Menu

Philipp Kohlschreiber – Borna Coric (ATP do Dubai)

Borna Coric enfrenta Philipp Kohlschreiber na segunda ronda do Duty Free do Dubai, num encontro de gerações. Curiosamente, o agora treinador do adolescente croata já treinou também o alemão. Ambos ultrapassaram os obstáculos da primeira com naturalidade, em sets diretos, embora, reconhecidamente, a tarefa de Coric tenha sido um pouco mais exigente.

Philipp Kohlschreiber não participou no torneio do Dubai na temporada passada mas foi semifinalista em 2014, tendo sido eliminado por Tomas Berdych (7-5, 7-5), na altura. O alemão de trinta e dois anos está a ter um bom início de época, o mês de fevereiro está-lhe a correr particularmente bem. Chegou aos quartos de final em Sofia, na Bulgária, etapa em que caiu vítima de Viktor Troiki (6-3, 6-4). E na semana seguinte alcançou a meia-final em Roterdão. Kohlschreiber afastou Benneteau (6-4, 6-4), Dodig (6-4, 6-2) e Cilic (3-6, 6-3, 6-4) antes de ceder diante de Gael Monfils (6-3, 6-2).

No Open da Austrália não conseguir ir além da primeira tentativa, tendo apanhado pela frente o japonês do top-10, Kei Nishikori (6-4, 6-3, 6-3). O adversário que o germânico teve pela frente no jogo de abertura foi o turco Marsel Ilham (nº 110), que bateu pelos parciais de 6-1 e 7-5.

Kholschreiber e Coric são tenistas de duas gerações. O primeiro estará a aproximar-se do final da carreira e a do segundo mal começou. Entre ambos há treze anos de diferença e neste momento dez posições no ranking ATP. Um ponto de ligação entre ambos é Miles Maclagan. O novo treinador de Borna Coric, ele próprio um antigo profissional de ténis, orientou já vários nomes do circuito, com destaque para Andy Murray. Kohlschreiber esteve a seu cargo entre 2010 e 2011.

ATP_Dubai300Borna Coric deve ter boas recordações do ATP do Dubai. No ano passado foi repescado para o quadro principal na qualidade de lucky looser e só parou na semifinal, às mãos de Roger Federer (6-2, 6-1). No percurso até lá deixou pelo caminho Jaziri, Baghdatis e Andy Murray (6-1, 6-3).

O croata, agora trigésimo oitavo da hierarquia, mudou de treinador com objetivo claro: vencer o seu primeiro título de carreira como crescido e entrar no top-30. Ainda é cedo, Coric tem apenas dezanove anos, mas é natural que com a qualidade que mostra ambicionar a voos mais altos. A época até começou de forma muito animadora, chegando à final em Chennai, onde acabou por ser derrotado por Stan Wawrinka (6-3, 7-5). Mas nos três torneios seguintes – Sidney, Open da Austrália e Montpellier – ficou-se pelas primeiras rondas, o que deve causar certa frustração.

Em Roterdão as coisas correram um bocadinho melhor. No jogo de estreia bateu Thiemo De Bakker (7-6, 4-6, 6-3) antes de cair às mãos do homem elástico, Monfils (6-3, 5-7, 6-2), conseguindo ainda reclamar o segundo set.

Na primeira ronda do Dubai, Coric enfrentou e superou Jiri Vesely por duplo 6-4. O checo é um adversário resistente mas o croata entrou muito forte e teve a hipótese de fechar o set quando servia a 5-2. Desperdiçou dessa vez no próximo serviço resolveu o assunto. No segundo parcial conseguiu fazer o break logo no terceiro jogo. Imediatamente a seguir defendeu três pontos de break e o desfecho ficou selado ali.

Kholschreiber e Coric nunca se defrontaram antes.

Prognóstico Odd Casa Erro
Vitória de Borna Coric 2.75 Betrally
Philipp Kohlschreiber
Philipp Kohlschreiber
  • País: Alemanha
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Borna-Coric
Borna Coric
  • País: Croácia
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1794
  • Média Odds usadas 2.22
  • Próg. certos 752
  • Próg. errados 1015
comments powered by Disqus

Últimos jogos