Menu

Videoton – BATE Borisov (Liga dos Campeões)

Videoton e BATE Borisov afastaram equipas das Ilhas Britânicas para chegar a esta terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. O vencedor deste duelo dará um passo em frente em direção à fase de grupos da Liga dos Campeões e todas as suas recompensas.

O arranque de temporada da equipa do português Filipe Oliveira não está a ser famoso. O Videoton perdeu a Supertaça, de modo contundente par o rival Ferencváros (3-0) e continuou no mesmo registo nas duas primeiras jornadas do campeonato húngaro. Foi derrotado em Budapeste, na casa do Honvéd (1-0), e cedeu os três pontos em casa, frente ao Haladás (0-1). Pelo meio houve a passagem da segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões, pelo proverbial buraco da agulha, à custa dos The New Saints. O campeão húngaro venceu a primeira mão com um golo isolado e na deslocação ao País de Gales não conseguiu melhor do que empatar a eliminatória dentro dos noventa minutos (golo de Matty Williams). Forçado a um prolongamento, foi necessário ao Videoton um milagre do seu “santo padroeiro”, Ádám Gyurcsó. É inegável a qualidade deste médio de pendor atacante. O Videoton tem apenas dois marcados neste início de época, em quatro jogos oficiais, ambos na competição europeia, ambos da autoria de Gyurcsó. O tento que deu o apuramento, ao minuto cento e sete foi um lampejo de classe quando as duas equipas já se ressentiam muito do desgaste de jogar um prolongamento nesta altura da temporada em que a forma física ainda está longe do ideal, com temperaturas a ronda os trinta graus.

Liga dos CampeõesOnze provável: Danilovic – Szolnoki, Juhász, Lang, Fejes – Gyurcsó, Patkai, Luijckx – Baga, Aleksievich – Karnitskiy – Gordeichuk, Rodionov, Stasevich.

O BATE Borisov também não teve passagem fácil à terceira pré-eliminatória. O sorteio colocou os irlandeses do Dundalk no caminho do clube bielorrusso que teve que sofrer até ao apito final para garantir o apuramento. A primeira mão, em Borisov selou-se com um 2-1 a favor da equipa da casa. Aleksandr Karnitskiy abriu o ático, aos onze minutos, mas os visitantes nunca deixaram de fazer a sua parte, naquele modo aguerrido como os irlandeses têm de se bater. À passagem da meia-hora de jogo viram o seu esforço recompensado, com um golo fora, da autoria de David McMillan. Mas a festa durou apenas seis minutos, altura em que Evgeni Yablonskiy voltou a dar vantagem ao BATE. Na segunda mão, na República da Irlanda, os bielorrussos subiram ao relvado com vontade de resolver a eliminatória mas o Dundalk soube aguentar a pressão. Praticamente não conseguiu foi criar perigo no ataque e assim o BATE Borisov garantiu o nulo que lhe dava a qualificação.

O campeão da Liga Bielorrussa da época passada vai bem encaminhado para revalidar o título, agora que iniciou a segunda volta da competição. Está na liderança, com trinta e oito pontos, oito à frente do perseguidor direto, o Dínamo de Minsk.

Onze provável: Kovácik – Roman Hubnick, Václav Procházka, David Limbersky, Frantisek Rajtoral – Daniel Kólar, Tomas Horava, Jan Kovarika – Jan Kopic, Patrick Hrosovsky, Jan Holenda.

Será uma estreia, as duas equipas nunca se defrontaram antes.

Prognóstico Odd Casa Erro
Menos de 1.5 golos 2.60 Dhoze
MOL Vidi FC
MOL Vidi FC
  • País: Hungria
  • Estádio:
  • Cidade: Székesfehérvár
  • Fundação: 1941

Ver ficha completa

BATE Borisov
BATE Borisov
  • País: Bielorrússia
  • Estádio: Borisov Arena
  • Cidade: Borisov
  • Fundação: 1973

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 2085
  • Média Odds usadas 2.2
  • Próg. certos 880
  • Próg. errados 1180
comments powered by Disqus

Últimos jogos

O jogo a dinheiro real só é permitido a pessoas com mais de 18 anos de idade. Seja responsável e jogue com moderação. Neste site promovemos o jogo como uma actividade de entretenimento. É extremamente importante que jogue de uma forma responsável. Saiba mais na página jogo responsável.