Menu
LaLiga 7ª Jornada

Sevilla – Barcelona (Liga BBVA)

O Barcelona visita o Ramón Sánchez Pizjuán este sábado, para o último jogo da Liga Espanhola antes de mais uma interrupção para compromissos das seleções. Com a sucessão intensa de jogos dos últimos tempos as duas equipas chegam diminuídas pelas lesões. Mas o Sevilla deixou que isso que lhe chegasse à cabeça. O Barcelona está limitado mas os Blanquirrojos estão também psicologicamente afetados.

Antes da ronda europeia o Sevilla conseguiu a sua primeira vitória caseira da temporada na Liga BBVA. Frente ao Rayo Vallecano a equipa sofreu muito mais assegurou uma vantagem mínima (3-2). Não foi um bom jogo – mais luta do que qualidade e soluções – mas chegou-se a pensar que podia ser um momento de viragem para o péssimo arranque que os Blanquirrojos estão a ter. MAs o jogo em Turim provou que as novas de renascimento foram largamente exageradas.

O Sevilla esperava tirar partido das dificuldades por que o clube italiano também está a passar. A Juve está cheia de dúvidas mas tem a vontade de quem anda à procura do seu caminho. A equipa de Unai Emery está à deriva. O pior não foi a derrota frente a um adversário que está a anos-luz da sua máxima capacidade é não ter condições – por falta de pessoal e de ânimo – para garantir qualquer outro resultado.

O treinador espanhol foi a Itália jogar à defesa e esperar que à medida que o tempo avançasse o adversário se sentisse frustrado e cometesse erros. Foi um passo em falso de Emery. Primeiro, porque as ausências de Rami, Daniel Carriço e Nico Pareja, todos lesionados, obrigou a alinhar, mais uma vez, uma linha defensiva colada à pressão. Não garante a solidez que o Sevilla evidenciou noutras épocas. Segundo porque este é um coletivo muito fragilizado. As lesões, os resultados e agora as exibições conduziram a índices de confiança alarmantes. E isso afeta a prestação de todos os jogadores, do guarda-redes às decisões do meio-campo. Álvaro Morata acabou com a estratégia ao marcar perto do intervalo, num lance em que Sergio Rico podia ter feito melhor. A partir daí o Sevilla só tinha uma opção, tentar igualar o marcador. Mas com o estado em que está a ofensiva era definitivamente pedir demais. Nos noventa minutos o clube espanhol só fez um remate enquadrado com a baliza e nem esse deixou Buffón afogueado.

Uma nota positiva é que Vitolo e Fernando Llorente, que falharam os dois últimos encontros devido a mazelas musculares já voltaram ao treino e se tudo evoluir favoravelmente podem voltar a ser opção para a receção ao Barça. Mas o mesmo não acontece a muito outros companheiros. Para além dos já referidos centrais a lista de lesionados completa leva ainda os nomes de Beto, Banega e Escudero.

Onze Provável: Rico – Coke, Kolodziejczak, Andreolli, Trémoulinas – N’Zonzi, Krychowiak – Reyes, Iborra, Vitolo – Gameiro.

Liga BBVAO Barcelona está no segundo posto da tabela do campeonato espanhol, só um ponto abaixo do Villarreal, e venceu o Bayer Leverkusen na quarta-feira, o que lhe garante a liderança do Grupo E da Liga dos Campeões mas está numa posição delicada. A equipa Culé ressentiu-se bastante das muitas lesões que a foram afetando. Os problemas no lado direito da defesa, depois no eixo, com o castigo a Piqué a não ajudar e por fim o golpe de ficar sem o génio de Messi durante dois meses vieram acentuar a gravidade do clube não poder inscrever novos jogadores até janeiro. Claro que um Barcelona a coxear continua a ser um adversário intimidante. Gemendo e andando os homens de Luis Enrique lá vão avançando e reagiram à goleada sofrida no Municipal de Balaídos com duas vitórias – Las Palmas e Leverkusen, ambas por 2-1.

Onze Provável: Bravo – Dani Alves, Mathieu, Piqué, Jordi Alba – Mascherano, Busquets, Rakitic – Munir, Suárez, Neymar.

Sevilla 2-2 Barcelona Liga BBVA 14/15
Sevilla 1-4 Barcelona Liga BBVA 13/14
Sevilla 2-3 Barcelona Liga BBVA 12/13
Sevilla 0-2 Barcelona Liga BBVA 11/12

A paragem para seleções vem mesmo a calhar já que permite recuperar algumas das mazelas menos graves mas é importante ir para esse período sem competição com um triunfo. Sabendo das dificuldades próprias, o Barça sabe que os Blanquirrojos estão ainda pior e vão tentar aproveitar.

Na última visita dos Blaugranos ao Sánchez Pizjuán houve divisão de pontos mas o Braça venceu nas três deslocações anteriores. Aqui a chave estará no conjunto que melhor for capaz de gerir o desgaste e a frustração de não conseguir inclinar o encontro rapidamente para o seu lado.

Prognóstico Odd Casa Erro
Luis Suárez para marcar 2.05 Betrally
sevilla
Sevilla
  • País: Espanha
  • Estádio: Ramón Sánchez Pizjuán
  • Cidade: Sevilha
  • Fundação: 1905

Ver ficha completa

barcelona
Barcelona
  • País: Espanha
  • Estádio: Camp Nou
  • Cidade: Barcelona
  • Fundação: 1899

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1794
  • Média Odds usadas 2.22
  • Próg. certos 752
  • Próg. errados 1015
comments powered by Disqus

Últimos jogos