Menu

Manchester City – FC Barcelona (Liga dos Campeões)

O reencontro entre a equipa de Pep Guardiola e o Barcelona estará marcado pelos acontecimentos do jogo realizado há duas semanas, na Cidade Condal. A derrota por 0-4 teve um enorme peso na forma de se olhar para o Manchester City em Inglaterra, tendo inclusive vindo dentro de uma série de resultados que não foram favoráveis aos Citizens. Ainda assim, aquilo que o marcador denunciou não teve uma relação direta com o jogo. A equipa de Manchester foi capaz de criar as suas oportunidades e poderia ter conseguido um resultado diferente. Os pontos são, aliás, algo que deverá preocupar o técnico catalão, já que com o Barcelona a somar nove e a estar isolado no primeiro lugar, os quatro conseguidos pelo City nada garantem, perante os três pontos do Borussia Monchengladbach e o ponto conquistado pelo Celtic frente aos ingleses. Será assim um jogo com alargado campo de interesse. Por um lado, a necessidade de Pep Guardiola voltar a testar o seu plano contra uma equipa que vive na origem do mesmo. Por outro lado, a necessidade de um resultado que tranquilize as hostes.

Com a vitória deste fim-de-semana, o Manchester City quebrou finalmente uma série de derrotas que se estendeu por seis encontros. Finalmente, o jogo idealizado por Pep Guardiola revelou-se efetivo, perante um adversário que joga, no fundo, a antítese do conceito do catalão. O jogo perante o West Bromwich Albion foi, assim, mais fácil do que esperado, com a vitória por 4-0 a significar, sobretudo, o regresso da confiança ao terreno dos Citizens. E a equipa vai precisar dessa confiança para tentar, pela segunda vez esta temporada, derrotar uma equipa do Barcelona que, utilizando os mesmos princípios de jogo, surgiu com uma espécie de elemento com capacidade para anular as qualidades do conjunto de Manchester. Com a certeza de Pep Guardiola se manter fiel às suas ideias, sem querer mudar por mudar ou, mais importante do que isso, sem querer mudar para alcançar resultados que, por enquanto, não estão a surgir, o conjunto do norte de Inglaterra aposta tudo na melhoria das suas qualidades. Perante isso mesmo, a curiosidade para entender o que será acrescentado à equipa nesta terça-feira é enorme. Com Claudio Bravo de fora, devido a suspensão, e Fabian Delph ainda à procura da melhor forma, será em Gundogan, a atuar mais adiantado do que fazia em Dortmund, que estarão centradas as atenções durante o jogo.

Onze Provável: W. Caballero – Zabaleta, Stones, Otamendi, Kolarov – Fernandinho – Sterling, Gundogan, David Silva, de Bruyne – Kun Aguero.

Liga dos CampeõesDepois de ter perdido em Vigo, o Barcelona voltou a acertar passo e com quatro vitórias consecutivas, três delas na La Liga, segue em primeiro do seu grupo na Liga dos Campeões, sem deixar espaço para dúvidas, e em segundo lugar em Espanha, reafirmando o seu poderio e tendo o primeiro lugar ao alcance no clássico que se realizará daqui a um mês. Para Luis Enrique, o fundamental, não está, no entanto, no imediato, mas sim naquilo que a equipa poderá conseguir fazer na segunda metade da temporada. Por isso mesmo, estes jogos frente ao Manchester City têm um peso menor, em termos de responsabilidade interna, do que para o seu adversário. É verdade que, com um processo muito mais adiantado, o técnico dos espanhóis beneficia de um profundo conhecimento dos seus jogadores, do relacionamento destes com a ideia de jogo e ainda de ter Messi. Iniesta, lesionado, fragiliza as suas opções, mas o astro argentino continua a ser a melhor maneira de resolver um jogo e o Barcelona joga essa carta constantemente. Foi assim em Barcelona e não restam muitas dúvidas de que poderá ser assim, também, em Manchester. Para além do referido Iniesta, também Piqué e Cillessen estão lesionados, enquanto Mathieu cumprirá castigo. Jordi Alba é dúvida até mais perto da hora do início do jogo.

Onze Provável: ter Stegen – Sergi Roberto, Umtiti, Mascherano, Digne – Rakitic, Sergio Busquets, Rafinha – Messi, Luís Suárez, Neymar.

Em cinco jogos realizados entre Barcelona e Manchester City, sempre o mesmo fim – vitória para o Barcelona.

A equipa de Pep Guardiola quererá quebrar, também, essa série, impondo um resultado que lhe permita somar pontos e mantê-lo no segundo lugar do seu grupo, na corrida para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Mais de 3.5 golos 2.25 Betrally
manchestercity
Manchester City
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Etihad
  • Cidade: Manchester
  • Fundação: 1880

Ver ficha completa

barcelona
Barcelona
  • País: Espanha
  • Estádio: Camp Nou
  • Cidade: Barcelona
  • Fundação: 1899

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2938
  • Média Odds usadas 2.14
  • Próg. certos 1381
  • Próg. errados 1519
comments powered by Disqus

Últimos jogos