Menu

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Mischa Zverev – João Sousa (ATP Masters Indian Wells)

João Sousa igualou já a sua melhor prestação no Masters 1000 de Indian Wells. O tenista português mais cotado de sempre não entrou bem na partida mas acabou por encontrar maneira de dar a volta à situação, eliminando o argentino Diego Schwartzman ao cabo de duas horas e pouco. Como cabeça de série, Mischa Zverev teve passagem automática à segunda ronda. Os dois só se defrontaram uma vez, no Challenger de Istambul, com o vimaranense a sair por cima.

O mais velho dos irmãos Zverev fez grande sensação ao chegar aos quartos de final do Open da Austrália, feito que lhe permitiu uma considerável subida no ranking. O maior choque veio com a eliminação do número um mundial, Andy Murray (7-5, 5-7, 6-2, 6-4) na etapa anterior, antes de ser empurrado para fora por Roger Federer (6-1, 7-5, 6-2). É agora trigésimo segundo. Muitos têm louvado Mischa Zverev por ter recuperado para os grandes palcos do circuito o serviço e vólei, como estratégia válida para contrariar a corrente dominante que trabalha exaustivamente as pancadas do fundo do court.

O facto é que depois do Major Australiano, o alemão de vinte e nove anos caiu sempre na primeira ronda dos torneios que disputou. Em Montpellier perdeu com o francês Kenny de Schepper (6-4, 6-3), em Roterdão foi vítima de Grigor Dimitrov (6-7, 6-2, 6-4) e em Acapulco apanhou pela frente Rafael Nadal (6-4, 6-3). No torneio francês teve o prémio de consolação de conquistar o título na modalidade de pares, ao lado do irmão Alexander.

Indian_Wells_300Tal como João Sousa, Mischa Zverev tem como melhor registo em Indian Wells a segunda ronda, em 2011 e 2013, pelo que para um dos tenistas será um passo em frente.

Desta vez, ao contrário do que aconteceu no ano passado, o tenista vimaranense não ficou dispensado da primeira ronda. Teve que ultrapassar Diego Schwartzman (4-6, 6-3, 6-4) e não foi tarefa fácil. Em parte porque o argentino se apresentou forte, mas também porque o próprio Sousa precisou de resolver algumas questões do seu próprio jogo. Abriu o encontro a servir e perdeu o primeiro jogo sem conseguir pontuar. O set foi algo confuso para os dois lados, com mais duas quebras de serviço para cada lado e Schwartzman beneficiou daquele desacerto inicial de Sousa para o reclamar. No segundo parcial os dois tenistas acalmaram e veio ao de cima as componentes táticas. Com a partida equilibrada, no terceiro set voltaram os breaks alternados mas o português não permitiu que o ascendente lhe escapasse nos momentos decisivos.

Frederico Marques confirmou a importância do seu pupilo ter conseguido dar a volta. É sempre importante, sobretudo depois do desaire sofrido na semana passada em São Paulo, onde João Sousa esteve com um pé na segunda final da temporada mas acabou derrotados por Albert Ramos (6-7, 7-5, 6-2). É natural que surjam certas dúvidas, certos receios, e a única forma de os desfazer é superar o desafio em que se está envolvido. Com a semifinal do Brasil Open o tenista português manteve o trigésimo sétimo lugar do ranking ATP.

Ainda esta sexta-feira, madrugada em Portugal, Sousa defrontará a dupla Nadal/ Tomic ao lado de Pablo Carreño Busta.

2010 Challenger de Istanbul Sousa 2 7 6 1R
Zverev 0 6 3

Mischa Zverev e João Sousa só se defrontaram uma vez, já lá vão sete anos, no Challenger de Istambul. O português venceu o duelo em sets diretos mas teve que ir a tie break num deles.

Prognóstico Odd Casa Erro
Vitória de Sousa 1.72 Betclic
Mischa_Zverev
Mischa Zverev
  • País: Alemanha
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

João Sousa
João Sousa
  • País: Portugal
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1783
  • Média Odds usadas 2.22
  • Próg. certos 748
  • Próg. errados 1009
comments powered by Disqus

Últimos jogos