Menu

Videoton – BATE Borisov (Liga dos Campeões)

Videoton e BATE Borisov afastaram equipas das Ilhas Britânicas para chegar a esta terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. O vencedor deste duelo dará um passo em frente em direção à fase de grupos da Liga dos Campeões e todas as suas recompensas.

O arranque de temporada da equipa do português Filipe Oliveira não está a ser famoso. O Videoton perdeu a Supertaça, de modo contundente par o rival Ferencváros (3-0) e continuou no mesmo registo nas duas primeiras jornadas do campeonato húngaro. Foi derrotado em Budapeste, na casa do Honvéd (1-0), e cedeu os três pontos em casa, frente ao Haladás (0-1). Pelo meio houve a passagem da segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões, pelo proverbial buraco da agulha, à custa dos The New Saints. O campeão húngaro venceu a primeira mão com um golo isolado e na deslocação ao País de Gales não conseguiu melhor do que empatar a eliminatória dentro dos noventa minutos (golo de Matty Williams). Forçado a um prolongamento, foi necessário ao Videoton um milagre do seu “santo padroeiro”, Ádám Gyurcsó. É inegável a qualidade deste médio de pendor atacante. O Videoton tem apenas dois marcados neste início de época, em quatro jogos oficiais, ambos na competição europeia, ambos da autoria de Gyurcsó. O tento que deu o apuramento, ao minuto cento e sete foi um lampejo de classe quando as duas equipas já se ressentiam muito do desgaste de jogar um prolongamento nesta altura da temporada em que a forma física ainda está longe do ideal, com temperaturas a ronda os trinta graus.

Liga dos CampeõesOnze provável: Danilovic – Szolnoki, Juhász, Lang, Fejes – Gyurcsó, Patkai, Luijckx – Baga, Aleksievich – Karnitskiy – Gordeichuk, Rodionov, Stasevich.

O BATE Borisov também não teve passagem fácil à terceira pré-eliminatória. O sorteio colocou os irlandeses do Dundalk no caminho do clube bielorrusso que teve que sofrer até ao apito final para garantir o apuramento. A primeira mão, em Borisov selou-se com um 2-1 a favor da equipa da casa. Aleksandr Karnitskiy abriu o ático, aos onze minutos, mas os visitantes nunca deixaram de fazer a sua parte, naquele modo aguerrido como os irlandeses têm de se bater. À passagem da meia-hora de jogo viram o seu esforço recompensado, com um golo fora, da autoria de David McMillan. Mas a festa durou apenas seis minutos, altura em que Evgeni Yablonskiy voltou a dar vantagem ao BATE. Na segunda mão, na República da Irlanda, os bielorrussos subiram ao relvado com vontade de resolver a eliminatória mas o Dundalk soube aguentar a pressão. Praticamente não conseguiu foi criar perigo no ataque e assim o BATE Borisov garantiu o nulo que lhe dava a qualificação.

O campeão da Liga Bielorrussa da época passada vai bem encaminhado para revalidar o título, agora que iniciou a segunda volta da competição. Está na liderança, com trinta e oito pontos, oito à frente do perseguidor direto, o Dínamo de Minsk.

Onze provável: Kovácik – Roman Hubnick, Václav Procházka, David Limbersky, Frantisek Rajtoral – Daniel Kólar, Tomas Horava, Jan Kovarika – Jan Kopic, Patrick Hrosovsky, Jan Holenda.

Será uma estreia, as duas equipas nunca se defrontaram antes.

Prognóstico Odd Casa Erro
Menos de 1.5 golos 2.60 Dhoze
videoton
Videoton
  • País: Hungria
  • Estádio:
  • Cidade: Székesfehérvár
  • Fundação: 1941

Ver ficha completa

BATE Borisov
BATE Borisov
  • País: Bielorrússia
  • Estádio: Borisov Arena
  • Cidade: Borisov
  • Fundação: 1973

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1899
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 801
  • Próg. errados 1075
comments powered by Disqus

Últimos jogos