Menu

Manchester United – Manchester City (Premier League)

Não é exagero afirmar que esta é a partida mais aguardada da temporada em Inglaterra. Desde que foi anunciada a vinda dos dois treinadores para Manchester que media e adeptos antecipam este duelo que reacende a rivalidade entre Mourinho e Guardiola. Aguero recebeu três jogos de castigo pela agressão a Reid e fica de fora. Os jogadores americanos do United só chegam a Inglaterra na sexta-feira, o que coloca a sua utilização em dúvida. O treinador português está a ser pressionado para incluir Rashford no onze inicial. É sentar e apreciar o jogo de xadrez.

A vinda de Pep Guardiola e José Mourinho para os rivais de Manchester subiu a fasquia para todos os participantes da Liga Inglesa. Também deu início a uma onda de antecipação que vai culminar no primeiro reencontro entre os dois treinadores, agora no campeonato inglês. A rivalidade atingiu pontos épicos quando os dois eram os responsáveis máximos de Real Madrid e Barcelona mas sempre foi muito mais de que um disputa pessoal. O catalão leva vantagem nos confrontos diretos – sete vitórias contra três do português, com seis empates pelo meio – mas aqui é quase o regressar à estaca zero. Os dois técnicos superestrela são novos nas respetivas equipas e têm ainda muito trabalho pela frente até que tudo esteja a funcionar sob rodas. O arranque na Liga foi cem por cento vitorioso para ambos. O Red Devils venceram o Bournemouth (1-3), Southampton (2-0) e Hull City (0-1); os Citizens bateram o Sunderland (2-1), Stoke City (1-4).

Se não é exagerado afirmar que esta é a partida mais aguardada da temporada em Inglaterra também não será afirmar que Mourinho anda a pensar nela desde que assumiu o cargo. O treinador português vai fazer de tudo para o Manchester United dar uma demonstração de força. Ele sabe bem como é importante a componente simbólica de nos impormos à nossa maior ameaça. Neste momento, a sua maior preocupação é com Antonio Valencia. O equatoriano, considerado o jogador do mês na Premier League, tem sido uma peça fundamental no United de Mourinho. Mas ele e os sul-americanos do plantel – Marcos Rojo e Sergio Romero – só deverão pôr os pés em Inglaterra na véspera do dérbi de Manchester. É possível que o técnico tenha que recorrer a Matteo Darmian ou Phil Jones para assumir.

Luke Shaw e Henrick Mkhitaryan chegaram tocados dos trabalhos com as respetivas seleções. O arménio foi a única contratação de Mourinho que não pegou de raiz no onze do United, em boa parte por ter sempre pequenas limitações físicas. Eric Bailly e Ibrahimovic já justificaram o investimento. Pogba chegou viu, venceu e encantou os adeptos.

São muitos os que pressionam o treinador português para utilizar Marcus Rashford. O “miúdo” só teve direito a vinte minutos de jogo neste início de época mas foi dele o golo que valeu os três pontos frente ao Hull City. Apesar dos dezoito aninhos o inglês já tem um historial de golos decisivos ao serviço da primeira equipa dos Red Devils: dois golos na estreia, ao Midtjyland na Liga Europa, outros dois no triunfo sobre o Arsenal, e o da vitória no dérbi de Manchester da época passada. Preterido por Allardyce na convocatória para a seleção A, Rashford fez um hat trick frente à Noruega pelos sub-21, o que demonstra a sua força mental. Contudo, o jovem ainda tem que aprender a defender quando ocupa a lateral, situação que Mourinho está a trabalhar.

Onze Provável: De Gea – Valencia, Bailly, Blind, Shaw – Pogba, Felaini – Mata, Rooney, Martial – Ibrahimovic.

Premier LeagueO Manchester City vai a Old Trafford sem Sergio Aguero. O argentino foi sancionados à posteriori pela cotovelada a Winston Reid, que o árbitro da partida não viu. Serão três jogos de fora e a baixa, pelo menos para o dérbi, é de peso. Fica lançada a incerteza: se Guardiola vai alinhar com Iheanacho na posição mais avançada, deslocar Sterling para a área – função que ele já desempenhou no Liverpool com Brendan Rodgers – ou jogar sem um ponta-de-lança de referência.

A presença de Pep Guardiola no Etihad tem sido celebrada por vários jogadores do plantel e a equipa vai-se sentindo cada mais confortável a cumprir com as suas exigências táticas. A goleada no play-off das Liga dos Campeões foi importante no sentido de acrescentar confiança no trabalho realizado mas o maior desafio do catalão é fazer com que este conjunto mantenha o nível exibicional.

Vincent Kompany, Ilkay Gundogan e Leroy Sané passaram a pausa para seleções a recuperar a forma física, após debelarem as respetivas lesões. Talvez a intensidade de um dérbi seja desaconselhada à sua utilização, pelo menos de início.

Onze Provável: Bravo – Sagna, Stones, Otamendi, Kolarov – Fernandinho – Sterling, De Bruyne, David Silva, Nolito – Iheanacho.

Manchester City 0-1 Manchester United
Premier League 2015/16
Manchester United 0-0 Manchester City
Premier League 2015/16

United e City venceram cada qual dois dos cinco últimos dérbi de Manchester, com um nulo no jogo correspondente da época passada.

Prognóstico Odd Casa Erro
Marcus Rashford marca 3.20 Betrally
manchesterunited
Manchester United
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Old Trafford
  • Cidade: Manchester
  • Fundação: 1878

Ver ficha completa

manchestercity
Manchester City
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Etihad
  • Cidade: Manchester
  • Fundação: 1880

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1789
  • Média Odds usadas 2.22
  • Próg. certos 751
  • Próg. errados 1014
comments powered by Disqus

Últimos jogos