No perfil que traçámos de Portugal Sub-21, indicámos Raphael Guerreiro como uma das figuras de destaque dessa geração e a sua qualidade fala por si.

Filho de pai português e mãe francesa, Raphael nasceu em Le Blanc-Mesnil, uma pequena cidade perto de Paris, e começou a dar os primeiros passos no futebol num clube local, transferindo-se, em 2008, para o Caen.

A época 2012/2013 marcou a sua estreia pela equipa principal, alinhando frente ao Ajaccio na Ligue 2, onde actuou os 90 minutos. Nessa mesma temporada foi eleito para o onze do ano da segunda divisão francesa depois de realizar 38 jogos para o campeonato.

O Lorient anunciou a sua contratação em Junho de 2013 e o jovem português chegou a uma nova etapa com a ambição de continuar a evoluir e a somar minutos, o que realmente se verificou. Completou 34 partidas e voltou a ser considerado por muitos como um dos melhores valores da liga, mas desta vez no principal escalão francês.

O lateral-esquerdo não se ressentiu de um nível competitivo mais exigente e de uma maior pressão, dando nas vistas pela sua regularidade e competência. As boas exibições do luso-francês valeram-lhe uma chamada aos Sub-21, em Março de 2013, frente à Suécia, e desde então tem sido presença assídua.

No Topo

Raphael Guerreiro no Lorient

O futuro defesa esquerdo da Selecção Nacional está no Lorient, em França

Esta época já foi titular nas 9 jornadas até agora disputadas, mostrando, mais uma vez, que é uma aposta segura para o emblema francês. Os críticos têm apontado Raphael como um dos jogadores a seguir com atenção, tendo recentemente figurado no onze da 9ª jornada. Em Janeiro de 2014, o jornal Le 10 Sport nomeou o lateral do Lorient como um dos dez melhores jovens jogadores da Ligue 1.

A sua qualidade fez com que fosse pré-convocado para a selecção principal quando Paulo Bento ainda era seleccionador nacional. Raphael tem suscitado o interesse de vários clubes, como é o caso do Liverpool, Porto e Benfica, que têm sido associados ao promissor lateral. O jovem de 20 anos já assumiu a sua preferência pelo clube encarnado mostrando-se agradado com a hipótese de se transferir para a Luz. Outra das grandes paixões do lateral é o Real Madrid. O luso-francês já afirmou que tem o sonho de representar os merengues.

Completo

Raphael Guerreiro tem vindo a evoluir nas últimas épocas e a mostrar que tem potencial para ser uma figura do futebol europeu nos próximos anos.

A sua posição natural é a de lateral-esquerdo mas também pode jogar no meio-campo como interior ou como extremo devido à sua versatilidade. Trata-se de um defesa rápido e ágil. Estas são as suas principais características. Apresenta ainda uma excelente capacidade técnica que consegue combinar com a qualidade de passe e cruzamento, sempre precisos. Competente nos processos defensivos e ofensivos, conseguindo desdobrar-se com facilidade no ataque e criar situações de perigo devido ao seu carácter atacante e criatividade. Apesar de aparecer muitas vezes em zonas adiantadas não tem dificuldade em recuperar posição, privilegiando o equilíbrio táctico da equipa através da sua leitura e inteligência táctica.

O canhoto é conhecido pela sua entrega ao jogo e combatividade. Não desiste dos lances, ganhando muitas bolas no seu meio-campo defensivo para depois iniciar o contra-ataque.

Raphael Guerreiro na Selecção Portuguesa

Raphael Guerreiro, presença habitual nos Sub-21 portugueses, chegou a ser pré-convocado por Paulo Bento

A resistência que o luso-francês demonstra durante os 90 minutos é impressionante. É comum ver Raphael a imprimir velocidade e profundidade ao jogo através do seu corredor nos minutos finais das partidas. Exibe uma elevada capacidade de concentração e humildade que o podem fazer chegar longe.

Os desarmes, as situações de 1×1 e a força são características que precisa de melhorar para elevar o seu nível. Defensivamente tem de corrigir o tempo de desarme para evitar ir ao chão e perder posição, sendo depois ultrapassado. Quando conseguir dar este salto qualitativo dificilmente não terá lugar nos grandes clubes europeus.

As semelhanças com Fábio Coentrão são evidentes, com o lateral de 20 anos a poder, dentro de pouco tempo, partilhar o balneário com o jogador do Real Madrid na selecção principal. O jovem do Lorient consegue dar verticalidade ao flanco esquerdo e acelerar o jogo, um pouco à imagem do antigo lateral do Benfica, salvo as devidas distâncias. A capacidade técnica e a agressividade também constituem atributos comuns.

Raphael é uma promessa que não tardará a dar o salto para outro clube europeu e aparecer na selecção principal como uma alternativa válida para uma posição em que cada vez é mais complicado aparecerem jogadores de qualidade indiscutível.

Ficha Técnica

Nome: Raphael Guerreiro

Clube: FC Lorient Bretagne Sud

Nacionalidade: Portugal/França

Nascimento: 1993-12-22 (20 anos)

Posição: Defesa-Esquerdo

Pé: Esquerdo

Altura: 170 cm

Peso: 63 kg

Boas Apostas!