Menu

Richard Gasquet – Kei Nishikori (ATP Masters Roma)

Richard Gasquet e Kei Nishikori voltam a defrontar-se uma semana mais tarde, também nuns oitavos de final, desta vez no Masters 1000 de Roma. O francês afastou, em sets diretos, o italiano Andreas Seppi mas teve em ambos os parciais quase desperdiçou a vantagem inicial. O japonês perdeu o primeiro set, precisou de assistência médica mas conseguiu dar a volta e mandar Troiki para casa. Beneficiou de mais um dia de descanso, o que pode ajudar a recuperar.

No ano passado Richard Gasquet caiu na segunda ronda do Internacional BNL de Itália, às mãos de David Ferrer (6-4, 7-5). Pelo menos essa etapa já está superada, ainda que lhe faltem alguns passos para igualar a sua melhor prestação no Masters de Roma: a semifinal de 2011, onde perdeu para Rafa Nadal (7-5, 6-1).

Desta vez o adversário da primeira ronda foi o compatriota Julien Benneteau (6-3, 6-0), que não levantou grandes dificuldades ao décimo segundo do ranking ATP. O encontro seguiu taco a taco até ao 3-3, altura em que Gasquet meteu a segunda e venceu os nove jogos seguintes de enfiada. Na segunda ronda a história foi bastante diferente. O francês afastou um homem da casa, Andreas Seppi (6-3, 6-4) mas o marcador não revela aspetos importantes. Depois de estar com vantagens alargadas em ambos os parciais (5-0 no primeiro e 4-0 no segundo) Gasquet permitiu que o italiano recuperasse e o deixasse em apertos. Digo permitiu porque há pelo menos tanta responsabilidade do gaulês como do adversário nessa recuperação. Um exemplo? Quando servia no oitavo jogo do segundo sete, a 4-3, o francês cometeu uma falta de pé. Um erro de principiante numa altura decisiva. Reagiu bem e fechou com o seu jogo de serviço em branco.

Na sua estreia no Masters 1000 de RomaMasters_Roma300 Kei Nishikori acusou o desgaste. Nos quatro torneios anteriores em que participou o japonês chegou a duas finais, uma meia-final e uns quartos de final, um cumulo de jogos significativo. Em Indian Wells (QF) e Barcelona (F) foi batido por Rafa Nadal; em Miami (F) e Madrid (MF) foi vítima de Novak Djokovic. Ou seja, foram muitos encontros e todos de dificuldade elevada.

O nipónico entregou o primeiro set a Viktor Troiki graças aos quinze erros não forçados. No intervalo Kei Nishikori solicitou a presença do médico no court, alegando problemas respiratórios e físicos. Depois de lhe ser dada medicação voltou ao encontro com evidente dificuldade. Aos poucos foi melhorando a sua postura e quebrou por duas vezes o serviço do sérvio para vencer o segundo set. Por esta altura Troiki já estava mais empenhado em questiúnculas com o árbitro de cadeira, clamando contra as decisões que sempre favorecem os jogadores de topo. Entretanto, Nishikori ia fazendo o seu trabalho e no set decisivo venceu quatro dos seus jogos de serviço em branco, fazendo ainda os dois breaks necessários para fechar a partida a seu favor. A vitória de Kei foi merecidíssima mas muito dura. Calhou bem o facto de ter um dia a mais para descansar e recuperar dos problemas que o afligiram durante o encontro da segunda ronda.

2016 Masters de Madrid Nishikori 2 6 7 R16
Gasquet 0 4 5
2015 Masters de Paris Gasquet 1 7 4 R16
Nishikori 0 6 1
2014 Washington Gasquet 2 6 6 QF
Nishikori 0 1 4
2013 Masters de Paris Gasquet 2 6 6 QF
Nishikori 0 3 2

Faz precisamente uma semana que Gasquet e Nishikori se defrontaram pela última vez, nos oitavos de final do Mutua Madrid Open. Foi também o primeiro confronto entre os dois em terra batida e o primeiro que o japonês venceu. O francês leva seis triunfos de vantagem.

Prognóstico Odd Casa Erro
Gasquet Vence o Primeiro Set 2.30 Betrally
richard-gasquet
Richard Gasquet
  • País: França
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Kei Nishikori
Kei Nishikori
  • País: Japão
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1906
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 803
  • Próg. errados 1077
comments powered by Disqus

Últimos jogos