Menu

Suíça – Jamaica (Amigável Internacional)

A seleção suíça chega ao Mundial 2014 com uma mistura de gerações que promete tornar esta equipa uma das possíveis sensações da prova. Depois de um apuramento absolutamente dominador, alguns resultados menos bons em jogos amigáveis não dizem tudo sobre o potencial desta equipa. Um dos adversários escolhidos para a preparação do Mundial foi a frágil seleção da Jamaica. O interesse estará todo na equipa suíça, que deverá fazer os últimos acertos já a pensar no que terá que defrontar no Brasil.

O grupo da Suíça terá na França e Equador os principais concorrentes pelo apuramento, para além das Honduras, que deverão ser uma das equipas mais humildes do Campeonato do Mundo. Nesta última fase da preparação, os suíços apostam, sobretudo, em encontrar-se com equipas de continentes com os quais têm menos contacto, sendo que a Jamaica, apesar de ser da América Central, não terá o mesmo tipo de jogo dos hondurenhos, que são mais técnicos, enquanto os caribenhos recorrem a um jogo mais físico. A Suíça teve uma fase de apuramento relativamente fácil, visto não ter encontrado, no seu grupo, nenhuma outra seleção de grande tradição. Islândia, Noruega e Eslovénia foram os principais concorrentes, sendo que nenhum tem o potencial, nem a experiência, que os suíços apresentam. Diego Benaglio é, hoje em dia, um guarda-redes com bastante experiência numa forte liga europeia e um certificado de segurança para a sua equipa. Na defesa, jogadores mais experimentados, como Lichtsteiner, Senderos ou Djourou, partilham espaço com Schar e Ricardo Rodríguez. O mesmo acontece no meio-campo, onde Barnetta, Inler, Behrami, Gelson Fernandes e Dzemaili, veem surgir jogadores como Shaqiri, Xhaka e Stocker. No ataque, é mesmo a jovem guarda quem ocupa todas as opções, com Mehmedi, Gavranovic, Seferovic e Drmic a provocarem saudáveis dores de cabeça a Ottmar Hitzfeld, que fará a sua despedida neste Mundial. Os suíços não ganharam nenhum dos encontros amigáveis disputados depois de garantido o apuramento. Uma derrota frente à Coreia do Sul e um empate com a Croácia foram os resultados alcançados.

torneio toulonA Jamaica não vence um jogo oficial desde 2012 e tem passado os últimos meses a fazer encontros amigáveis de forma a dar rodagem a uma nova geração de jogadores que chega à seleção pela mão do alemão Winfried Schaffer. Nos três encontros disputados este ano, bateram as ainda mais frágeis seleções de Barbados, por 2-0, e de Santa Lucia, por 5-0, para perderem na passada segunda-feira com a Sérvia por 2-1. A um jogo tipicamente físico e marcado pela fantasia e pelo caos, Schaffer tenta adicionar algum conhecimento tático, complicado, numa equipa que tem poucos representantes fora do campeonato local. O jogador mais experiente da equipa é o médio Rodolph Austin, do Leeds United, podendo haver alguma curiosidade em observar os jovens que Schaffer lança na frente de ataque, como Darren Mattocks ou Michael Seaton, ambos a jogarem nos Estados Unidos.

A única vez que estas duas seleções se encontraram foi no ano de 2007, numa partida de carácter amigável, com a Suíça a vencer por 2-0. Para o jogo de hoje, espera-se que os suíços voltem a demonstrar a sua maior qualidade, concretizando, eventualmente, um resultado mais significativo.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Erro
Handicap Asiático: Suíça -1.5 1.825 Bet365
Suíça
Suíça
  • País: Suíça
  • Estádio:
  • Cidade: Zurique
  • Fundação: 1895

Ver ficha completa

Jamaica
Jamaica
  • País: Jamaica
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2831
  • Média Odds usadas 2.16
  • Próg. certos 1330
  • Próg. errados 1465
comments powered by Disqus

Últimos jogos