O prodígio coreano chegou a Espanha em 2011 depois de ter impressionado os responsáveis do Barcelona no torneio Danone Cup de 2010 na África do Sul. Lee fazia parte da Selecção Sub-14 da Coreia do Sul que derrotou o Barcelona por 3-2. O avançado foi o melhor marcador da prova com 12 golos.

Aos 12 anos, Lee já brilhava na Coreia do Sul.

O pequeno craque apontou 29 golos em 16 jogos na Divisão Oeste de Seul e 11 golos em 6 jogos da fase final. No escalão de Sub-14, no Barcelona, marcou 38 golos e completou 18 assistências em apenas 29 jogos. Números que destronaram Lionel Messi.

Em 2012-2013 nos Sub-15, Lee marcou 22 golos em 11 jogos e foi chamado aos Sub-16. O bom momento acabou por durar pouco devido ao castigo que foi imposto pela FIFA que proibiu o coreano de alinhar em jogos oficiais pelo Barcelona até completar os 18 anos. Em Março deste ano, Lee recusou o Liverpool e o Chelsea para assinar contrato profissional com o clube que o viu crescer.

Lee Seung-Woo

Lee Seung-Woo tem sido a chave do sucesso das selecções jovens da Coreia do Sul

No passado mês de Setembro, o pequeno Lee fez parte do Selecção Sub-16 da Coreia do Sul que se sagrou vice-campeã na Taça Asiática. O avançado marcou por 5 ocasiões e arrecadou dois prémios. O de melhor jogador e de melhor marcador.

A Coreia do Sul apenas perdeu na final contra a vizinha Coreia do Norte. Os jovens de Pyongyang venceram por 2-1 e fizeram descer à terra as expectativas dos sul-coreanos com Lee. Muitos adeptos pediam que o jogador do Barcelona assumisse um maior protagonismo em escalões mais velhos mas este torneio serviu para mostrar que o número ‘10’ ainda precisa de crescer e que a sua formação está longe de finalizar. Lee não conseguiu levar a Coreia do Sul ao título mas com a qualidade que tem pode muito bem vir a ser um dos jogadores mais talentosos a nível mundial.

Castigo

Lee Seung-Woo é um dos jovens do Barcelona que deu origem à proibição do clube catalão contratar jogadores até Janeiro de 2016. Em causa está a violação da regra que não permite contratar jogadores menores com excepção de três situações:

  1. Os pais dos jogadores mudem para o país do novo clube sem razões relacionadas com o futebol;
  2. A transferência ocorre dentro da União Europeia e o jogador tem entre 16 e 18 anos;
  3. A distância máxima entre a zona de domicílio e o novo clube não supera os 100 quilómetros.

O Barcelona foi investigado por 10 contratações feitas dentro destes moldes durante 2009 e 2013. Lee foi um desses jogadores e chegou juntamente com outros dois coreanos, Paik Seung-Ho e Jang Gyeol-Hee.

Lee Messi

O avançado argentino é o grande ídolo do pequeno coreano. Lee apresenta grandes semelhanças com o craque do Barcelona.

Messi registou 37 golos em 30 jogos, menos do que os dados apresentados por Lee. Dotado de uma excelente capacidade de drible, rápido e ágil. O coreano também conta com uma grande capacidade técnica, conduzindo e guardando a bola como poucos o fazem. Visão de jogo e qualidade de passe também são algumas qualidades de Lee.

Trata-se de um jovem versátil que tanto pode actuar como a referência ofensiva da equipa, isto é, como falso ‘9’ ou como extremo-esquerdo, posição que desempenhou no mês passado com os Sub-16 da Coreia do Sul. O empolgante coreano tem grande facilidade em arranjar espaços sem nunca perder a noção dos terrenos que está a pisar. Sente-se confortável em partir da esquerda para o meio e receber a bola entre-linhas onde depois com a sua velocidade, técnica, capacidade de drible e imprevisibilidade consegue desequilibrar. Destaque para a inteligência táctica e a forma como se movimenta com e sem bola. O avançado precisa de melhorar a sua capacidade física e a tomada de decisão porque a nível de capacidade de execução apresenta qualidades ímpares que o tornam num dos melhores jogadores da sua geração.

Lee tem tudo para vir a ser o próximo grande produto vindo da La Masia. O sul-coreano tem argumentos suficientes para chegar ao topo mas tudo dependerá da sua evolução nos próximos anos, uma vez que não pode alinhar em jogos oficiais pelo Barcelona até completar 18 anos. A gestão do seu sucesso e da fama também podem ser um dos maiores inimigos do caminho de Lee. Num país que vive do mediatismo e das novas tecnologias é necessário revitalizar a qualidade futebolística e para isso contam com Lee que é visto como um software que pode formatar a ideia de jogo da Coreia do Sul num futuro próximo, elevando o nível de futebol praticado.

Ficha Técnica

Nome: Lee Seung-Woo

Clube: Barcelona

Nacionalidade: Coreia do Sul

Nascimento: 1998-01-06 (16 anos)

Posição: Avançado

Pé: Direito

Altura: 173 cm

Peso: 60 kg

Boas Apostas!