Menu

Sérvia – Israel (Amigável de Seleções)

Sérvia e Israel só voltam à competição em setembro, quando arrancar a qualificação para o Mundial de 2018, e ambas as seleções estão num processo de reestruturação, depois de terem falhado a fase final do Euro de França. Elisha Levy estreia-se no comando da formação israelita e a sua convocatória já trouxe alguma renovação ao grupo.

Ainda não foi desta que a Sérvia se qualificou para o Europeu. Com ao alargamento a vinte e quatro equipas havia alguma expetativa que pudesse finalmente acontecer mas esse sonho cedo caiu por terra. Convém lembrar que desde que se tornou uma nação independente, após o desmembramento de Jugoslávia, a seleção sérvia não voltou a marcar presença numa fase final de um grande evento internacional. Claro que não ajudou aquele incidente com o drone e a bandeira, mas não explica tudo. No fim das contas, os sérvios acabaram em quarto lugar no Grupo I com apenas quatro pontos. Deste Grupo apurar-se-iam diretamente Portugal e Albânia, e a Dinamarca foi ao play-off mas sem sucesso.

A Sérvia fez três jogos de preparação em 2016. Perdeu o primeiro, frente à Polónia (1-0) mas somou dois triunfos nos mais recentes. Na visita à Estónia (0-1), ainda em março, e há seis dias, na receção a Chipre. Diga-se que o marcador de 2-1 mascara uma partida de sentido único. Tanto foi assim que os três golos foram marcados por jogadores sérvios. Mitrovic e Tadic marcaram dentro dos primeiros dez minutos do encontro e Nikola Maksimovic resolveu proporcionar um momento de autêntica comédia, marcado um autogolo. Radovan Curcic abandonou o posto de selecionador depois da dececionante carreira no apuramento para o Europeu e a chegada de Slavoljub Muslin serviu pelo menos para que algumas relações com os jogadores voltassem à normalidade.

Onze Provável: Kahariman – Rukavina, Milunoci, Nikola Maksimovic, Mladenovic – Rajkovc – Tadic, Matic, Nemanja Maksinovic, Kostic – Mitrovic.

Israel também sóamigável internacional volta à competição em setembro, quando arrancar a qualificação para o Mundial de 2018. O sonho de poder estar presente na Rússia foi praticamente desfeito à partida para os israelitas, quando o sorteio colocou Itália e Espanha entre os adversários do grupo G. Não nos podemos esquecer que só o primeiro classificado de cada grupo tem apuramento direto e os melhores segundos serão repescados para um play-off.

Este será o primeiro jogo de Elisha Levy como selecionador efetivo de Israel e a convocatória já tem o seu dedo. Foram deixados de fora os experientes Yossi Benayoun e Alyaniv Barda e chamados os jovens Neta Lavi e Dor Peretz, que representam o Apoel e o Maccabi Tel Aviv, respetivamente. Também Beram Kayal, jogador do Brighton & Hove Albion não entrou na lista, o que me leva a pensar que além da necessária aposta em sangue novo estas opções do novo selecionador também procuram poupar jogadores que ainda tinham jogos decisivos pelas respetivas equipas.

Israel também terminou em quarto lugar do seu Grupo B de apuramento para o Euro 2016 (com treze pontos), atrás da Bélgica, País de Gales e Bósnia-Herzegovina.

Onze Provável: Kleyman – Ben Bitton, Gershon, Tibi, Dabbur – Tawatha, Kehat, Nir Bitton, Buzzalo – Hemed, Ben Chaim.

Israel
Israel
0-2
SérviaSérvia
Amigáveis 2011

Sérvia e Israel só por uma vez mediram forças. Há cinco anos, também em encontro de carácter amigável, a seleção dos Balcãs venceu por duas bolas a uma. E hoje, em virtude do s jogadores que têm, são ainda mais favoritos.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Ambas Equipas Marcam 2.20 Betrally
Sérvia
Sérvia
  • País: Sérvia
  • Estádio:
  • Cidade: Belgrado
  • Fundação: 1919

Ver ficha completa

israel
Israel
  • País: Israel
  • Estádio:
  • Cidade: Tel Aviv
  • Fundação: 1928

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1826
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 767
  • Próg. errados 1035
comments powered by Disqus

Últimos jogos