihues, López, Carlos David, Aythami – Mérida, Camacho, Manolín – Del Pino, Machís, Luis Fernández.

Huesca 3-2 Villarreal Copa Rey 15/16
Huesca 0-1 Villarreal Liga Adelante 12/13
Villarreal 1-1 Huesca Liga Adelante 12/13

São três os confrontos diretos entre as duas equipas. Os dois primeiros aconteceram na segunda divisão espanhola, época de 2012/13, o último diz respeito à primeira mão desta quarta ronda da Taça do Rei, que como vimos o Huesca venceu.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Menos de 2.5 golos 2.25 Betrally
villarreal
Villarreal
  • País: Espanha
  • Estádio: El Madrigal
  • Cidade: Villarreal
  • Fundação: 1923

Ver ficha completa

SD Huesca logo
SD Huesca
  • País: Espanha
  • Estádio: Estadio El Alcoraz
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1932
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 809
  • Próg. errados 1097
comments powered by Disqus

Últimos jogos