Menu

Rússia – Alemanha (Europeu Sub-21)

Jogo de consolação do Grupo B, com russos e alemães em busca dos seus primeiros pontos na competição, enquanto se despedem. Ambas as equipas podem lamentar o sorteio, já que foram expostas aos conjuntos mais fortes deste torneio. Ambas estiveram perto de conseguir levar os seus adversários a uma disputa mais apimentada na derradeira jornada, mas, no fim das contas, Espanha e Holanda acabaram por ser mais fortes. Resta, agora, escapar ao último lugar.

A Rússia teve uma pesada derrota frente à Holanda, simplesmente porque deixou de acreditar. Nikolai Pisarev tentou repetir a fórmula defensiva, mas perante a necessidade de pontuar, percebeu cedo que só defender não era possível. Conseguiu, com a chegada de Dzagoev e Smolov, ter maior intensidade na frente, mas o avançado-centro do Anzhi dava sinais de algum cansaço, talvez por ter jogado na segunda parte da partida frente a Portugal. O golo sofrido à beira do intervalo não ajudou, mas a quebra deu-se com menos um jogador em campo, devido a expulsão de Chicherin. A equipa ainda conseguiu reagir ao segundo golo sofrido, reduzindo, mas ao sofrer o 3-1, desagregou-se. O número de golos pode acabar por ter alguma influência na fluidez de jogo dos russos, agora que entram em campo para defrontar a Alemanha sem qualquer objetivo. Para alguns destes jogadores, esta foi uma oportunidade perdida, e o técnico poderá acabar por dar tempo de jogo a atletas menos utilizados. Mas, frente à Alemanha e com mais algum tempo de descanso, é possível que Dzagoev, Cheryshev e Smolov possam demonstrar aquilo que deles se esperava – uma frente de ataque capaz de fazer sonhar a pátria do futebol científico.

Onze provável: Zabolotnyi – Bryzgalov, Burlak, Belyaev, Schennikov – Tsagallov, Petrov – Cheryshev, Dzagoev, Shatov – Smolov

Europeu sub21A Alemanha soma duas derrotas com golos sofridos nos minutos finais. Mas a verdade é que os germânicos não mostraram ter estofo suficiente para vencerem partidas frente a adversários mais fortes e, sobretudo, mais objetivos. O conjunto treinado por Rainer Adrion esteve sempre muito na expetativa, exceto quando perdia, ao intervalo, por 0-2 com a Holanda, o que o obrigou a mostrar uma faceta mais liberta e, lá está, mais capaz de marcar e fazer sofrer o adversário. Regressando à receita inicial frente à Espanha, os alemães estiveram perto de sacar um ponto, mas terminaram como merecedores da derrota. No plano tático, a equipa apresenta alguma indefinição na frente de ataque, demorando a encontrar o melhor trio para transformar o seu futebol em golos. Lewis Holtby é a peça central do futebol alemão, mas sempre que é bem defendido – e isso tem acontecido na maior parte do tempo -, a criatividade germânica não encontra mais nenhuma fonte. Rainer Adrion deu vinte minutos a Emre Can frente à Espanha, e talvez passe por ele uma imagem mais fresca do que este conjunto tem para oferecer. Lasogga, com dois amarelos, está de fora desta última partida.

Onze provável: Leno – Jantschke, Thesker, Ginter, Sorg – Rudy, Rode, Holtby – Clemens, Can, Mlapa.

Ambas as equipas quererão escapar ao último lugar do Grupo B, ponto de interesse único do lado competitivo da partida. No entanto, com bons jogadores presentes de parte a parte, esta poderá ser a oportunidade para ver russos e alemães jogarem sem medos. E, quem sabe, brilhar.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Erro
Empate 2.40 Bet365
russia
Rússia
  • País: Rússia
  • Estádio:
  • Cidade: Moscovo
  • Fundação: 1992

Ver ficha completa

Alemanha
Alemanha
  • País: Alemanha
  • Estádio:
  • Cidade: Berlim
  • Fundação: 1900

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2788
  • Média Odds usadas 2.16
  • Próg. certos 1314
  • Próg. errados 1433
comments powered by Disqus

Últimos jogos