Menu
  • 25 agosto
  • 19:45
  • Dhoze

Malmo FF – Celtic (Liga dos Campeões)

Segunda mão em Malmo que se adivinha quentinha depois da troca de palavras pouco civilizada no final do primeiro encontro. Os escoceses tencionavam garantir margem no jogo em Glasgow que lhes permitisse abordar a deslocação à Suécia com confiança. Mas de uma vantagem de 2-0 aos dez minutos terminaram com um complicado 3-2 no apito final. Apesar de Deila prometer que os Hoops vão lutar como leões, os suecos também estão determinados a não assistir à magia das quartas-feiras europeias pela televisão.

O Malmo FF disputou a fase de grupos da Liga dos Campeões da temporada passada e o plantel tem bem presente o entusiasmo das quartas-feiras mágicas. A motivação está em alta, alimentada por essa experiência que querem repetir, sobretudo depois de sobreviverem à tangente nas duas pré-eliminatórias anteriores e do resultado conseguido em Glasgow na última semana (3-2). O primeiro obstáculo nesta qualificação foi o Zalgiris, da Lituânia, e os suecos começaram por empatar a zero em Malmo (0-0), para depois ir vencer em Vilnius (0-1). Na ronda seguinte foi o Red Bull Salzburg a sair ao caminho dos homens de Age Hareida. A equipa foi batida na Áustria, na primeira mão (2-0) mas conseguiu dar a volta à eliminatória com um triunfo em casa, por três bolas sem resposta.

O sorteio do play-off emparelhou o Malmo FF com o Celtic, com a primeira partida marcada para o Celtic Park, em Glasgow. Aos dez minutos de jogo já os suecos se viam em desvantagem, com dois golos contra, cortesia de Leigh Griffiths (3’) e Nir Biton (10’). Poder-se-ia antecipar, nesse momento, uma goleada dos escoceses mas quem o fez enganou-se redondamente. As duas equipas saíram para intervalo com o marcador inalterado e no regresso ao relvado foi o Malmo a dar sinal de vida. Jo Berget, que na temporada anterior vestiu a camisola do Celtic, por empréstimo do Cardiff City, marcou aos cinquenta e dois minutos, dando o primeiro avisou aos antigos companheiros. Bitton respondeu fazendo a dobradinha e alargando a vantagem. Mas já em tempo de descontos o ponta-de-lança norueguês também repetiu e o jogo terminou com um vitória dos escoceses que soube a derrota. Aliás, pode-se dizer que nenhum dos protagonistas ficou satisfeito com o desfecho. O Celtic deixou fugir uma vantagem que podia ser meio caminho andado para passar à fase de grupos e o Malmo ficou frustrado por tamanha recuperação não ter chegado um bocadinho mais longe. Os suecos sentiram que podiam ter saído de Glasgow com pontos. E agora, com dois golos fora, estão em excelentes condições de carimbar a passagem à fase de grupos.

Onze provável: Wiland – Tinnerholm, Árnason, Bengtsson, Yotun – Rodic, Lewicki, Rakip, Berget – Felipe Carvalho, Durdic.

Liga dos CampeõesEsta é a quarta temporada consecutiva em que o Celtic luta por um lugar na fase de grupos da Liga dos Campeões. Foi bem sucedido nas duas primeiras – anos em que foi campeão escocês – mas na última tentativa foi afastado pelo Maribor. O campeonato escocês estás nas primeiras jornadas e o clube de Glasgow permanece imbatível nos dez encontros oficiais que disputou até agora, entre competições domésticas e europeias (8V/ 2E). A discussão interna na Escócia, no momento, está na constatação de uma evidência que talvez lhes custe a reconhecer. Que mesmo os clubes dominantes na Liga Escocesa sentem muitas dificuldades a competir nas rondas europeias, talvez porque o pouco competitivo campeonato não as prepara para o nível que vão encontrar fora.

O resultado da primeira mão, ainda que vitorioso, não foi famoso mas o treinador dos Hoops não terá dificuldade em motivar os seus jogadores para dar tudo o que têm em Malmo. Os escoceses estão determinados a obrigar o Malmo a engolir a guerra de palavras.

Nas eliminatórias anteriores o Celtic ultrapassou o Stjarman, da Islândia (2-0 em Glasgow e 1-4 fora) e o Karabakh, do Azerbaijão (triunfo em casa por 1-0, empate a zero fora).

Onze provável: Craig Gordon – Lustig, Boyata, Virgil van Dijk, Izaguirre – Forrest, Brown, Biton, Armstrong – Stefan Johansen, Griffiths.

Celtic 3-2 Malmo Liga dos Campeões [play-off]

O único confronto entre os dois emblemas foi o da primeira mão. Nenhuma destas equipas é de contenção e com a vontade que têm de humilhar o adversário vão tentar marcar o quanto antes. É de esperar golos, no plural.

Prognóstico Odd Casa Erro
Mais de 2.5 golos 1.76 Dhoze
Malmo
Malmö FF
  • País: Suécia
  • Estádio: Swedbank
  • Cidade: Malmö
  • Fundação: 1910

Ver ficha completa

celtic
Celtic
  • País: Escócia
  • Estádio: Celtic Park
  • Cidade: Glasgow
  • Fundação: 1888

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1831
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 767
  • Próg. errados 1035
comments powered by Disqus

Últimos jogos