Como já se sabe, o futebol é um desporto que movimenta milhões e milhões de euros nas janelas de transferências, e este artigo traz uma lista das 10 transferências mais caras, de jovens com menos de 21 anos, na história do futebol. Nesta lista faz parte o português Renato Sanches que recentemente assinou um contrato com o Bayern de Munique, sendo uma das 3 transferências mais caras da história.

Os Sub-21 mais caros da história do futebol

10. Mario Gotze: Borussia Dortmund – Bayern de Munique – 37 Milhões de Euros

Ex-Borussia Dortmund, mudou-se para os rivais da Baviera à procura do estrelato, mas na verdade, tem andado muito desaparecido.

Ex-Borussia Dortmund, mudou-se para os rivais da Baviera à procura do estrelato, mas na verdade, tem andado muito desaparecido.

Na altura, com 21 anos, esteve envolvido numa das transferências mais badaladas da Alemanha, ao “atraiçoar” o Borussia Dortmund, clube onde foi formado e acabou por despontar, e trocando-o pelo seu maior rival, o Bayern de Munique, que na altura pagou a sua cláusula de rescisão de 37 milhões de euros. Famoso por ter marcado o único golo na final do Mundial 2014 contra a Argentina, que proporcionou o título de campeã do Mundo à Alemanha, o ex-Borussia Dortmund mudou-se para a equipa Bávara à procura do estrelato mas a verdade é que tem passado mais tempo sentado no banco do que em campo.

9. Wayne Rooney: Everton – Manchester United – 37 Milhões de Euros

Bastante jovem na altura, com apenas 18 anos, Wayne Rooney deixou a equipa principal do Everton, na qual actuou durante duas temporadas e alcançou uma marca de 17 golos em 77 jogos, para ingressar pelos Red Devils. Também perseguido pelo Newcastle, que na altura avançou com uma proposta de aproximadamente 18 milhões de libras, valor confirmado pelo agente do jogador, no entanto, na véspera do fim da janela de transferências, o actual capitão da selecção inglesa acabou por ir para o Manchester United, tendo-lhe sido tecidos rasgados elogios de Alex Ferguson, que afirmou na altura que Wayne Rooney era o melhor jogador jovem que já tinha visto em toda a sua carreira como treinador. Desde que assinou pelos Red Devils, o jogador inglês somou 1 Campeonato do Mundo de Clubes, 1 Liga dos Campeões e 5 vezes campeão na Premier League, entre outros, tendo ainda sido considerado o melhor jogador inglês dos anos 2008 e 2009, pertenceu à equipa do Euro 2004, e à equipa do Ano da FIFA em 2011.

8. Luke Shaw: Southampton – Manchester United – 37.5 Milhões de Euros

Contratação que, na altura, o deixam como adolescente mais caro na história do futebol.

Contratação que, na altura, o deixou como adolescente mais caro na história do futebol.

Luke Shaw entrou na academia do Southampton aos 8 anos, e foi aos 16 que se estreou na equipa principal num encontro da Taça de Inglaterra. Quando fez 18 anos, no dia 12 de Julho de 2013, o lateral esquerdo assinou um contrato de 5 anos pelos Saints, e apesar da tenra idade, foi fundamental para o Southampton na temporada de 2013/14 onde disputou um total de 38 jogos como titular. Contudo, a 27 de Junho de 2014 o jogador assinou pelo Manchester United, passando a ser, na altura, o adolescente mais caro no mundo do futebol. Em Setembro de 2015, o lateral esquerdo sofreu uma dupla fractura na perna quando disputava um lance com Héctor Moreno, do PSV, tendo ficado de fora das quatro linhas até Abril deste ano.

7. Lucas Moura: São Paulo – PSG – 40 Milhões de Euros

Lucas Moura juntou-se ao São Paulo em 2005 após jogar nas camadas jovens do Corinthians e do Clube Atlético Juventus, tendo sido em 2010 que o brasileiro entrou em campo pela primeira vez pela equipa principal do São Paulo, numa temporada onde conseguiu marcar 4 golos e fazer 4 assistências em 25 jogos. Em 2011, Lucas marcou 9 golos e fez 4 assistências somente no Brasileirão Serie A. No verão de 2012, tanto o Manchester United como o Inter de Milão estavam interessados em contratar Lucas Moura, no entanto, foi no dia 8 de Agosto que o PSG venceu a batalha contra os ingleses e os italianos e anunciou que o brasileiro se mudaria para o clube em Janeiro de 2013. Na altura, foi a maior transferência do clube francês. Desde que assinou pelos Parisienses, o brasileiro foi 4 vezes campeão de França, venceu 1 Taça de França, 3 Taças da Liga e 3 Supertaças de França.

6. Eden Hazard: Lille – Chelsea – 40 Milhões de Euros

Na altura cobiçado por vários dos gigantes da Europa, Hazard decidiu assinar pelo Chelsea, na altura, campeão da Europa.

Na altura cobiçado por vários dos gigantes da Europa, Hazard decidiu assinar pelo Chelsea, na altura, campeão da Europa.

