Menu
  • 13 março
  • 21:00
  • Betrally

New York City – Toronto FC (MLS)

Um excelente jogo em perspetiva entre duas equipas que se apresentaram a vencer fora na jornada inaugural da MLS, mas ambas com pormenores para resolver já nesta semana. Melhor esteve o Toronto FC que, no terreno dos New York Red Bulls, congelou a iniciativa adversária apresentando uma melhorada estrutura defensiva, tendo depois em Sebastián Giovinco, o melhor jogador da Liga na época passada, o elemento da decisão do jogo a seu favor. Já o New York City apresentou-se com uma face mais coletiva, apostando num jogo muito apoiado e veloz, tendo conseguido marcar quatro golos, mas deixando também à mostra a face de uma equipa com imensas lacunas defensivas. No terreno de jogo mais apertado da MLS, veremos como se comportam as estrelas de uma e de outra equipa, em busca da segunda vitória da temporada.

O New York City começou a temporada da melhor maneira, com uma vitória no terreno dos Chicago Fire por 4-3. Em dia de estreia, Patrick Vieira provou pela primeira vez o ambiente da MLS e também a dureza física com que os encontros são disputados. Dentro do seu primeiro onze, surpreendeu a utilização de dois extremos rápidos como Khiry Shelton e Tony Taylor, oferecendo maior velocidade à equipa e retirando muita pressão dos ombros de David Villa, que joga agora muito mais apoiado nos dois elementos mais criativos do meio-campo, Tommy McNamara e Mix Diskerud. A equipa do City privilegiou um jogo mais apoiado, com Andrea Pirlo a marcar presença na construção, mas a ser o italiano, também, um primeiro sinal de alguma fragilidade da equipa. Numa Liga com imensa luta a meio-campo, a não utilização de nenhum médio defensivo de características mais físicas, expôs uma linha defensiva que está longe de parecer organizada. Ethan White, deixado do lado direito, ainda foi um jogador que tentou apagar fogos, mas raramente se viu capacidade para não sofrer golos. Não fosse Josh Saunders ter feito mais uma enorme exibição, os New York City não teriam razões para festejar. Com Frank Lampard muito provavelmente de fora do jogo desta segunda semana, veremos se Patrick Vieira irá mexer no seu setor mais recuado, sendo que Iraola é uma possível adição para o lado direito da defesa, devolvendo White ao corredor central.

Onze Provável: Saunders – Iraola, White, Brillant, Matarrita – Mix Diskerud, A. Pirlo, T. McNamara – K. Shelton, David Villa, T. Taylor.

MLSO Toronto FC já venceu em Nova Iorque este ano e chega ao Yankee Stadium com confiança de poder repetir a graça. Aliás, fala-se de repetições neste início de temporada para o conjunto de Toronto, que voltará a fazer as primeiras oito jornadas longe de casa, devido a novas obras no BMO Field. O que não se repete é a fragilidade que a equipa apresentou durante grande parte da temporada passada, com Greg Vanney a impôr um sistema de jogo na primeira semana que espantou os analistas, pela sua sobriedade, consistência e resultado. A equipa de Toronto alinhou com um 4-1-4-1, onde as suas duas grandes estrelas apareciam a explorar os espaços fora das linhas. Michael Bradley regressou à sua posição de pivô defensivo, com a sua qualidade de passe a sobressair na saída para o ataque, enquanto Giovinco foi um elemento algo isolado, mas sempre capaz de criar perigo pelos seus próprios meios. A merecer nota de destaque estiveram as novidades na defesa, com o guarda-redes Clint Irwin a brilhar e Beitashour e Moor a fazerem excelente companhia a Perquis e Morrow, sobrando depois para jogadores que atuaram nos corredores as melhores notas finais. Tsubasa Endoh mostrou ser um rookie com enorme qualidade e foi decisivo ao cavar a penalidade do primeiro golo, enquanto Marky Delgado, que entrou já no decorrer da segunda parte, conquistou a bola que, depois de passar por Giovinco, haveria de ser a do segundo golo. Com Altidore ainda com problemas físicos, tudo indica que Vanney apresentará o mesmo onze.

Onze Provável: Irwin – Beitashour, Moor, Perquis, Morrow – M. Bradley – Endoh, W. Johnson, Osorio, Lovitz – S. Giovinco.

Estas equipas defrontaram-se por três vezes na temporada passada, com o City a vencer dois dos encontros e um terceiro a terminar empatado.

New York City FC 2-0 Toronto FC
MLS 2015
New York City FC 4-4 Toronto FC
MLS 2015
Toronto FC 0-2 New York City FC Grp.East
MLS 2015

As dimensões do terreno condicionam boa parte das estratégias das equipas que jogam no Yankee Stadium, mas levando em linha de conta aquilo que vimos na semana passada, o conjunto de Toronto poderá aproveitar para fechar ainda mais o acesso à sua baliza. Da parte do New York City e Patrick Vieira, espera-se um sinal convincente de melhoria em termos defensivos, sem perder a intensidade ofensiva demonstrada.

Prognóstico Odd Casa Erro
Vitória do Toronto FC 2.80 Betrally
New York City FC
New York City FC
  • País: Estados Unidos
  • Estádio: Yankee Stadium
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Toronto FC
Toronto FC
  • País: Canadá
  • Estádio: BMO Field
  • Cidade: Toronto
  • Fundação: 2006

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2880
  • Média Odds usadas 2.15
  • Próg. certos 1352
  • Próg. errados 1488
comments powered by Disqus

Últimos jogos