Menu
LaLiga 1ª Jornada

Málaga – Sevilla (Liga BBVA)

Málaga e Sevilla dão o pontapé de partida da temporada 205-16 da Liga Espanhola este sexta-feira. O de Javi Gracia continuam a ter como objetivo primordial assegurar a manutenção o quanto antes mas depois de terem ganho o gostinho de lutar por um lugar europeu, na época anterior, ambicionam algo mais. Os de Emery chegam motivadíssimos pela exibição da Supertaça de Espanha, em que quase deixaram por terra o superfavorito Barcelona. Vamos!

Para o Málaga não haverá uma entrada tranquila na Liga Espanhola. Os Boquerones vão ter que mergulhar de cabeça porque as duas primeiras rondas são de exigência máxima. Esta sexta recebem o Sevilla e no próximo sábado visitam o Camp Nou, para defrontar o campeão.

Na temporada passada o Málaga fez um bom campeonato e até ao trecho final esteve na eminência de lutar por um lugar de acesso às competições europeias. Não se concretizou essa esperança mas o bichinho ficou. Porque não ambicionar a isso desta vez? Claro que o objetivo principal de um clube com os recursos do Málaga é assegurar a manutenção na primeira divisão espanhola, o quanto antes, para poder começar a pensar em algo mais.

Liga BBVAJá se sabe que uma instituição como o Málaga, com limitações financeiras importantes, tem absoluta necessidade de vender os jogadores que suscitam o interesse do mercado. É uma questão de sobrevivência. Também neste verão alguns canteranos se despediram de La Rosaleda. Samuel e Castillejo rumaram ao Villarreal por oito milhões de euros cada. Juanmi seguiu para Inglaterra, para o Southampton, rendendo um encaixe de sete milhões, e Francisco Portillo mudou-se para o Betis. Em sentido inverso entram no balneário do clube Duje Cop, vindo do Cagliari, Adnane Tighadouini, dos holandeses do NAC Breda, Charles, do Celta de Vigo, e Nordin Amrabat, que se transmitiu em definitivo do Galatasaray. O que fica desde logo evidente? O Málaga vai perder capacidade nas alas e pelo menos nesta fase inicial a equipa vai sentir muito a falta do trio Sami, Castellejo e Juanmi. Mas a equipa de Gracia sentiu sérias dificuldades no passado com a falta de avançados de raiz e agora esse sector sai bastante reforçado.

Welington fica de fora devido a castigo, por ter sido expulso na última jornada de 2014-15. Flavio Ferreira e Ignacio Camacho são baixas por lesão. Recio ainda está em dúvida.

Onze provável: Kameni – Rosales, Albentosa, Torres, Juan Carlos – Darder, Recio – Amrabat, Espinho, Duda – Charles.

Na época anterior o Sevilla ficou em quinto lugar na Liga BBVA com um total de pontos recorde e venceu, pelo segundo ano consecutivo, a Liga Europa. Mas por aquilo que se viu há dez dias, na final da Supertaça Europeia, é possível que vão ainda mais longe desta vez. Há algum tempo que não assistíamos a um embate entre o vencedor da Liga Europa e o da Liga dos Campeões tão emocionante. E também esta parecia seguir o modelo das anteriores, com o campeão da elite a superiorizar-se com muita facilidade. Éver Banega marcou logo aos três minutos mas confesso que fui daquelas que virei costas ao intervalo, quando o Barcelona já vencia por 3-1. O meu breve passeio terminou em cima dos noventa minutos, quando me apercebi que os Blanquirrojos tinham conseguido igualar a partida (4-4) e o jogo seguia para prolongamento. Pedro Rodríguez, que passa a estar às ordens de Mourinho, matou o sonho do Sevilla a cinco minutos do fim. Há derrotas que sabem um pouco a vitória e esta é uma delas. A garra e capacidade de reação dos homens de Unai Emery foi heroica e dá excelente mote para o que está para vir.

O Sevilla teve duas saídas de peso neste mercado de verão: Carlos Bacca e Aleix Vidal, que marcharam para o AC Milan e Barcelona, respetivamente. Mas teve uns quantos reforços importantes. Konoplyanka e Michael Krohn-Dehli, que chegam a custo zero, assim como Ciro Immobile, que vem por empréstimo do Dortmund, Steven N’zonzi, contratado ao Stoke City, e Gael Kakuta, do Chelsea.

O Sevilla não vai poder alinhar com Krychowiack, que fraturou uma costela no encontro da Supertaça Europeia. Daniel Carriço e Dani Pareja continuam a fazer trabalho condicionado e também não devem entrar nesta contenda.

Onze provável: Beto – Coke, Rami, N’Zonzi, Trémoulinas – Krohn-Dehli, Banega – Reyes, Iborra, Vitolo – Gameiro.

Málaga 2-3 Sevilla Liga BBVA 14/15
Sevilla 2-0 Málaga Liga BBVA 14/15
Málaga 3-2 Sevilla Liga BBVA 13/14
Sevilla 2-2 Málaga Liga BBVA 13/14

Na temporada passado Emery bateu Gracia nas duas partidas da Liga, a última das quais aconteceu mesmo na ronda que encerrou a competição, dessa vez no Sánchez Pizjuán. Acredito que os Boquerones vão dar luta mas os Blanquirrojos estão já num andamento acima.

Prognóstico Odd Casa Erro
Ambas as Equipas Marcam 1.78 Dhoze
malaga
Málaga
  • País: Espanha
  • Estádio: La Rosaleda
  • Cidade: Málaga
  • Fundação: 1948

Ver ficha completa

sevilla
Sevilla
  • País: Espanha
  • Estádio: Ramón Sánchez Pizjuán
  • Cidade: Sevilha
  • Fundação: 1905

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1825
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 764
  • Próg. errados 1034
comments powered by Disqus

Últimos jogos