Hazard começou a sua carreira de futebol no clube da sua cidade natal Royal Stade Brainois, movendo-se para o AFC Tubize 5 anos mais tarde onde foi descoberto por um olheiro do Lille. Assim sendo, o belga chegou a França em 2005 com 14 anos, passando pelas camadas jovens e tendo chegado à equipa principal a mando do técnico Claude Puel, para um jogo amigável com o Club Brugge a 27 de Setembro de 2007. Chegando a temporada de 2008/09, o extremo já tinha clubes notáveis atrás dele como o Arsenal, Manchester City, Manchester United, Chelsea, Barcelona, Inter de Milão e Real Madrid, tendo sido aconselhado pelo próprio Zinedine Zidane aos madrilenos, e a 29 de Abril foi nomeado para o prémio de jogador do Ano da Ligue 1.

Na temporada de 2010/11, Hazard ajudou o Lille a vencer a Ligue 1 e ganhou o prémio de jogador do Ano da Ligue 1 em 2010/11 e 2011/12. Foi então a 4 de Junho de 2012, onde ainda era disputado pelos rivais de Manchester, United e City, que o belga assinou pelo Chelsea, na altura, actual campeão da Europa, numa transferência que custou 40 milhões de euros aos cofres do emblema londrino. Desde que chegou ao Chelsea, Hazard venceu uma Premier League, uma Taça da Liga de Inglaterra e uma Liga Europa, tendo ainda sido considerado o jogador do Ano do Chelsea em 2013/14 e 2014/15 e o melhor jogador da Premier League em 2014/15.

5. James Rodríguez: FC Porto – AS Mónaco – 45 Milhões de Euros.

James Rodríguez na sua breve passagem pelo AS Monaco, e um dos grandes negócios do FC Porto.

James Rodríguez na sua breve passagem pelo AS Monaco, e um dos grandes negócios do FC Porto.

James Rodríguez começou a sua carreira em 2006 na 2ª divisão colombiana pelo Envigado, com o qual alcançou o principal escalão de futebol colombiano em 2007 ao ser promovido. Em 2008, o colombiano assinou pelo Banfield da Argentina e em 2009 ajudou o clube a vencer, pela primeira vez na sua história, o campeonato argentino, tendo mais tarde sido comparado com Cristiano Ronaldo pelo site de desporto Diario Olé, ficando a ser apelidado de “James Bond de Banfield”.

Em 2010/11 James mudou-se para o FC Porto, por 5.1 milhões de euros, onde passou 3 temporadas de sonho, vencendo a Liga Europa em 2010/11, uma Taça de Portugal, 3 Taças da Liga, e sagrando-se tricampeão português. Foi então em 25 de Maio de 2013 que foi anunciada a sua transferência para o clube francês AS Monaco pela quantia de 45 milhões de euros, a maior transferência do campeonato português, a seguir ao antigo colega de equipa Hulk, transformando-se assim na maior transferência da história do clube francês. O colombiano não conquistou nenhum título no campeonato francês, no entanto, ajudou o clube monegasco a garantir um lugar de acesso à Liga dos Campeões antes de sair para o Real Madrid.

4. Raheem Sterling: Liverpool – Manchester City – 69 Milhões de Euros

Sterling nasceu na Jamaica onde permaneceu até aos 7 anos, emigrando com essa idade com a sua mãe para Londres, começando a sua carreira futebolística pelos Queens Park Rangers, antes de ser contratado pelo Liverpool em 2010. Foi então em 2012 que o jamaicano conseguiu a sua primeira presença na Premier League contra o Wigan Athletic, quando ainda tinha 17 anos, o que fez dele o 3º jogador mais jovem a jogar pelo clube ao mais alto nível. Sterling foi considerado o jogador do ano do Liverpool em 2013/14 e em 2014/15. Após uma intensa disputa pelo contrato do jogador, o Manchester City finalmente avançou com uma proposta do interesse do Liverpool, contratando assim o jovem jamaicano por um total de 69 milhões de euros, deixando assim os Reds aos 20 anos, após ter disputado 129 jogos e marcado 23 golos, tornando-o na transferência mais cara de sempre por um jogador inglês. Até à data, o único título conquistado no Manchester City foi a Taça da Liga Inglesa este ano.

3. Renato Sanches: Benfica – Bayern de Munique – 35 Milhões de Euros, mas o valor pode chegar aos 80 milhões

Em menos de 1 ano, Renato Sanches passa do Benfica B para a equipa principal, e daí, para o Gigante da Baviera.

Em menos de 1 ano, Renato Sanches passa do Benfica B para a equipa principal, e daí, para o Gigante da Baviera.

Nascido em Lisboa, Renato Sanches começou a sua carreira no mundo do futebol aos 8 anos de idade nas Águias da Musgueira, juntando-se à academia do Benfica em 2006, com 9 anos de idade. Na temporada de 2014/15 fez o seu primeiro jogo pela equipa do Benfica B na Segunda Liga, num empate a 2-2 contra o Feirense. Em menos de 1 ano, Renato Sanches passou da equipa B para a ribalta, estreando-se no empate de 2-2 em terreno do Astana, para a Liga dos Campeões no dia 25 de Novembro, jogando durante os 90 minutos da partida.

