Menu
  • 06 setembro
  • 01:30
  • Dhoze

Thomaz Bellucci – Andy Murray (US Open)

O escocês, cabeça de série número três, passou por um aperto inesperado e teve que recuperar de uma desvantagem de dois sets frente a Adrian Mannarino. E agora espera-o o brasileiro Thomaz Bellucci que pela primeira vez em oito tentativas conseguiu ir além da segunda ronda no US Open mas venceu o único confronto entre ambos.

Na quinta-feira, ao derrotar o japonês Yoshito Nishioka (6-0, 6-3, 6-4) Thomaz Bellucci furou pela primeira vez a barreira da segunda ronda do Open dos Estados Unidos. Nunca antes o tinha conseguido, apesar de já somar oito tentativas. Na ronda inaugural o adversário do brasileiro tinha sido o britânico James Ward, também afastado em sets diretos (6-1, 7-5, 6-3).

Este ano Bellucci, que ocupa a trigésima posição do ranking, conquistou o seu quarto título de carreira no circuito ATP, derrotando o português João Sousa, na final de Genebra (7-6, 6-4). O brasileiro tem estado a jogar a muito bom nível este ano.

Open USANinguém esperava o que aconteceu ontem no Arthur Ashe, nem sequer os protagonistas. Andy Murray, um dos mais fortes candidatos ao título do Grand Slam viu-se e desejou-se para levar a melhor sobre Adrian Mannarino. O britânico precisou de três horas e pouco em court, e cinco sets, para levar a água ao seu moinho (5-7, 4-6, 6-1, 6-3, 6-1). No final do encontro Murray reconheceu que tem estado adoentado, como vários outros jogadores do torneio, em particular o seu irmão James, e que isso lhe dificultou um pouco a prestação. O escocês foi visto várias vezes curvado, apoiado na raquete, e esse desgaste evidente devia-se, segundo disse, à dificuldade em respirara que o afetava particularmente ao fim de uma troca de bolas mais longa. E houve várias. Mas há que dar também mérito ao tenista francês, que nos dois primeiros parciais variou muito o seu jogo para manter Murray na expetativa. E funcionou. Mas ao abrir o terceiro, o número três mundial conseguiu quebrar o serviço do adversário e vendo-se com vantagem pela primeira vez no encontro lá encontrou os recursos para sair do buraco em que tinha caído. Andy reconheceu também que a experiencia de já se ter livrado de desvantagens deste tipo lhe foi muito útil naqueles momentos mais difíceis. O saber que se é capaz.

Na primeira ronda Andy Murray afastou Nick Kyrgios, embora tenha cedido pela primeira vez um set ao australiano (7-5, 6-3, 4-6, 6-1). O dia de descanso será muito importante para o escocês melhorar da constipação e poder enfrentar Thomaz Bellucci nas melhores condições. Dificuldades respiratórias nunca são fáceis de ultrapassar na prática do desporto ao mais alto nível mas nas condições atmosféricas específicas de Flushing Meadows – temperaturas sempre acima dos trinta graus, humidade elevada e vento – é para deitar abaixo qualquer um.

2011 Masters de Madrid Bellucci 6 6 R16
Murray 4 2

Bellucci e Murray só se defrontaram por uma vez e já lá vão quatro anos. Foi nos oitavos de final do Masters 1000 de Madrid, e o brasileiro saiu vencedor. O escocês sabe que tem um desafio pela frente e conhece bem as características do opositor. É um jogador agressivo, que gosta de comandar os pontos do fundo do court.

Prognóstico Odd Casa Erro
Mais de 3.5 Sets 2.70 Dhoze
Thomaz bellucci
Thomaz Bellucci
  • País: Brasil
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Andy Murray
Andy Murray
  • País: Inglaterra
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1908
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 803
  • Próg. errados 1079
comments powered by Disqus

Últimos jogos