Menu
Primeira Liga 6ª Jornada

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Rio Ave – FC Porto (Liga NOS)

Para esquecer a entrada com pé esquerdo na Liga dos Campeões o FC Porto precisa de trazer os três pontos de Vila do Conde. Sérgio Conceição assumiu a responsabilidade pela estratégia errada na noite europeia mas as exibições do meio-campo portista não podem passar em claro. O Rio Ave sofreu a primeira derrota da época no sábado passado, já em tempo de descontos, e o treinador queixou-se do estádio do relvado nos Barreiros. Francisco Geraldes, que foi expulso na Madeira, cumpre castigo.

O Rio Ave sofreu no sábado passado a primeira derrota da temporada. Custou ainda mais porque o golo da vitória madeirense (1-0) só chegou aos noventa e dois minutos. No rescaldo, Miguel Cardoso atirou-se ao estado lastimável do relvado no Estádio dos Barreiros, que na sua opinião devia ter inviabilizado a realização do encontro. É verdade que até pela televisão ficava evidente que era uma lamaçal pintado de verde, de relva não tinha nada, e claro que essas condições prejudicam quem a elas não está ambientado. Uma agravante para a formação vilacondense foi a perda de Francisco Geraldes, que viu o cartão vermelho ainda antes de chegar à meia-hora de jogo, e agora terá que cumprir castigo.

Nas jornadas anteriores o Rio Ave só não venceu o duelo com os Encarnados (1-1) mas uma igualdade com os campeões nacionais quase sabe a vitória. Belenenses (1-0), Boavista (1-2) e Portimonense (2-0) foram despojados dos três pontos, com maior ou menor resistência. A equipa está no bom caminho, joga em casa e teve a semana toda para preparar a receção aos portistas. Deve ajudar a equilibrar os pratos da balança. Além de Geraldes só João novais é baixa certa, por lesão. Yuri Ribeiro está em dúvida.

Onze Provável: Cássio – Lionn, Marcão, Marcelo, Teles – Tarantini, Pelé – Barreto, Rúben Ribeiro, Nuno Santos – Guedes.

Para muitos foi um desastreLiga NOS anunciado. O FC Porto que a nível doméstico impressionou pelo carácter foi ao tapete na primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. A competição não tem esse nome por acaso. Estão aqui os melhores dos melhores e nesta hierarquia o Besiktas (1-3) nem sequer passa do meio da escala. Jogadores experientes como Ricardo Quaresma e Pepe são exemplo da qualidade que há na equipa turca mas isso não explica tudo. Sérgio Conceição apressou-se a assumir toda a responsabilidade, aliviando a pressão sobre os jogadores. O treinador portista responsabilizou a estratégia adotada na primeira parte pelo desequilíbrio que, no segundo tempo, o FC Porto não conseguiu corrigir. Talisca silenciou o Dragão aos treze minutos e há que reconhecer que a igualdade que se seguiu foi obra, intencional, de Tosic, que marcou na baliza errada. Mesmo assim foi Tosun a repor os turcos em vantagem, ainda antes do intervalo. Na segunda parte, Conceição fez entrar Otávio e André André para as posições de Jesús Corona e Óliver Torres e a prestação global da equipa melhorou. Estavam mais agressivos, mais próximos daquilo que nos habituamos a ver esta temporada nos jogos portugueses. Mas claro que a necessidade de arriscar abriu espaços na retaguarda, que o Besiktas haveria de aproveitar para alargar o resultado.

Agora os portistas têm de voltar a encarnar a equipa que conta por vitórias os cinco jogos disputados na Liga NOS, onde marcaram doze golos sem conceder. Trazer os três pontos de Vila do Conde é o antídoto ideal para a azia europeia. Mas se a reação não acontecer pode ser o início de uma pequena úlcera nas hostes azuis e brancas.

Vincent Aboubakar ficou fora do jogo europeu por suspensão e arranjou forma de ser apanhado em vídeo em ambiente de festa no balneário do adversário, equipa que representou na época anterior. Se o jogo fosse no Dragão acho que a sua utilização estaria fora de questão mas fora é possível que o camaronês vem bem a jeito. É, claramente, o melhor avançado portista e a equipa tem mais é que tirar partido dele, na altura em que mais precisa. O resto trata-se internamente.

Onze Provável: Casillas – Maxi Pereira, Marcano, Felipe, Alex Telles – Corona, Danilo, Óliver, Brahimi – Aboubakar, Soares.

FC Porto 4-2 Rio Ave
Liga NOS 2016/17
Rio Ave 1-3 FC Porto
Liga NOS 2016/17

O FC Porto não perde com o Rio Ave há mais de treze anos.

Prognóstico Odd Casa Erro
Tiquinho Soares marca 2.00 Betclic
rioave
Rio Ave
  • País: Portugal
  • Estádio: Estádio dos Arcos
  • Cidade: Vila do Conde
  • Fundação: 1939

Ver ficha completa

FC Porto
FC Porto
  • País: Portugal
  • Estádio: Estádio do Dragão
  • Cidade: Porto
  • Fundação: 1893

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1906
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 803
  • Próg. errados 1077
comments powered by Disqus

Últimos jogos