Menu

Sevilla – Shakhtar Donetsk (Liga Europa)

O Sevilla e o Shakhtar Donetsk medem forças esta quinta-feira no Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, em Sevilla, num embate a contar para a 2ª mão das meias finais da Liga Europa. A equipa da casa chega aqui em vantagem na eliminatória ao ter conseguido um empata a duas bolas na Ucrânia, contudo, acabou por sofrer um desaire na última jornada do campeonato espanhol, em terreno do Espanyol. Já o Shakhtar Donetsk chega aqui motivado ao golear no clássico da Ucrânia frente ao Dinamo Kiev, chegando aqui com mentalidade ofensiva para recuperar a desvantagem na eliminatória.

Sevilla, para chegar a esta etapa da prova, começou por ingressar na fase de grupos da Liga dos Campeões, onde entrou directamente para o Grupo D, constituído pela Juventus, Manchester City e Borussia M’Gladbach. Não conseguindo melhor que o 3º lugar no agrupamento da Liga Milionária, os pupilos de Unai Emery transitaram então para a fase de eliminatórias da Liga Europa, onde tiraram o Molde, FC Basel e Athletic Bilbao do seu caminho até chegar a esta fase da competição. Na 1ª mão destas meias-finais, os Sevillistas empataram a duas bolas na Ucrânia, um resultado teoricamente positivo graças aos dois golos marcados fora de portas. Apesar de terem tido superioridade na posse de bola, os pupilos de Unai Emery apresentaram menos ocasiões de golo que o seu oponente, no entanto, os espanhóis mostraram-se mais eficazes em concretizar as suas situações de perigo. Já no campeonato espanhol, os Sevillistas estão a ter dificuldades em conseguirem um lugar de acesso à Liga Europa, fruto dos recentes maus resultados, encontrando-se em 7º lugar na tabela de classificação geral com 52 pontos, fruto de 14 vitórias, 10 empates e 12 derrotas, com parciais de 49 golos marcados e 43 golos sofridos. Já a 5 pontos do 6º lugar de acesso à Liga Europa, com apenas 2 jornadas por disputar até ao fim do campeonato, os Blaquirrojos têm ainda duas oportunidades de garantir acesso às competições europeias da próxima temporada, uma delas é sagrar-se tricampeão europeu ao vencer pela 3ª vez consecutiva esta competição, e a outra, também longe de ser fácil, é conquistar a Taça do Rei, onde se encontra na final da prova com o Barcelona pela frente, a enfrentar dia 22 deste mês.

El Grande de Andaluzia chega então em vantagem a esta 2ª mão, tendo o privilégio de decidir a eliminatória no Ramón Sánchez-Pizjuán, onde esta equipa costuma ser letal. Nos 28 jogos disputados neste reduto esta temporada, em todas as competições, os Sevillistas venceram 22 embates, tendo empatado apenas 1 e perdido os 5 restantes, sendo de destacar a produtividade do seu sector ofensivo, que marcou em 27 jogos, tendo falhado em abanar as redes da baliza adversária apenas num encontro, contra o Atlético de Madrid. Nestes 28 jogos os homens de Unai Emery marcaram 61 golos, concedendo 22 no processo. Este é um conjunto bastante afectado pela condição de visitado, uma vez que apresenta muito melhores resultados a actuar em casa com o apoio dos seus adeptos, tendo nos 3 jogos da Liga Europa, no seu reduto, vencido 2 e perdido o restante, marcando 7 golos e concedendo apenas 2, todos eles na derrota com o Athletic Bilbao, quem acabou por vencer na marcação de grandes penalidades.

Nos seus últimos 5 jogos oficiais, o Sevilla apresenta um histórico de 1 vitória, 2 empates e 2 derrotas. Esta sequência de resultados iniciou-se com um empate por 1-1 na recepção ao Deportivo. Seguiu-se uma derrota por 2-1 em terreno do Sporting Gijón, uma vitória por 2-0 na recepção ao Real Betis, um empate por 2-2 em terreno do Shakhtar Donetsk, em jogo a contar para a Liga Europa, e na última jornada, uma derrota por 1-0 em terreno do Espanyol. Marco Andreolli, Reyes e Michael Krohn-Dehli são baixas confirmadas, todos lesionados, ficando ainda Trémoulinas em dúvida, condicionado.

Onze Provável: Soria – Mariano, Rami, Carriço e Escudero – Krychowiak e N’Zonzi – Vitolo, Banega e Konoplyanka – Gameiro.

