O Paris Saint-Germain está na corrida para conseguir repetir o título francês, mesmo perante um AS Monaco que é bastante forte e não dá qualquer sinal de abrandamento de velocidade à passagem da 24ª jornada. No entanto, para os parisienses, esta continua a ser uma temporada de frustração, porque o novo técnico, Unai Emery, não consegue dar sinais de crescimento e evolução em relação ao futebol que Laurent Blanc deixou como imagem de marca da equipa. As novas contratações procuram trazer, sobretudo, soluções de futuro, mas o PSG poderá ter no português Gonçalo Guedes uma boa resposta para os problemas que a equipa vai evidenciando.

Bancadas com saudades

Não haverá nenhum adepto do Paris SG que não tenha saudades de Zlatan Ibrahimovic. O avançado sueco foi solução em muitos jogos com vitórias mais difíceis para a equipa da Cidade Luz. Já de Laurent Blanc, as opiniões sempre se dividiram enquanto este foi treinador. As bancadas do Parque dos Príncipes estão cheias de adeptos muito exigentes, que sempre esperaram mais da equipa. Vários desses adeptos estarão agora a reconhecer a Blanc as qualidades que este teria, perante as dificuldades de Unai Emery.

Unai Emery

Emery não está tranquilo em Paris

O treinador espanhol consegue, a espaços, apresentar uma equipa que alcança bons resultados Mas, pelo caminho, não deixa de evidenciar que, primeiro, é um treinador que está ainda à espera de reconhecer totalmente as necessidades que uma equipa como o PSG tem. Numa Liga que todos dizem ser muito física, o atual campeão em título é obrigado a jogar, muitas vezes, num ataque continuado, com necessidade de desequilibrar as linhas defensivas adversárias. No entanto, a organização em 4-3-3 (nem a variante em 4-2-3-1 que não oferece uma mudança profunda no comportamento) que o PSG apresenta não lhe tem permitido criar oportunidades com boa taxa de aproveitamento.

A equipa continua a jogar muito na esperança de que Cavani se transforme em Ibrahimovic, algo que, apesar do esforço e qualidade do uruguaio, não parece possível que aconteça. Ao mesmo tempo, vai faltando no espaço central um elemento que possa funcionar como esse jogador que rasga o espaço defensivo com bola. Lucas Moura e Ángel Di Maria jogam, sobretudo, numa busca da individualidade que acaba castigada perante linhas defensivas muito cerradas. O PSG, no mercado de janeiro, precisava de ajuda.

A solução Guedes

Gonçalo Guedes PSG

Gonçalo Guedes pode trazer outras qualidades ao jogo do PSG

Julian Draxler foi uma das contratações e, a partir da faixa esquerda, é um jogador que apresenta características que o poderão transformar num elemento com maior capacidade de sugerir esse jogo que a equipa parisiense necessita. Mas, com a chegada de Gonçalo Guedes, Unai Emery tem uma solução que faltava no seu plantel. O Gonçalo Guedes que, na primeira metade da temporada, apareceu como referência ofensiva do Benfica, adquirindo hábitos de segundo avançado com capacidade para explodir e surgir em velocidade nos espaços de finalização, poderá ser a melhor solução para derrotar as barreiras construídas ao ataque do PSG.

O jovem internacional português ainda dá os primeiros passos no clube, mas as suas qualidades estão lá e, sobretudo, o trabalho realizado na sua adaptação ao escalão sénior tem-lhe permitido expressar de outra forma todas as qualidades reconhecidas ao longo da formação. É óbvio que estamos a falar de um plantel com muitas estrelas e muitas soluções para atacar a corrida ao título. Mas a pressão sobre Emery cresce dia após dia e o espanhol terá mesmo que encontrar, para lá das soluções que trazia em carteira de Sevilla, a resposta que melhor permitirá sobreviver, não só perante adversários mais acessíveis, mas sobretudo nos jogos de maior exigência. Um conselho para ver uns vídeos do Benfica, esta temporada, poderá ser o suficiente para o fazer entender que Guedes pode ser a solução.

Boas Apostas!