Menu

Ucrânia – País de Gales (Amigável de Seleções)

Ucrânia e País de Gales, seleções que estão apuradas para a fase final do campeonato da Europa, defrontam-se esta segunda-feira em contexto amigável. Chris Coleman, seleccionador galês, olha para esta deslocação a Kiev como uma oportunidade para dar minutos a unidades menos rodadas, atendendo a que se encontra privado de algumas das suas principais unidades.

Ao terminar a participação no grupo C de qualificação na terceira posição, a Ucrânia assegurou o direito de disputar o “play-off” de acesso à fase final – eliminou a congénere da Eslovénia (2-0; 1-1). No primeiro amigável pós-apuramento, a equipa ucraniana recebeu e venceu o Chipre por uma bola a zero, com um golo da autoria de Stepanenko. O seleccionador Mikhaylo Fomenko aproveitou a partida para promover algumas alterações em relação ao habitual, sobretudo durante a segunda parte. A situação teve impacto direto no desempenho da equipa, cuja intensidade caiu na etapa complementar.

Nas seis partidas que a Ucrânia disputou em casa ao longo da etapa de qualificação, perdeu dois encontros e venceu quatro. Bateu Eslováquia (0-1) e Espanha (0-1) e venceu Macedónia (1-0), Luxemburgo (3-0), Bielorrússia (3-1) e Eslovénia (2-0).

Yevhen Konoplyanka está a recuperar de uma lesão muscular e não vai poder dar o respetivo contributo frente à congénere do País de Gales. A baixa do atleta que milita no Sevilha retira criatividade à frente de ataque da formação do leste europeu. Yevhen Selznyov também permanece lesionado.

Onze Provável: Pyatov – Kucher, Shevchuk, Fedetskiy, Putivtsev – Stepanenko, Garmash, Yarmolenko, Husyev – Zozulya, Rotan

amigável internacionalÀ imagem do que aconteceu no compromisso amigável diante da Irlanda do Norte (1-1), Chris Coleman não vai poder contar com as duas principais figuras da seleção galesa: Gareth Bale e Aaron Ramsey. Uma vez que se encontram com problemas físicos, os dois atletas ficaram arredados destes dois compromiossos amigáveis. James Collins, Andy King e Ben Davies completam o lote de indisponíveis. Perspetiva-se que o seleccionador galês opte por escalonar a equipa na linha daquilo que fez diante da Irlanda do Norte, ocasião em que privilegiou o 4-5-1.

A caminho do Europeu de França, enquanto visitante, o País de Gales só foi derrotado na deslocação à Bósnia (2-0). Nas restantes partidas, venceu em Andorra (1-2), em Israel (0-3) e no Chipre (0-1), tendo deixado dois pontos em solo belga (0-0).  Dos 21 pontos que conquistou ao longo de toda a participação no grupo B, dez foram conquistados fora de casa. Registo interessante dos comandados de Coleman.

Onze Provável: Hennesey – Matthews, Ashley Williams, Chester, Gunter – Ledley, Vaughan – George Williams, Lawrence, Cotterill – Vokes

Nas duas ocasiões em que Ucrânia e País de Gales mediram forças, empataram a uma bola. À entrada para este encontro, o favoritismo está do lado da equipa ucraniana, dado que joga em casa. Além disso, a formação forasteira está privada de algumas das suas principais unidades, que foram verdadeiramente decisivas na campanha de qualificação. De qualquer modo, o País de Gales tem argumentos para criar dificuldades à congénere ucraniana, importando dizer que está alguns níveis acima da seleção cipriota. Fomenko quer continuar a consolidar a equipa, pelo que se perspetiva que a Ucrânia alinhe na máxima força. Embora não possa contar com o contributo de Konoplyanka, há Yarmolenko na frente de ataque para se assumir enquanto desequilibrador de uma equipa que apresenta uma postura interessante do ponto de vista táctico.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Vitória da Ucrânia 1.55 Betrally
Ucrânia
Ucrânia
  • País: Ucrânia
  • Estádio:
  • Cidade: Kiev
  • Fundação: 1991

Ver ficha completa

pais gales
País de Gales
  • País: País de Gales
  • Estádio:
  • Cidade: Cardiff
  • Fundação: 1876

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1495
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 774
  • Próg. errados 645
comments powered by Disqus

Últimos jogos