Menu
Serie A 1ª Jornada

Pescara – Nápoles (Série A)

De regresso à Série A volvidos três anos, o Pescara estrear-se-á na atual edição do principal escalão com um encontro caseiro diante do vice-campeão Nápoles. Orientada por Maurizio Sarri, a formação do sul de Itália quer prevenir surpresas em dia de estreia.

O Pescara garantiu o regresso ao principal escalão do futebol italiano ao derrotar o Trapani no “play-off” de promoção por um resultado agregado de três bolas a uma. Três anos depois de terem descido à Série B, os “golfinhos” regressam à tona sob a égide de Massimo Oddo, ex-internacional italiano que chegou a Pescara para orientar a formação “Primavera” do clube e em 2015 assumiu os destinos da equipa principal. Na campanha que culminou com o regresso ao primeiro escalão transalpino, a crítica italiana crê que Oddo desempenhou um papel determinante. Campeão do mundo na Alemanha, em 2006, o agora técnico do Pescara conseguiu fortalecer a equipa do ponto de vista psicológica, aliando a isso a sagacidade táctica habitual no futebol italiano.

Gianluca Lapadula, estrela da equipa na Série B, rumou ao AC Milan. No entanto, Gianluca Caprari mantém-se no clube a direção do Pescara assegurou alguns reforços cirúrgicos para a nova época, privilegiando o fortalecimento da base da equipa que disputou a última temporada. Assim, Bizarri, Biraghi, Brugman e Manaj são quatro candidatos a integrar o onze do Pescara. Hugo Campagnaro, Michele Fornasier e Francesco Nicastro são baixas para esta partida, todos devido a lesão. Lutar pela manutenção é o desígnio para a atual temporada e em Pescara reina a certeza de que estão reunidas as condições para cumprir com esse objetivo.

Onze Provável: Bizzarri; Zampano, Biraghi, Coda, Zuparic; Memushaj, Brguman, Benali, Verre; Caprari, Manaj

Serie AMaurizio Sarri devolveu o direito a sonhar à cidade de Nápoles, mérito que ninguém lhe pode retirar ainda que a equipa do sul de Itália não tenha conseguido lograr a conquista do título. A equipa napolitana voltou a exibir o fulgor de outrora, praticando um futebol de vertigem que fez o San Paolo tremer como há muito não se via. Gonzalo Higuaín, argentino que foi um dos principais obreiros da última campanha, transferiu-se para a Juventus protagonizando uma transferência que fica marcada pela negativa no coração dos adeptos napolitanos. Para o seu lugar chegou Milik, internacional polaco que quer provar todo o seu valor em Itália. De resto, a saída de Higuain é a única excepção numa equipa em que a maioria dos elementos que a compõem transitam da época passada. Os reforços Emanuele Giacchereini e Lorenzo Tonelli não poderão ser opção para esta jornada, uma vez que estão os dois lesionados. O médio Jorginho vai cumprir castigo.

Para a nova época, podemos esperar um Nápoles na linha daquilo que se viu em 2015/16, com o estímulo adicional de disputar a Liga dos Campeões. Apontar à conquista do título é um objetivo demasiado ambicioso e os napolitanos sabem disso, mas voltar a estar na luta e conquistar um dos três primeiros lugares é algo bem ao alcance.

Onze Provável: Reina, Hysaj, Koulibaly, Albiol, Ghoulam, Valdifiori, Allan, Hamsik, Callejón, Insigne, Gabbiadini

Domingo de emoções fortes em Pescara, com a equipa local a receber o vice-campeão Nápoles numa data marcada pelo regresso à Série A. À imagem daquilo a que nos habituou na época passada, o conjunto napolitano entrará em campo sem complexos, totalmente apostado em conquistar os três pontos.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Nápoles: Mais de 1.5 Golos 1.52 Betrally
Pescara 1936 logo
Pescara 1936
  • País: Itália
  • Estádio: Adriático
  • Cidade: Pescara
  • Fundação: 1936

Ver ficha completa

napoles
Nápoles
  • País: Itália
  • Estádio: San Paolo
  • Cidade: Nápoles
  • Fundação: 1926

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1541
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 796
  • Próg. errados 666
comments powered by Disqus

Últimos jogos