Um grupo de realidades bem diferentes para os seus concorrentes. Enquanto o Real Madrid parte com todo o seu foco na conquista da décima Liga dos Campeões da sua história e a Juventus, campeã italiana, tenta também regressar às noites de glória na Europa, o Galatasaray, apenas de juntar vários nomes com currículo na prova, parecerá destinado a ficar pelo terceiro lugar, enquanto o Copenhaga deverá ter dificuldades para conquistar pontos neste Grupo de desequilíbrios.

Copenhaga

Não se tratando propriamente de um desconhecido nesta competição, o campeão dinamarquês chega pela terceira vez à fase de grupos sem poder sonhar com os mesmos sucessos alcançados na edição de 2010/11, quando se qualificou para os oitavos-de-final. Nessa altura, foi apurado com o Barcelona, deixando pelo caminho o Rubin Kazan e o Panathinaikos.

Liga dos CampeõesEste ano, com três equipas que alcançaram os quartos-de-final no ano passado, não sobrarão grandes esperanças. Dois nomes sobressaem no plantel dinamarquês, ambos pela experiência acumulada ao longo dos anos, o internacional sueco Mjellberg, na defesa, e o norueguês Daniel Braaten no ataque. O nigeriano Adi, recentemente contratado, também poderá mostrar-se nesta edição da Liga dos Campeões, onde a surpresas será mesmo ver os dinamarqueses pontuarem.

Galatasaray

Fatih Terim lidera um plantel de estrelas, onde Didier Drogba, Sneidjer, Eboué e Muslera fazem as delícias dos adeptos turcos, levando-os a acreditar que será possível voltar a repetir a boa temporada conseguida no ano passado. A chegada de Felipe Melo e de Bruma vem ainda aumentar a competitividade, num plantel que conta também com vários nomes grandes do futebol local, como Burak Yilmaz, Altintop e Inan.

Bruma Galatasaray

Bruma estreia-se entre estrelas

No entanto, mesmo com este poderio todo, o conjunto turco terá muitas dificuldades para seguir na prova, tendo, para isso, que deixar pelo caminho Real Madrid ou Juventus. Espera-se que, ainda assim, o Galatasaray tenha a capacidade de se revelar um adversário muito complicado no seu estádio, para além de poder complicar as contas dos seus adversários devido à extrema criatividade e combatividade dos seus jogadores mais adiantados. Um osso duro de roer, para quem se quiser mostrar favorito neste Grupo B.

Juventus

O conjunto italiano tenta subir mais um degrau no seu regresso à glória, já que depois de dominar o campeonato local, reforçou-se, sobretudo a nível ofensivo, para atacar também a Liga dos Campeões. Tevez e Llorente permitem mais opções ofensivas a Antonio Conte, que poderá assim ter mais qualidade e explorar mais variedade nos confrontos com os grandes europeus. Para além disso, dispor de maior disponibilidade física no momento decisivo da temporada será essencial. O primeiro desafio da Juve, neste Grupo, passará por não perder pontos com as equipas mais fracas, podendo assim lutar, cara a cara, com o Real Madrid, pelo primeiro lugar do grupo. Este ano, na Juventus, toda a conversa é sobre ambição. Saber crescer é, sobretudo, saber ultrapassar etapas com a classe e a certeza de que se poderá ser melhor.

Real Madrid

cristiano ronaldo real madrid

Cristiano Ronaldo quer repetir este gesto

Carlo Ancelotti sabe que, por tudo aquilo que poderá fazer no campeonato nacional espanhol, será a sua prestação na Liga dos Campeões que acabará por servir de medida ao seus sucesso ou insucesso. O técnico italiano contou com reforços de peso no seu plantel, com a chegada de Isco e Bale, mas também partilhou decisões polémicas, como deixar o plantel com uma única opção experimentada para o lugar de ponta-de-lança, permitir a saída de Kaká e Ozil, as suas duas opções para o vértice mais criativo do meio-campo, ou a salomónica entrega da baliza a Casillas na Liga dos Campeões, enquanto Diego Lopez vai brilhando na Liga BBVA. O guarda-redes poderá mesmo ser um fator de instabilidade nesta prova, já que as más exibições colocarão tão em causa a escolha do treinador como as boas exibições. Apesar de tudo, quem tem Cristiano Ronaldo e companhia, terá sempre uma palavra a dizer nesta prova. O Real Madrid é favorito a vencer o seu Grupo e estará, seguramente, na decisão da conquista desta competição mais tarde nesta temporada.

Boas apostas!