José Mourinho regressa ao Chelsea e jogará esta primeira fase da Liga dos Campões num grupo onde as dificuldades de se apurar serão poucas. A equipa inglesa é claramente superior a todos os seus concorrentes, ficando o Schalke 04 e o Basileia responsáveis pela luta da segunda posição, enquanto ao Steaua Bucareste caberá o papel de tentar sobressair num nível futebolístico que poderá estar, na realidade, acima das suas possibilidades.

Basileia

Liga dos CampeõesEquipa com larga experiência na competição, nos mais recentes anos, contando com uma presença nos oitavos-de-final na temporada de 2011/12 e com uma presença nas meias-finais da Liga Europa do ano passado, onde acabou afastada pelo Chelsea. Os suíços são um conjunto muito sólido e capaz, com vários jogadores no plantel que impressionam pela sua qualidade e experiência, como são exemplos Degen, Schar, Stocker, Frei e Streller.

A dupla egípcia composta por El Neny e Salah traz também qualidade a este grupo, que poderá lutar pelo segundo lugar, e até importunar o favoritismo do Chelsea. O Basileia aproveita qualquer momento de distração para virar resultado e situação de jogo, daí que não haverá como estar descansado frente a este adversário orientado por Murat Yakin.

Chelsea

Terry Mourinho Chelsea

Mourinho está de volta

Enquanto Roman Abrahmovich sonha com um regresso ao passado, José Mourinho olhar para o futuro. Os Blues têm um plantel com imensa juventude e o técnico português acredita ser possível colocar o seu clube na alta roda do futebol europeu. Depois de uma Liga Europa conquistada na passada temporada, o Chelsea mostrou na Supertaça Europeia que pode lutar com os melhores, mesmo que ainda não tenha armas do mesmo calibre. O grupo permite à equipa tempo para evoluir e crescer. O técnico português aproveitará esta fase para isso mesmo, sabendo que no momento dos jogos a eliminar, terá que ter todos os seus jogadores bem empenhados no sistema que ele escolher para eles. Até lá, esperam vitórias seguras, mas ainda sem grande brilhantismo. É uma equipa a crescer, sim, mas devagar.

Schalke 04

julian draxler

Olho no futuro: Draxler

A temporada não começou da melhor forma para a equipa de Gelsenkirchen, mas com a vitória em Salónica, o Schalke parece ter encontrado o tom para retomar o seu caminho. Duas vitórias seguidas na Bundesliga e a chegada de Prince Boateng, uma das grandes contratações deste fecho de mercado, fazem o resto. O Schalke está de volta, mas terá que estar ao seu melhor nível para conseguir o apuramento num grupo com Chelsea e Basileia. Os suíços, bastante experientes, poderão ser o adversário a abater. Julian Draxler é a figura maior desta equipa e, mesmo tendo apenas 19 anos, será ele a peça central do melhor futebol do Schalke. Como reagirá ele à responsabilidade numa prova como a Liga dos Campeões, será também uma excelente medida para saber até onde poderá chegar o jovem prodígio.

Steaua Bucareste

Regresso à Liga dos Campeões de uma equipa que marcou presença, pela última vez, em 2007/08 e que, inclusive, já tem uma Taça dos Campeões Europeus no seu currículo. Há, no entanto, uma grande distância entre o valor do Steaua de 1986 para o de hoje em dia. A equipa orientada por Laurentiu Reghecampf conta com bons valores no ataque, como os experientes Piovaccari e Kapetanos, para além da geração de futebolista romenos que vai reconquistando um lugar para a sua seleção entre a segunda linhas das equipas europeias. Mas o seu nível estará muito distante de todos os adversários neste grupo, sendo pouco provável que o Steaua possa ambicionar a mais do que somar alguns pontos em sua casa.

Boas apostas!