Menu

Rui Machado – Daniel Gimeno-Traver (ATP – Portugal Open)

Rui Machado tem razão. Terça-feira, no Court Central do Jamor, o algarvio fez um jogo perfeito. Nada mais, nada menos que diante de Tursunov, quinto cabeça de série e número trinta e dois do ranking ATP. Mas o tempo é escasso para saborear a vitória histórica. Espera-o novo encontro já amanhã, com Gimeno-Traver, à mesma hora e no mesmo local. Todas as cautelas serão poucas. Este espanhol (98º) pode ter vindo do qualifying mas não é para brincadeiras.

A esta hora Dimitry Tursunov ainda deve estar a dar voltas à cabeça para perceber o que acabou de lhe acontecer. É verdade que o russo nunca chegou a encontrar-se no Jamor mas no resultado de duplo 6-0 há muito mérito do português Rui Machado, a quem tudo saiu na perfeição. A “bicicleta” não acontece todos os dias e esta vai ficar a aconchegar a memória do Rui e dos amantes do ténis portugueses durante muitos e bons anos. O tenista de Faro reconheceu, em conferência de imprensa, ter ficado surpreendido com o resultado. Afinal Tursunov é um jogador experiente, número trinta e dois do mundo, e Machado confessou ter estado sempre à espera que a fera acordasse e que viessem de lá as mudanças de direção e o serviço agressivo. Mas, nos quarenta e oito minutos que durou a partida, tal não aconteceu. Só deu Rui Machado. Tursunov, que afastou Gastão Elias em 2006, na primeira ronda, não dispôs de um único ponto de break durante todo o encontro. Ao contrário do português que converteu os seis que teve ao seu alcance. Machado somou cinquenta e dois pontos, com quinze winners, contra os dezoito conquistados pelo russo. Uma prestação bem acima da posição duzentos e quarenta e três da hierarquia do ténis mundial que agora Machado ocupa. Vai precisar de estar a um nível equivalente amanhã, para levar de o adversário da próxima ronda. Depois de no ano passado ter caído na primeira ronda do quadro principal, frente a Victor Hanescu, por dois sets a zero, Rui tem agora a possibilidade de pelo menos igualar os quartos da edição de 2010.

Portugal OpenDaniel Gimeno-Traver é um tenista espanhol de vinte e oito anos, especialista em terra batida. O atual 98º jogador do ranking, que já foi 48º, é senhor de um serviço potente e de uma direita muito forte. Obrigado a disputar o qualifying para o acesso ao quadro principal, o espanhol já leva quatro partidas disputas, e ganhas, sem ter cedido um único set. Passar pela qualificação às vezes tem a vantagem, quando as vitórias se sucedem, de vir em crescendo, de ritmo, de confiança, e, portanto, com uma capacidade competitiva reforçada. Gimeno-Traver já despachou do Portugal Open Alessandro Petrone (6-1, 6-1), o português André Gaspar Murta (6-4, 6-0), Niels Desein (6-0, 6-3) e Alejandro Gonzalez (6-4, 6-1). Este é o décimo segundo torneio em que o espanhol participa em 2014, e para já leva doze vitórias e doze derrotas.

Rui Machado e Gimeno-Traver conhecem-se bem, à muitos anos, sobretudo dos circuitos de futures e challengers. Ainda assim esta será apenas a terceira vez que se defrontam, e para já a balança está equilibrada, com uma vitória para cada. Em 2005, em Trani, foi o português a sair por cima, com dois sets ganhos no tiebreak. Dois anos depois, foi a vez do espanhol, no Challenger de Madrid de 2011, com os parciais de 6-1 e 6-4. Devemos estar preparados para uma partida longa, com pontos muito disputados. Gimeno-Traver tem o favoritismo que a sua posição no ranking lhe confere, mas Rui Machado vem embalado por uma exibição de luxo e pelo fator casa.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Erro
Vitória de Rui Machado 3.50 Bet365
Rui Machado
Rui Machado
  • País: Portugal
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Daniel Gimeno Traver
Daniel Gimeno-Traver
  • País: Espanha
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1969
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 825
  • Próg. errados 1121
comments powered by Disqus

Últimos jogos