Na segunda-feira seguinte ao confronto da Liga Milionária, entrou novamente como titular contra o SC Braga e recebeu vários elogios dos media, e foi aos 18 anos de idade no dia 4 de Dezembro que marcou o seu primeiro golo ao serviço das Águias ao bater o guarda-redes Trigueira, da Académica de Coimbra, com um remate de 30 metros de distância, mais tarde, considerado o golo do mês. Foi então no dia 10 de Maio que o jovem Renato Sanches assinou pelo Bayern de Munique, num contrato de 5 épocas numa transferência de 35 milhões de euros que pode mesmo chegar aos 80 milhões, caso se cumpram certos objectivos. A transferência do jogador foi a mais cara de um português para o futebol estrangeiro, tornando-se também o primeiro português a juntar-se ao Bayern de Munique.

2. Anthony Martial: AS Mónaco – Manchester United – 50 Milhões de Euros, mas o valor chegar aos 80 milhões

Martial passou os seus primeiros anos de futebol no CO Les Ulis, clube que formou Patrice Evra e Thierry Henry, e foi em 2009, com 14 anos de idade, que foi descoberto por olheiros da academia do Lyon que não hesitaram em contratar o jovem jogador nesse mesmo ano. Durante o seu segundo ano como Sub-17, o francês deu nas vistas ao marcar 32 golos em apenas 21 jogos, o que resultou em ser convocado à selecção de França Sub-17, para o Europeu de 2012 na Eslovénia. O seu primeiro jogo na equipa principal do Lyon foi a 6 de Dezembro num embate da Liga Europa, e a sua primeira presença na Ligue 1 foi a 3 de Fevereiro de 2013 contra o GFC Ajaccio.

No dia 30 de Junho de 2013, o jovem francês assinou pelo AS Monaco numa transferência de 5 milhões de euros, clube onde explodiu sob as ordens de Leonardo Jardim e não tardou muito a dar nas vistas dos grandes clubes da Europa. Após 70 jogos e 15 golos ao serviço do AS Monaco, no dia 1 de Setembro de 2015, o jovem francês assinou pelo gigante inglês do Manchester United, uma transferência de 80 milhões de euros que encheu os cofres à equipa monegasca, quebrando o record anterior da transferência de Luke Shaw, no anterior. Sem ter ainda conquistado nenhum título colectivo, o francês foi considerado o Golden Boy de 2015.

1. Neymar: Santos – Barcelona – 83.5 Milhões de Euros.

O Sub-21 mais caro do mundo, que agora faz parte do tridente ofensivo mais temido da Europa, e do Mundo.

O Sub-21 mais caro do mundo, que agora faz parte do tridente ofensivo mais temido da Europa, e do Mundo.

Foi em 2003, com 11 anos de idade, que Neymar chegou às camadas jovens do Santos, onde não saiu até se tornar profissional, embora aos 14 anos tenha viajado até Espanha para fazer uma espécie de estágio no Real Madrid, e mesmo apesar de ter sido aprovado nos testes da equipa espanhola e chegado mesmo a ser registado na federação madrilena de futebol, a directoria do Santos pagou na altura 1 milhão de Reais para que o jogador permanecesse nas camadas jovens e se tornasse profissional lá, estando cientes de que poderiam perder o seu futuro craque. A sua primeira estreia na equipa principal do Santos foi a 7 de Março de 2009, quando tinha 17 anos, e a sua última partida ao serviço do emblema brasileiro foi em 25 de Março de 2013. Ao longo da sua carreira pelo Santos, o jovem brasileiro disputou 230 encontros, marcando 138 golos e fazendo 65 assistências, conquistando 3 Campeonatos Paulista, 1 Copa do Brasil, 1 Taça Libertadores e uma Recopa Sul-America, tendo ainda sido eleito melhor jogador do ano do Brasileirão Serie A em 2011, entre outros títulos individuais.

A transferência de Neymar envolveu muita polêmica, tendo sido oficializada em 25 de Maio de 2013 e o valor divulgado da transferência foi de 57 milhões de euros, sendo na realidade, 83.5. Esta oficialização veio pôr fim à especulação de que o brasileiro poderia ir para o Real Madrid, que efectuou uma oferta superior aos Culés, contudo, Neymar estava prometido ao Barça desde 2011, tendo o vice-presidente do clube catalão afirmado que o jogador teria recebido 10 milhões de euros em adiantamento, e caso o acordo não fosse cumprido por uma das partes, iriam haver indemnizações. Desde a sua chegada à equipa da Catalunha que o seu potencial explodiu exponencialmente, fazendo agora parte do tridente ofensivo mais temido do Mundo, e tendo sido eleito o 3º melhor jogador do Mundo em 2015 pela FIFA. Desde que está no Barcelona, o capitão da selecção brasileira disputou 145 jogos, marcando 88 golos e fazendo 42 assistências, e conquistando 1 Supertaça de Espanha, 1 campeonato espanhol, 1 Taça do Rei, 1 Liga dos Campeões e 1 Campeonato do Mundo de Clubes.

Boas Apostas!