Liga EuropaShakhtar Donetsk, por sua vez, teve um percurso muito semelhante ao do seu oponente em jogo, tendo começado por ingressar na 3ª Pré-Eliminatória da Liga dos Campeões, onde venceu o Fenerbahce, e a seguir o Rapid Viena, no paly-off de acesso à fase de grupos. Uma vez inserido no Grupo A, juntamente com o Real Madrid, PSG e Malmo, os Mineiros não conseguiram melhor que o 3º lugar, tendo transitado para as eliminatórias da Liga Europa, onde tirou o Schalke 04, Anderlecht e SC Braga do seu caminho. Na 1ª mão desta prova, no seu próprio reduto, os pupilos de Mircea Lucescu não conseguiram melhor que um empate a duas bolas num jogo onde começaram em desvantagem no marcador logo ao minuto 6′, tendo Marlos empatado ao minuto 23′ e Stepanenko colocado os ucranianos em vantagem à passagem do minuto 35′. O resultado manteve-se por 2-1 até aos 82′ minutos da partida, tendo Kevin Gameiro convertido uma grande penalidade com sucesso e estabeleceu a igualdade. Apesar de em desvantagem na eliminatória, os Mineiros chegam aqui motivados ao terem goleado por 3-0 o Dinamo Kiev neste Domingo, num clássico da Ucrânia, permanecendo em 2º lugar no campeonato ucraniano com 60 pontos, fruto de 19 vitórias, 3 empates e 2 derrotas, com parciais de 72 golos marcados e 21 golos sofridos.

A equipa ucraniana parte então em desvantagem na eliminatória para um reduto bastante complicado, no entanto, bastante motivada e com uma mentalidade ofensiva com o intuito de anularem a desvantagem com que contam. Fora de portas, em todas competições, os Mineiros não parecem ser um conjunto muito afectado pela condição de visitante, uma vez que nos 24 jogos disputados venceram 15, empatando 5 e perdido 4, marcando um total de 58 golos e sofrendo 26 no processo. Já fora de portas apenas na Liga Europa, os ucranianos apresentam outro registo impressionante, tendo vencido os 3 encontros disputados fora de portas e marcado 6 golos, concedendo apenas 1.

Nos seus últimos 5 jogos oficiais, o Shakhtar Donetsk apresenta um histórico de 2 vitórias e 3 empates. Esta sequência de resultados iniciou-se com uma vitória por 3-0 na recepção ao Olimpik Donetsk. Seguiu-se um empate por 1-1 com o Oleksandriya, em jogo a contar para a Taça da Ucrânia, um empate por 1-1 em terreno do Chornomorets, um empate por 2-2 na recepção ao Sevilla, em jogo a contar para a Liga Europa, e na última jornada, uma vitória por 3-0 na recepção ao Dinamo Kiev. Márcio Azevedo é baixa confirmada, lesionado.

Onze Provável: Pyatov – Srna, Kucher, Rakitskiy e Ismaily – Malyshev e Stepanenko – Marlos, Kovalenko e Taison – Ferreyra.

Em toda a história existiram apenas 3 confrontos directos, tendo o Sevilla vencido 1 e empatado os 2 restantes.

Shakhtar Donetsk
2-2
Sevilla
Europa League 2015/16
Shakhtar Donetsk
2-3(a.p.)
Sevilla
UEFA 2006/07
Sevilla
2-2
Shakhtar Donetsk
UEFA 2006/07

Este é um jogo de esperar aberto e bastante intenso, uma vez que se colocam frente a frente duas equipas com mentalidades muito ofensivas, tanto o Sevilla a jogar em casa, como o Shakhtar Donetsk a jogar fora. São dois conjuntos que marcam muitos golos nestas duas condições e detêm grande poder ofensivo. Espera-se um Shakhtar a atacar com muita força de forma a tentar anular a vantagem da eliminatória, e com o Sevilla a tentar mostrar que em casa mandam eles.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Ambas Equipas Marcam 1.64 Betrally
sevilla
Sevilla
  • País: Espanha
  • Estádio: Ramón Sánchez Pizjuán
  • Cidade: Sevilha
  • Fundação: 1905

Ver ficha completa

shakhtardonetsk
Shakhtar Donetsk
  • País: Ucrânia
  • Estádio: Donbass Arena
  • Cidade: Donetsk
  • Fundação: 1936

Ver ficha completa

Fabio Mota
Fabio Mota
  • Próg. realizados 1852
  • Média Odds usadas 1.83
  • Próg. certos 966
  • Próg. errados 787
comments powered by Disqus

Últimos jogos