Menu

Novak Djokovic – Roger Federer (ATP Finals)

A final mais esperada acabou por acontecer. Novak Djokovic e Roger Federer, respetivamente número um e número dois mundial, enfrentam-se na decisão do ATP Finals. Os dois tenistas apresentaram um excelente nível de jogo nas meias-finais e por isso têm todos os ingredientes para disputarem uma final de alto nível nesta segunda-feira. Apesar de não ser decisiva para a luta do posto de número um até final deste ano – a liderança já está entregue a Novak Djokovic até janeiro do próximo ano – a verdade é que a vitória neste duelo pode fazer toda a diferença para o início da próxima temporada, principalmente quando o tenista sérvio precisar de defender o título conseguido no Open da Austrália.

Se olharmos apenas para o confronto direto, a vantagem está toda para o lado de Roger Federer. O tenista de Basileia tem 16 triunfos e apenas 12 derrotas frente a Novak Djokovic. Grande parte das vitórias do suíço vieram antes de 2010 enquanto a maior parte dos triunfos do sérvio aconteceram em nos últimos dois anos. Mas se tivermos em análise apenas o desempenho dos dois tenistas este ano, o head-to-head está empatado, com dois triunfos para cada lado. Roger Federer venceu em Wimbledon e Cincinnati enquanto que Novak Djokovic triunfou no pó de tijolo de Roland Garros e em Roma. No entanto, os triunfos do tenista suíço acabam por ser mais importantes visto que aconteceram em pisos muito semelhantes ao que é jogado o ATP Finals. Mas antes de pensar em apostar neste confronto, tenha em atenção alguns números:

ATP FinalsNovak Djokovic este ano

74 vitórias e 12 derrotas
5 títulos – um Grand Slam e 3 Masters
US$ 8,2 milhões de prémios oficiais
16-12 em tiebreaks
23-10 em jogos contra top 10
5-5 em finais disputadas no ano (sem o ATP Finals)
16-3 em jogos decididos no 3º ou 5º sets
49-5 sobre court mais rápidos
4-1 em court fechados
62-1 após vencer o primeiro set
12-11 após perder o primeiro set

Roger Federer este ano

71 vitórias e 11 derrotas
6 títulos – um Slam e 3 masters
US$ 6,6 milhões de prémios oficiais
20-14 em tiebreaks
16-8 em jogos contra top 10
6-3 em finais disputados no ano (sem o FInals)
14-3 em jogos decididos no 3º ou 5º sets
41-6 sobre court mais rápidos
11-3 em courts fechados
59-2 após vencer o primeiro set
12-8 após perder o primeiro set

Tendo em conta estes números, podemos afirmar que não existe, à partida, um grande favorito para esta final. Novak Djokovic leva uma pequena vantagem, não só pelo ténis que tem apresentado desde o início da competição mas também porque tem vencido os últimos confrontos frente ao suíço. O seu ténis mais defensivo e consistente costuma fazer moça no jogo de Fererer, principalmente na sua esquerda. Por outro lado, o número dois mundial vem de uma partida muito bem jogada frente a Andy Murray e tirando a derrota frente a Del Potro, Federer tem jogado um ténis de grande nível. Acima de tudo, ele joga com o público a seu favor, o que poderá fazer a diferença num duelo tão equilibrado quanto este. A diferença entre o vencedor e o vencido passará muito pelo serviço de Federer e pela resposta de Djokovic. A arma que estiver melhor calibrada fará a diferença.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Erro
Roger Federer a vencer o jogo 2.37 Bet365
novakdjokovic
Novak Djokovic
  • País: Sérvia
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

rogerfederer
Roger Federer
  • País: Suíça
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Luciano Larrossa
  • Próg. realizados 47
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 23
  • Próg. errados 21
comments powered by Disqus

Últimos jogos