Menu
Premier League 17ª Jornada

Manchester City – Arsenal (Premier League)

Guardiola simplificou frente ao Watford para regressar às vitórias e já admitiu que sente dificuldades em controlar os jogos na Premier League. Os Gunners sofreram a segunda derrota da temporada frente ao Everton numa exibição pouco inspirada e onde a ausência de Mustafi se fez sentir de forma gritante. Um ponto separa as duas equipas na tabela, quarto e terceiro classificados, respetivamente.

O primeiro impacto de Pep Guardiola no Manchester City foi impressionante. Mas seja porque aos poucos os adversários foram identificando as fragilidades ou porque o que o técnico catalão solicitava dos seus jogadores era demasiado exigente, aos flutuações começaram a ser evidentes. Há uns dias o treinador reconheceu que ainda não era capaz de controlar os jogos na Premier League. Já se sabia que o nível das alterações e a atenção ao detalhe inerentes aos métodos de Guardiola iam levar tempo a produzir resultados duradoiros. De facto, a partir do momento em que se viu forçado a jogar dois jogos por semana começou a montanha russa. Falta o tempo de treino, a preparação e as repetições de situações específicas, tão mais importantes e necessárias à medida que a sofisticação do modelo de jogo se intensifica.

Onze Provável: Bravo – Zabaleta, Stones, Otamendi, Kolarov – Fernando – Sterling, De Bruyne, Touré, David Silva – Nolito.

Premier LeagueO Arsenal sofreu a meio da semana a sua segunda derrota nesta edição da Premier League. O único elemento dos Gunners que estava imparável nessa noite abriu o marcador em Goodison Park a meio do primeiro tempo mas não foi suficiente para se sobrepor à determinação do Everton e à ausência de Shkodran Mustafi. Laurent Koscielny fez o possível para manter de pé a defesa mas sem o seu habitual parceiro não conseguiu acudir a todos os fogos. O central alemão vai ficar de fora pelo menos três semanas o que significa que a estabilidade defensiva vai continuar a ser posta em causa, isto partindo do princípio que não haverá mais baixas por lesão, o que não seria de estranhar com este acumular de minutos. Seamus Coleman e Ashley Williams aproveitaram essa insegurança em lances de bola parada para dar o triunfo ao Everton (2-1) e proporcionaram um guião para quem vier a seguir.

Com a derrota o Arsenal permitiu que o Chelsea se distanciasse ainda mais na liderança, agora com seis pontos de vantagem, e viu-se ultrapassado pelo Liverpool, que passou para o segundo lugar. Com trinta e quatro pontos os Gunners são terceiros, um ponto acima dos Citizens.

Akpom, Cazorla, Debuchy e Mustafi são as baixas confirmadas. Aaron Ramsey está em dúvida.

Onze Provável: Cech – Bellerín, Gabriel Paulista, Koscielny, Monreal – Coquelin, Xhaka – Walcott, Ozil, Iwobi – Alexis Sánchez.

Costuma-se dizer que as partidas se ganham no meio-campo mas o duelo entre City e Arsenal será uma exceção à regra. Vai vencer a equipa que melhor conseguir controlar as suas fragilidades defensivas ou a que melhor souber explorar as do adversário. Com a mobilidade de Alexis Sánchez e a inteligência de Mesut Ozil, os Gunners vão tentar explorar o espaço nas costas dos laterais do Citi. Mas David Silva, Kevin de Bruyne e Nolito vão procurar tirar partido da fraca ligação entre a linha defensiva e a linha média do Arsenal.

Manchester City 2-2 Arsenal
Premier League 2015/16
Arsenal 2-1 Manchester City
Premier League 2015/16

Nas duas temporadas anteriores o Manchester City não conseguiu vencer nenhum dos cinco confrontos que teve com o Arsenal (3D/ 2E).

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Arsenal marca primeiro 2.20 Betrally
manchestercity
Manchester City
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Etihad
  • Cidade: Manchester
  • Fundação: 1880

Ver ficha completa

arsenal
Arsenal
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Emirates
  • Cidade: Londres
  • Fundação: 1886

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1899
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 800
  • Próg. errados 1075
comments powered by Disqus

Últimos jogos