Menu

Novak Djokovic – David Goffin (ATP Masters Miami)

Novak Djokovic continua o seu percurso em Key Biscayne, em busca do sexto título individual na prova e tentando ultrapassar a marca de vinte e sete troféus em torneios da série Masters 1000, que detém conjuntamente com Nadal. Tomas Berdych obrigou o sérvio a lutar por cada um dos seus pontos no primeiro set dos quartos de final mas não evitou o desfecho que se antecipava. David Goffin chega à segunda semifinal do ano em torneios desta categoria e está a travessar um grande momento de forma. Dependendo do que acontecer nesta meia-final o belga subirá a número doze ou treze do ranking ATP. De qualquer forma será a sua melhor classificação de sempre no circuito profissional de ténis.

Novak Djokovic já conta com cinco títulos no Masters 1000 de Miami. Venceu pela primeira vez em 2007 e seguiram-se quatro nas últimas cinco edições (2011, 2012, 2014 e 2015). É muito provável que o sexto aconteça já nesta edição, já que a pouca concorrência que o sérvio normalmente enfrenta no circuito está francamente reduzida nos que restam em Key Biscayne.

Nas rondas iniciais o número um mundial ultrapassou sem dificuldades o britânico Kyle Edmund (6-3, 6-3) e o português João Sousa (6-4, 6-1). Nos oitavos de final Djokovic já passou por alguns apertos, frente a Dominc Thiem (6-3, 6-0), assim como na eliminatória seguinte, diante de Tomas Berdych (6-3, 6-3). Mas o que ficou evidente é que mesmo o melhor do austríaco e do checo não foi suficiente para criar problemas sérios ao sérvio. Até chegar à meia-final o número um do mundo ainda não precisou de um terceiro set para queimar etapas, em sequer foi obrigada a um tie break.

miami_300O sérvio só deixou de se sagrar campeão num dos quatro eventos em que participou em 2016. Foi no Dubai, onde se viu forçado a abandonar nos quartos de final – jogava com Feliciano López – devido a uma infeção ocular. Mas os restantes não lhe escaparam. Em Doha venceu Rafa Nadal (6-1, 6-2), conquistou o Major australiano derrotando Andy Murray (6-1, 7-5, 7-6) e em Indian Wells ofuscou Milos Raonic (6-2, 6-0).

David Goffin está a ter um 2016 em grande. Ao bater pela primeira vez o francês Gilles Simon (3-6, 6-3, 6-1) nos quartos de final tornou-se o primeiro belga a alcançar a meia-final do Open de Miami. O arranque de Goffin nos ATP Masters 1000 da temporada está a ser extraordinário. Depois da semifinal na Califórnia, onde só foi travado por Raonic (6-3, 3-6, 6-3), o tenista belga repete a proeza, no mínimo. Aconteça o que acontecer daqui para a frente, David Goffin alcança na próxima segunda-feira, altura em que os rankings são atualizados, a sua melhor classificação de sempre no circuito profissional: décimo segundo ou décimo terceiro.

Gilles Simon até entrou melhor na partida. Conseguiu contrariar seis pontos de break e acabou a vencer o primeiro set. Mas Goffin serviu particularmente bem ao longo de todo o encontro e foi esse o fator diferenciador que o fez inverter rapidamente a vantagem inicial do francês. No último parcial, enquanto servia, o belga só cedeu quatro pontos e acabaria por carimbar a passagem à meia-final em menos de duas horas.

2015 Cincinnati Djokovic 2   6 2 6 R16
Goffin 1 4 6 3
2013 Cincinnati Djokovic 2   6 6 R16
Goffin 0 2 0
2013 Roland Garros Djokovic 3   7 6 7 1R
Goffin 0 6 4 5

Goffin perdeu os três embates anteriores com Djokovic. O sérvio tem ascendente sobre qualquer outro jogador atual e o belga não é exceção. Por isso, a pressão é nula. O que vier a mais é bónus. E no confronto mais recente, no ano passado em Cincinnati, Goffin forçou um terceiro parcial.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Mais de 9.5 jogos no 2º set 1.95 Betrally
novakdjokovic
Novak Djokovic
  • País: Sérvia
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

david_goffin
David Goffin
  • País: Bélgica
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1781
  • Média Odds usadas 2.22
  • Próg. certos 746
  • Próg. errados 1008
comments powered by Disqus

Últimos jogos