Menu

Milos Raonic – Nick Kyrgios (ATP Masters Miami)

Milos Raonic e Nick Kyrgios disputam entre si um lugar na meia-final do Open de Miami, o que será uma estreia para quem quer que seja que passe a eliminatória. O Masters é o quinto torneio em que o canadiano participa em 2016 e só no Open da Austrália falhou a final. Raonic está em grande forma e afastou Dzumhur se ter que enfrentar nenhum ponto de break. Kyrgios bateu nos oitavos o russo Andrey Kuznetsov e ainda não precisou de um terceiro set para vencer nenhuma das rondas anteriores.

Milos Raonic está a fazer uma grande temporada. O Masters 1000 de Miami é o quinto torneio em que participa em 2016 e nos quatro anteriores chegou pelo menos à semifinal. Foi em Melbourne, onde obrigou Andy Murray a cinco sets para seguir em frente no Open da Austrália (4-6, 7-5, 6-7, 6-4, 6-2). Nas provas restantes foi finalista. Em Brisbane somou um título ao palmarés individual, derrotando para o efeito Roger Federer por duplo 6-4. Em Abu Dhabi perdeu para Rafael Nadal (7-6, 6-3) e em Indian Wells não resistiu ao sérvio que domina o ténis mundial (6-2, 6-0).

Havia alguma curiosidade para perceber como se apresentaria no Masters da Califórnia, ao fim de mês e meio afastado da competição devido a problemas físicos. O canadiano fez um regresso ao melhor estilo, ultrapassando Berdych (6-4, 7-6), Monfils (7-5, 6-3) e Goffin (6-3, 3-6, 6-3) para chegar ao jogo do título.

Aconteça o que acontecer na sexta-feira Raonic já igualou a sua melhor prestação de sempre em Key Biscaine. Em 2014 foi afastado nos quartos de final por Nadal, veremos se desta consegue ir um pouco mais longe. Neste ano o canadiano teve que medir forças com Denis Kudla (7-6, 7-6), Jack Sock (7-6, 6-4) e Damir Dzumhur (6-0, 6-3) nas rondas anteriores. Sempre com um jogo muito consistente, Milos Raonic precisou de pouco menos de uma hora para eliminar o tenista bósnio. Enquanto servia só deixou escapar seis jogos e ao longo de todo o encontro não chegou a ter que defender um único ponto de break.

Raonic está na décima segunda posição da hierarquia, tendo perdido apenas três partidas desde o início da época (dezanove vitórias).

miami_300Este poderá muito bem ser o ano da maioridade para Nick Kyrgios. O jovem australiano conquistou em fevereiro o seu primeiro título no circuito profissional. Foi em Marseille, batendo na final Marin Cilic (6-2, 7-6), depois de nas etapas anteriores se ter superiorizado a Richard Gasquet e Tomas Berdych, por exemplo. Foi uma excelente indicação e ao invés da esperada explosão de alegria Kyrgios assumiu o triunfo com muita contenção. No fundo, será o primeiro de muitos, basta que ele se decida a isso. Também conseguiu terminar o período de pena suspensa sem armar mais confusão, o que se saúda, sobretudo para o tenista em causa. Mas esta terça-feira, em Miami, já voltou a ter uma pequena explosão. A indignação talvez se justifique. Kyrgios limitou-se a refletir com a raqueta uma bola que tinha sido atirada na sua direção mas o árbitro de cadeira admoestou-o. O que deu origem a uma tirada de que o ténis é tendencioso e que se fosse outro não seria punido por um gesto involuntário. O castigo foi injusto mas o que o australiano atribui a uma perseguição pessoal ou considero pagar pela reputação que se cultiva.

No final do mês passado, no Dubai, Kyrgios chegou aos quartos de final do ATP do Dubai. Perdeu o primeiro set frente a Stan Wawrinka e acabaria por abandonar com uma lesão nas costas (6-4, 3-0). Voltou ao circuito em Indian Wells e não correu bem, caindo logo à primeira tentativa, diante de Albert Ramos (7-6, 7-5). Os dias extra que teve para se preparar deram resultado e em Miami o vigésimo sexto mais cotado do circuito já está nos quartos de final. Os adversários das etapas anteriores foram todos despachados em sets diretos: Baghdatis (6-2, 6-1), Smyczek (6-4, 6-4) e Kuznetsov (7-6, 6-3).

2015 Wimbledon Kyrgios 3   5 7 7 6 3R
Raonic 1 7 5 6 3
2014 Wimbledon Raonic 3   6 6 6 7 QF
Kyrgios 1 7 2 4 6
2014 Roland Garros Raonic 3   6 7 6 1R
Kyrgios 0 3 6 3

É a primeira vez que Raonic e Kyrgios se defrontam fora do contexto das provas do Grand Slam. Em Roland Garros o canadiano levou a melhor. Em Wimbledon – nas duas últimas edições – cada um assegurou a sua vitória.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Kyrgios vence o 2º set 2.00 Betrally
Milos Raonic
Milos Raonic
  • País: Canadá
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Nick_Kyrgios
Nick Kyrgios
  • País: Austrália
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1905
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 802
  • Próg. errados 1076
comments powered by Disqus

Últimos jogos