Menu
Premier League 15ª Jornada

Leicester City – Manchester City (Premier League)

A fechar a tarde de sábado Leicester e Manchester City defrontam-se no King Power Stadium. Ambas as equipas sentem pressão para vencer, embora as circunstâncias sejam bem diferentes. O campeão em título está a dois pontos da zona de despromoção e perdeu na última jornada com o Sunderland. Os Citizens saíram derrotados do embate com o Chelsea e com isso foram ultrapassados pelo Arsenal na tabela. Também perderam Aguero e Fernandinho para as próximas partidas.

O Leicester City visitou o Dragão já com o primeiro lugar do Grupo G. Por isso mesmo Claudio Ranieri fez várias alterações no onze habitual, a começar por entregar a baliza a Ben Hamer. Dos elementos mais utilizados só Morgan, Drinkwater e Okasaki estiveram de início, o médio em virtude de estar a cumprir castigo na Liga Inglesa. O FC Porto, que precisava do resultado para carimbar a passagem aos oitavos de final não tardou a inaugurar o marcador. Ao fazer o primeiro aos seis minutos, André Silva dava o mote e rompia a seca. Perder por 5-0 nunca é agradável, por mais que racionalizemos a situação e saibamos que não conta para nada. A opção de poupar os jogadores foi a acertada porque o atual campeão em título está em perigo no campeonato. Os Foxes estão na décima sexta posição, com treze pontos amealhados em catorze jogos (3V/ 4E/ 7D), o que os coloca a uma preocupante proximidade da zona de despromoção (mais dois). Também preocupante é analisar o registo de golos: dezassete marcados e vinte e quatro sofridos.

O Leicester leva cinco jogos na Premier League sem uma vitória: empatou com Tottenham e Middlesbrough e perdeu com West Brom, Watford e Sunderland (2-1). Os Black Cats estavam na última posição da tabela há uma semana e conseguiram o seu primeiro triunfo na Liga na receção aos Foxes. A crise só não rebenta porque a campanha na Liga dos Campeões está a superar todas as expetativas e todos sabemos como do ponto de vista financeiro e de visibilidade a prova ainha da Europa é importante para os clubes. Mas Claudio Ranieri sabe que não é sustentável estar em risco de descida ao segundo escalão. É preciso que algo muda nas prestações do campeonato para que a equipa possa estabilizar e ficar livre dessa pressão.

Onze Provável: Zieler – Simpson, Huth, Morgan, Fuchs – Mahrez, King, Amartey, Albrighton – Vardy, Slimany.

Premier LeagueO Manchester City também está a sentir a pressão, ainda que as circunstâncias sejam muito diferentes. Aqui o problema são as expetativas. A vinda de Pep Guardiola, e o impacto imediato que se tornou evidente na equipa no arranque da época causaram uma euforia. E são essas mesma pessoas que começam, destemperadamente, a acusar o treinador catalão de ser uma fraude. Como se o currículo não respondesse por ele. O processo de transformação que Guardiola traz é duro e implica maturação. Os jogadores que tem garantem-lhe uma explosividade ofensiva mas esta equipa ainda tem debilidades defensivas, como ficou evidente no jogo com o Chelsea.

Antonio Conte venceu o duelo (1-3) dos treinadores mas o italiano tinha duas grandes vantagens. Primeiro, Conte é um pragmático, alguém que olha para um plantel e prepara a roupagem para que aqueles jogadores possam brilhar. E depois, herdou uma equipa cuja base estava construída de forma bastante equilibrada. Já Guardiola assumiu uma abordagem que implica transformar tudo, da mentalidade aos posicionamentos. É um idealista que se propôs conduzir o Manchester City a outro patamar. Vai levar mais tempo mas certamente irá dar resultados.

O City dominou mas não conseguiu concretizar durantes os primeiros sessenta minutos da partida. Valia o autogolo de Cahill mas por essa altura Diego Costa faz a igualdade e Willian, pouco depois, aproveita o adiantamento da defensiva contrária. A confusão nos minutos finais valeu a expulsão de Sergio Aguero e Fernadinho, que receberam quatro e três jogos de castigo, respetivamente.

Otamendi também fica de fora por razões disciplinares. Kompany está lesionado e Sterling em dúvida.

Onze Provável: Bravo – Sagna, Stones, Kolarov, Clichy – Gundogan, Touré – De Bruyne, David Silva, Nolito – Iheanacho.

Manchester City 1-3 Leicester City
Premier League 2015/16
Leicester City 0-0 Manchester City
Premier League 2015/16

Na época passado o Leicester venceu no Etihad e dividiu os pontos no King Power Stadium.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Ambas Equipas Marcam 1.71 Betrally
leicester city
Leicester City
  • País: Inglaterra
  • Estádio: King Power Stadium
  • Cidade: Leicester
  • Fundação: 1884

Ver ficha completa

manchestercity
Manchester City
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Etihad
  • Cidade: Manchester
  • Fundação: 1880

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1902
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 801
  • Próg. errados 1075
comments powered by Disqus

Últimos jogos