Menu
  • 12 agosto
  • 19:00
  • Bet365

Vasek Pospisil – Radek Stepanek (ATP Cincinnati)

Dois Masters 1000 consecutivos, não há tempo para respirar. Mal terminou Toronto e já se alinham os encontros da primeira ronda em Cincinnati, ainda sem a participação dos principais cabeças de série. A terminar o segundo dia de competição haverá um duelo de gerações, o jovem canadiano Vasek Pospisil contra o veterano romeno Radek Stepanek. Doze anos separam estes dois mas no que respeita ao ténis estão bastante equiparados. Quem vai cantar vitória?

Aos vinte e quatro anos, Vasek Pospisil ocupa a quadragésima nona posição do Emirates ATP Rankings. O início de temporada foi complicado, com problemas recorrentes nas costas, concretamente dores na zona lombar. Estava nas meias-finais de Chennai, o primeiro torneio da época, diante de Stanislas Wawrinka, com o marcador a assinalar 6-4 e 5-5 quando teve que se retirar. Duas semanas mais tarde, e tendo como adversário anunciado o mesmo suíço, nem chegou a entrar em court para disputar a terceira ronda do Open da Austrália. A mesma incapacidade física obrigou-o a retirar o seu nome dos torneios de Delrey e Nice.

Ainda assim, em 2014 Pospisil tem conseguido uma boa prestação no circuito de pares, em que faz equipa com o norte-americano Jack Sock. São a vigésima sétima dupla mais cotada e este ano já conquistaram dois títulos. O primeiro em Atlanta e o segundo em Wimbledon. Se juntarmos as dores lombares à fraca apetência para a terra batida, compreendemos o porquê de, até Queens, não ter passado da partida de abertura em todos os torneio em que participou. Aí conseguiu ir um passo mais longe, caindo na segunda ronda frente a Stakhovsky com um duplo 6-4. Na semana seguinte, em Hertogenbosch, alcançou os quartos-de-final, tendo sido afastado nessa fase por Benjamin Becker (6-7, 7-6, 6-4). No Major britânico foi eliminado à primeira pelo holandês Robin Hasse em quatro parciais (7-6, 4-6, 7-5, 6-3). Desde então as coisas têm vindo a correr-lhe significativamente melhor. Chegou aos quartos de duas competições seguidas, Bogotá e Atlanta, não resistindo a Bernard Tomic (6-4, 6-4) e Dudi Sela (7-5, 1-6, 6-2), respetivamente. Mas o momento alto, em singulares, foi a final em Washington. Na capital dos Estados Unidos, dois canadianos, filhos de emigrantes da europa central, lutaram pelo título. A vitória sorriu ao mais cotado dos dois mas a prestação de Pospisil foi notável. Para chegar ao jogo decisivo ultrapassou Rajev Ram, 146º, (6-0, 7-6); Tomas Berdych, 5º, (6-2, 6-4); Santiago Giraldo, 30º, (6-7, 6-3, 6-4); Richard Gasquet, 15º, (6-7, 6-3, 7-5). No torneio do seu país de origem pagou talvez o preço da sobrecarga de jogos em Washington, desta feita foi Gasquet a levar a melhor com duplo parcial de 7-5.

Esta terça-feira, dia 12 de Agosto, Vasek Pospisil terá dois encontros. Primeiro defronta Stepanek e duas horas mais tarde, ao lado de Sock, vai estar frente-a-frente com a dupla Bopan/ Qures. Haja pernas.

ATP CincinnatiDentro de três meses, Radek Stepanek cumpre trinta e seis anos mas dentro do court os anos não parecem pesar. À semelhança do seu próximo adversário, o veterano romeno também “dá uma perninha” no circuito de pares, sendo o parceiro habitual o indiano Leander Paes, com quem ocupa o décimo primeiro lugar do ranking respetivo. Aliás, como curiosidade, Stepanek e Pospisil até já formaram dupla ocasional, quando as suas outras metades não estavam disponíveis, a última vez foi em precisamente há três semanas, em Bogotá. Em 2014, Stepanek leva um registo de vinte e quatro vitórias e dezanove derrotas em singulares e dezassete contra dezoito em pares. O que significa que já disputou setenta e oito partidas esta temporada. Sempre fresco.
Radek chegou aos quartos-de-final em Sidney, onde viria a ser afastado por Del Potro (6-4, 3-6, 6-3). Foi depois forçado a desistir na primeira ronda do Grand Slam Australiano, diante de Kavcic, com uma lesão no pescoço (6-7, 4-6, 6-1, 0-2). No Roland Garros viu-se eliminado por Ernests Gulbis, na terceira ronda, tendo ainda empurrado o letão à decisão do terceiro set em tiebreack. Em Queens, onde foi semifinalista, teve o primeiro grande momento da temporada, ao superar Andy Murray nos oitavos da competição (7-6, 6-2). Em Wimbledon protagonizou um dos embates da competição como Novak Djokovic (6-4, 3-6, 6-7, 7-6).

Pospisil e Stepanek só se defrontaram uma vez, exatamente na segunda ronda do Masters 1000 canadiano, há um ano. A vitória pendeu para o mais jovem, por dois sets a zero (6-2, 6-4).

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Vitória de Vasek Pospisil 1.83 Bet365
pospisil
Vasek Pospisil
  • País: Canadá
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Radek Stepanek
Radek Stepanek
  • País: República Checa
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1830
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 767
  • Próg. errados 1035
comments powered by Disqus

Últimos jogos