Faltam apenas duas jornadas para o final da Liga NOS e, com todos os olhares focados na questão do título, onde o Benfica vai conseguindo manter-se à tona, cada vez mais perto de o assegurar, existem ainda outras lutas na competição. A da manutenção ficou bem perto de ficar resolvida esta semana, enquanto a da Europa se irá prolongar até ao último minuto. Vamos à procura de saber o que pode, ainda, acontecer.

Cinco pretendentes para três lugares

É de Liga Europa que se fala neste capítulo. O SC Braga já tem entrada garantida, pela presença na final da Taça de Portugal frente ao FC Porto, mas ainda lhe falta confirmar que é o quarto classificado na Liga NOS. Impressionante, entretanto, que quem lhe coloque a posição em perigo seja o fabuloso Arouca, que com 52 pontos, pode resolver a sua situação já na jornada 33, na visita ao Estoril Praia, ou depois, em casa, frente ao Vitória de Guimarães.

Sobrará o sexto lugar da classificação que oferecerá, uma vez mais, um bilhete para as pré-eliminatórias da Liga Europa. E aqui, restam três candidatos, todos eles com presenças recentes na prova, e com projetos cimentados no objetivo de se manter como uma equipa de perspetivas europeias.

Arouca

O Arouca está bem perto do sonho europeu

Com 48 pontos e quatro vitórias consecutivas, o Paços de Ferreira ganhou ligeira vantagem nesta reta final. Recebendo o Tondela e visitando o Vitória de Setúbal, os castores não podem mesmo desperdiçar ponto algum, se querem manter-se na posição. Até porque uma ligeira descompressão poderá levar o Rio Ave, que leva 47 pontos somados, para a sua frente. O conjunto de Vila do Conde tem agenda mais pesada, recebendo o FC Porto e terminando, na Madeira, frente ao União. Ainda com esperanças, mas a correr por fora, o Estoril Praia soma 46 pontos e, depois de receber o Arouca, irá terminar fora, frente ao Belenenses.

Como se subentende pelos calendários, a disputa será enorme. E a verdade é que, entre Paços de Ferreira e Rio Ave, quem falhar o objetivo poderá sentir alguma desilusão pelo que leva da presente temporada. Já no caso do Estoril, que começou com expetativas muito mais baixas, estar na luta até às jornadas finais é já um excelente resultado. Não se falando, claro, daquilo que o Arouca está a conseguir este ano.

Manutenção: quase tudo resolvido, mas…

A derrota da Académica no terreno do União da Madeira quase fechou todas as discussões sobre a manutenção na Liga NOS. Vitória de Setúbal e União da Madeira, ambos com 29 pontos, têm cinco de vantagem sobre Estudantes e Tondelenses, mas para que algum destes consiga ainda sair dos lugares de descida, precisará de somar duas vitórias nos jogos que restam.

Tondela

Sinais vitais do Tondela deixam manutenção em aberto

Para a equipa de Coimbra, depois de sete jogos sem vencer, o panorama está muitíssimo complicado. Primeiro, recebe o SC Braga no seu estádio, depois viaja até Tondela, onde está um dos seus rivais nesta luta pela salvação em cima da linha de chegada. Os tondelenses têm assim a possibilidade de decidir a sua vida perante o seu público, sendo que, para tal, terão que ir vencer a Paços de Ferreira na jornada 33.

Todas essas contas só serão possíveis se os outros dois implicados continuarem sem pontuar. O União da Madeira visita o Boavista, já salvo, e acaba, em casa, com o Rio Ave. O Vitória de Setúbal não vence há 13 jogos, terá que ir a Alvalade e termina o campeonato, em casa, com o Paços de Ferreira. Situação complicada para os setubalenses, que se vêem na iminência de sofrer até ao fim.

Boas Apostas!