Menu

Palmeiras – River Plate (Taça Libertadores)

Noite de decisões no grupo 2 da Libertadores. À entrada para a 6ª e última jornada, ainda há muito por decidir e apenas duas certezas: O Nacional de Montevideu está apurado para osn oitavos-de-final e o River Plate (URU) já não tem hipótese de se apurar para a fase a eliminar. O Palmeiras permanece na luta mas está dependente de terceiros.

O Palmeiras está na terceira posição do grupo 2  à entrada para a última jornada. Embora não esteja em zona de qualificação para os oitavos-de-final, as aspirações do “Verdão” nesse sentido permanecem intactas.Para este cenário se efetivar, além de vencer o River Plate (URU) no Allianz Parque, o Palmeiras precisa que o Rosário Central seja derrotado na visita a casa do Nacional Montevideu. As contas não são tão lineares quanto isso, isto se tivermos em conta que o primeiro critério de desempate na Libertadores é o saldo de golos. Os argentinos levam vantagem neste capítulo (+3), enquanto que os brasileiros têm tantos golos marcados quanto sofridos. O segundo critério de desempate diz respeito ao número de golos marcados. Nesta lógica, uma vitória do Nacional frente ao Rosário por uma bola a zero, conjugado com um triunfo palmeirense por duas bolas a zero, daria a qualificação aos argentinos que têm mais um golo marcado. Da conjuntura exposta, existe um aspeto importante a reter: Independentemente do que aconteça no Uruguai, o Palmeiras precisa de se concentrar em vencer o respetivo jogo por uma margem confortável.

Segundo os dados facultados pelo portal da “Fox Sports América”, o Palmeiras chegou à última ronda da fase de grupos da Libertadores com hipótese de se apurar em 11 das 15 ocasiões em que participou na competição. Nessas 11 vezes, alcançou a qualificação para os oitavos-de-final em oito.

Nos dois encontros que disputou em casa para a Libertadores, o Palmeiras experimentou sensações distintas. Venceu o Rosário Central (2-0) mas foi surpreendido pelo Nacional de Montevideu (2-1). Chega a este encontro após um empate a três em Buenos Aires, com os rosarinos.

Gabriel Jesus vai cumprir castigo nesta partida. Arouca, Dudu, Edu Dracena e Zé Roberto permanecem em duvida na equipa orientada por Cuca.

Onze Provável: Fernando Prass, Roger Carvalho, Vitor Hugo, Thiago Martins, Egídio, Gabriel, Jean, Matheus Sales, Robinho, Alecsandro, Lucas Barrios

copa libertadores 2014O River Plate (URU) é a única equipa do grupo 2 que já não tem aspirações quanto à passagem. Estreante na Libertadores, conquistou três pontos nas cinco jornadas que já foram disputadas. Apesar de não estar na discussão da qualificação, pode gabar-se a intervenção nas contas da passagem aos oitavos-de-final, sendo que só não conseguiu tirar pontos ao Rosário Central. É uma equipa jovem, algo imatura para competir a este nível embora a prestação global esteja em conformidade com a expectativa gerada aquando da qualificação para a fase de grupos.

Ausente da luta por um lugar na próxima fase, os uruguaios viajam até casa de um dos principais emblemas do futebol brasileiro na defesa da honra. Os comandados de Juan Ramón Carrasco abordam esta partida como mais uma oportunidade para demonstrarem qualidade na competição de clubes mais importante da América do Sul, factor que fará com que a competitividade não sofra em virtude do afastamento já confirmado.

Onze Provável: Nicola Pérez, Darío Flores, Ronaldo Conceição, Giovanni González, Claudio Herrera, Ángel Rodríguez, Bruno Montelongo, Michael Santos, César Taján, Nicolás Schiapaccasse, Sebastián Ribas

O Nacional – Rosário Central tem dado que falar, uma vez que um cenário de empate pode favorecer as duas equipas. A equipa da casa alcançaria o acesso aos oitavos-de-final na primeira posição e os Rosarinos também seguiram em frente independentemente do resultado da partida no Allianz Parque entre Palmeiras e River Plate (URU).  Embora um empate chegue ao Rosário Central (8 pontos) para carimbar a qualificação, um triunfo no Uruguai permitiria ao emblema de Buenos Aires assegurar a qualificação no primeiro lugar do grupo 2. Alheio a esta situação, o Palmeiras quer construir uma vitória pela maior margem possível diante do River Plate (URU) e espera que o saldo do encontro na capital do Uruguai esteja em conformidade com as suas pretensões.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Palmeiras: Mais que 1.5 Golos 1.55 Betrally
palmeiras
Palmeiras
  • País: Brasil
  • Estádio: Allianz Parque
  • Cidade: São Paulo
  • Fundação: 1914

Ver ficha completa

River Plate (URU)
River Plate (URU)
  • País: Uruguai
  • Estádio:
  • Cidade: Montevideu
  • Fundação: 1932

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1463
  • Média Odds usadas 1.8
  • Próg. certos 758
  • Próg. errados 627
comments powered by Disqus

Últimos jogos