Menu
Premier League 19ª Jornada

Liverpool – Manchester City (Premier League)

Estamos, sem qualquer dúvida, perante o jogo do fim-de-semana. O Liverpool tem a vantagem de jogar em casa, numa fase do ano particularmente intensa, perante um dos seus grandes rivais na luta por um dos lugares no topo da Premier League. Jurgen Klopp conseguiu, no espaço de um ano, criar uma equipa bastante diferente e mais eficiente, mas ainda entender as carências do grupo ao seu dispor e aposta em conseguir melhorá-lo em janeiro. Já Pep Guardiola mantém-se em fase de adaptação às exigências deste campeonato, que o voltam a fazer questionar, de uma forma bastante produtiva, as suas ideias sobre o jogo. Vencer no último dia do ano será o bálsamo certo para entrar com pensamentos positivos em 2017.

Os seis pontos de distância para o primeiro lugar serão uma excelente metáfora do caminho que o Liverpool ainda tem que percorrer. No início da temporada, alguns indicariam os Reds e o Chelsea, atual líder, como dois fortes candidatos ao título por estarem focados unicamente na Premier League. Sem provas europeias que obrigassem a um maior desgaste, Jurgen Klopp sentirá que seis pontos “perdidos” para o Chelsea serão demasiados, apontando por aí um plano para reforçar a sua equipa já no mês de janeiro. Mas antes de entrar, a sério, no mercado, haverá uma espécie de último grande teste às capacidades da equipa, perante um adversário que, mesmo com Liga dos Campeões e todo o tipo de exigências, estará, com certeza, na luta pelo título. Num mês que Klopp classificará como “de loucos”, os Reds vão resistindo na frente, regressando às vitórias depois de um início mais titubeante. A vitória no dérbi frente ao Everton e a goleada perante o Stoke City comprovam esse retomar da rota certa, com os Reds apostados em somar mais três pontos antes das badaladas finais de 2016. Danny Ings, lesionado, é ausência certa nas escolhas do técnico que, como é habitual, tem nesta fase da temporada vários jogadores que não estarão a 100%. Ainda assim, este é daqueles jogos que obrigará a sacrifícios.

Onze Provável: Mignolet – Clyne, Lovren, Klavan, Milner – Lallana, Henderson, Wijnaldum – Mané, Origi, Roberto Firmino.

Premier LeagueTambém o Manchester City, com Pep Guardiola a viver o dezembro britânico pela primeira vez, experimentou dificuldades no início do mês, mas acabou por se reencontrar com as vitórias, somando agora três consecutivas. As questões que rodeiam os Citizens são diferentes das do seu adversário de hoje. A equipa de Manchester apostou forte na contratação do treinador mais em destaque no panorama mundial e muitos entendem essa aposta como uma necessidade de “ganhar já”. No entanto, de uma forma bem realistas, o próprio treinador tem lembrado que, para poder trazer as suas ideias para o seu jogo, um primeiro ano poderá servir mais como adaptação do que, propriamente, como um ano de dominação. Pressente-se isso pelas dificuldades que a equipa vem sentindo mas, sobretudo, pelas formas como o técnico vem sendo obrigado a pesar as suas opções, adaptando-se a uma realidade bem diferente daquela a que estava habituado. A vitória frente ao Arsenal será, neste contexto, e nas últimas semanas, o melhor exemplo de como Guardiola e os seus jogadores têm a capacidade para apontar agulhas para cobrir as suas fragilidades. Nesta partida, com os índices físicos a entrar em níveis de alerta (e ainda falta mais uma jornada já a começar na segunda-feira), todos os sentidos terão que estar focados em ultrapassar um adversário bem exigente. As lesões de Kompany, Stones e Gundogan diminuem as opções de Guardiola para este encontro.

Onze Provável: Bravo – Zabaleta, Otamendi, Kolarov, Clichy – Fernandinho, Fernando – Sterling, David Silva, de Bruyne – Aguero.

Na temporada passada, três duelos entre estes emblemas, com o Liverpool a vencer ambos os encontros na Premier League, enquanto o Manchester City conquistou a Taça da Liga ao bater os Reds, na marcação de grandes penalidades.

Um autêntico jogo de tripla porque, com Jurgen Klopp e Pep Guardiola em campo, sabemos que ideias estarão no jogo, mas não podemos colocar as mãos no fogo pelas estratégias que cada um utilizará para se superiorizar ao adversário. Ao mesmo tempo, se uma das equipas pode entrar melhor, a capacidade de resposta do rival é tal que não deixará de provocar disritmia na corrida pelos três pontos.

Prognóstico Odd Casa Erro
Mais de 2.5 golos 1.60 Betrally
liverpool
Liverpool
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Anfield Road
  • Cidade: Liverpool
  • Fundação: 1892

Ver ficha completa

manchestercity
Manchester City
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Etihad
  • Cidade: Manchester
  • Fundação: 1880

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2880
  • Média Odds usadas 2.15
  • Próg. certos 1352
  • Próg. errados 1488
comments powered by Disqus

Últimos jogos