Menu

Polónia – Finlândia (Amigável de Seleções)

Embalada pela vitória sobre a Sérvia, na quarta-feira, a Polónia defronta agora a Finlândia. Os nórdicos falharam o Europeu e estão com novo treinador, que ainda procura o primeiro triunfo. É natural que Adam Nawalka faça alguma rotação, já que alinhou com o onze mais forte frete aos sérvios, mas a Polónia tem que elevar a fasquia se quer chegar longe no Euro de França.

A Polónia venceu na quarta-feira o seu quinto jogo consecutivo, uma série que começou no jogo que encerrou a fase de qualificação, com a Irlanda do Norte (2-1). Seguiram-se os amigáveis com a Noruega (1-0), Islândia (4-2), República Checa (3-1) e agora a Sérvia (1-0). Aliás, no último ano os polacos só sofreram uma derrota, frente aos germânicos (3-1), durante o apuramento para o Euro 2016.

O triunfo sobre os sérvios em Poznan, no primeiro jogo desta dupla jornada de internacionais, esteve longe de encher as medidas. Verdade seja dita, o encontro foi jogado num terreno encharcado e a componente física do jogo foi o que mais se destacou. Adam Nawalka alinhou um onze forte e não poupou nas estrelas. Piszczek e Glik na defesa, Krychowiak no miolo e Lewandowski na frente de ataque para não haver confusões quanto ao objetivo. Mas acabou por ser um elemento menos famoso a fazer a diferença. Kuba Blaszczykowski, que está emprestado à Fiorentina de Paulo Sousa e ultimamente nem tem tido muitos minutos com o clube italiano, apresentou-se na concentração da seleção em excelente forma e ofuscou em campo os outros polacos do ataque. Marcou um golo à ponta-de-lança, num lance de oportunidade na área, e foi essa margem mínima, conseguida antes da meia-hora de encontro, que o resta do equipa defendeu, arduamente, até ao fim.

No verão, em França, a Polónia terá que ultrapassar um grupo onde está também a Alemanha, Ucrânia e Irlanda do Norte.

Onze Provável: Szczesny – Piszczek, Salamon, Glik, Rybus – Blaszczykowski, Krychowiak, Grosicki – Lewandowski, Zielinski, Milik.

amigável internacionalPara a Finlândia o senho do Europeu de França já se esfumou há tempo. Foi quarta num grupo que apurou Irlanda do Norte e Roménia. Desde então a preocupação para a seleção nórdica passou a ser a qualificação para o próximo mundial. Entretanto, houve mudança de equipa técnica, com Hans Backle a substituir Markku Kanerva. O novo selecionador ainda procurar estrear-se a ganhar nas novas funções, já que os últimos dois jogos de preparação resultaram em derrotas. Os finlandeses foram derrotados em casa pela Suécia (0-3) e Islândia (0-1). O mais preocupante foi a incapacidade da equipa em marcar um golo que fosse nas duas tentativas. Espera-se que Teemu Pukki, o avançado do Brondby, acabe com a travessia do deserto no que respeita à concretização. Kasper Hamalainen e Paulus Arajuuri, ambos a jogar na liga polaca, podem ter aqui uma oportunidade de mostrar o seu conhecimento privilegiado do futebol daquele país.

Na próxima terça-feira a seleção finlandesa cumpre o segundo compromisso desta pausa internacional, com uma viagem à Noruega.

Onze Provável: Moisender – Arkiuvo, O’Shaughnessey, Raitala, Heikkila – Hitemaj, Pirinen, Saksela, Schuller – Pukki, Pelvas.

Polónia
0-0
Finlândia
Amigáveis 2010
Polónia
1-0
Finlândia
Amigáveis 2008
Finlândia
0-0
Polónia
Euro 2008 (Q)
Polónia
1-3
Finlândia
Euro 2008 (Q)

Polónia e Finlândia venceram um dos últimos cinco confrontos, sendo que o resultado mais frequente foi mesmo a igualdade (3).

Prognóstico Odd Casa Erro
Menos de 2.5 golos 1.71 Betrally
polonia
Polónia
  • País: Polónia
  • Estádio:
  • Cidade: Warszawa
  • Fundação: 1919

Ver ficha completa

finlândia
Finlândia
  • País: Finlândia
  • Estádio:
  • Cidade: Helsínquia
  • Fundação: 1907

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1899
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 797
  • Próg. errados 1075
comments powered by Disqus

Últimos jogos