Menu

João Sousa – Stanislas Wawrinka (ATP Masters Madrid)

O tenista português aproveitou da melhor forma a segunda oportunidade que lhe foi oferecida pela repescagem para avançar para a segunda ronda do Masters 1000 de Madrid. Agora terá pela frente o nono do ranking, Stan Wawrinka, e, apesar da diferença de estatuto, João Sousa está confiante. O suíço, que está a passar por um divórcio, ainda só jogou duas partidas em terra batida e não se saiu particularmente bem.

Depois da saída precoce do Estoril Open, João Sousa viajou para a Caixa Mágica, em Madrid, para tentar o qualifying para o Masters. O primeiro obstáculo, na forma do francês Edouard Roger-Vasselin, que o português tinha batido na primeira ronda de Monte Carlo, foi ultrapassado (4-6, 6-3, 6-3). Mas a segunda barreira, o colombiano Alejandro González, foi demasiado para Sousa (2-6, 7-5, 6-2). O trajeto no Masters de Madrid parecia terminado mas a desistência, por lesão, de Tommy Robredo, abriu nova janela de oportunidade para o vimaranense. O adversário definido pelo sorteio foi Jerzy Janowicz, quadragésimo sétimo mais cotado do circuito ATP. O polaco esteve muito inconstante em court, e uma evidência desses altos e baixos foi a alternância entre ases (10) e duplas faltas (4). João Sousa, pelo contrário, que esteve particularmente sólido. A terra batida não é a superfície em que se sente mais confortável, prefere claramente os pisos rápidos. É determinante, quando joga no pó de tijolo, que o primeiro serviço entre e lhe dê ascendente para fechar o ponto em seguida. Foi o que nunca conseguiu fazer frente a Rui Machado, no Clube de Ténis do Estoril. Mas funcionou ontem, frente a Janowicz (6-4, 7-5). O português registou uma percentagem de pontos ganhos com o primeiro serviço próxima dos noventa por cento (88%). Fez toda a diferença – no marcador e sobretudo na cabaça de Sousa.

mutua_madridPara já, graças a esta conversão de lucky looser a vencedor, João Sousa já atingiu o seu melhor resultado de sempre em Madrid, a segunda ronda. Agora terá pela frente o vencedor do Open da Austrália do ano passado. Mas o português está confiante e considera até que pode tirar ligeira vantagem da rodagem que já fez em terra batida, ao contrário do adversário, que vai apenas no segundo encontro.

Não nos deixemos enganar: em circunstâncias normais Stanislas Wawrinka é claramente favorito frente a João Sousa. O suíço não pontos fracos no seu jogo e não é por acaso que é um dos três jogadores no ativo a ter vencido um Grand Slam nesta era dominada pelos fenómenos Federer, Nadal e Djokovic. Mas também é verdade que não seria a primeira vez que se ausentava mentalmente de uma partida. E dadas as circunstâncias da sua vida particular, publicitadas no final da prestação em Monte Carlo, essa possibilidade torna-se ainda mais provável.

Wawrinka começou o ano muito bem, ao jeito a que terminou a temporada passada, com a conquista da Taça Davis. Venceu Chennai, esteve perto de defender o título em Melboune – caiu na semifinal, às mãos do número um mundial – e logo em seguida sagrou-se campeão do torneio de Roterdão, batendo Raonic e Berdych no processo. Mas nos dois Masters 1000 americanos ficou aquém das expetativas. Em Indian Wells cedeu diante de Robin Haase (6-3, 3-6, 6-3); em Miami foi afastado na terceira ronda, por Adrian Mannarino (7-6, 7-6). Já começava a ficar evidente que a cabeça de Wawrinka não estava inteiramente focada no seu jogo. O mesmo aconteceu no arranque da temporada de terra batida. Stan defendia o troféu conquistado no ano passado e não foi além dos oitavos. Depois de uma grande partida, frente a Juan Mónaco (6-1, 6-4), baixou completamente os braços na etapa seguinte, diante de Grigor Dimitrov (6-1, 6-4). E só agora regressa à competição. Resta saber em que estado mental se vai apresentar esta noite, na Caixa Mágica.

Sousa e Wawrinka só se defrontaram uma vez antes. Na relva de Wimbledon o suíço não cedeu um único set ao português.

2014 Wimbledon Wawrinka 3 6 6 6     1R
Sousa 0 3 4 3    

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Erro
Total de Sets: Mais de 2.5 2.75 Dhoze
João Sousa
João Sousa
  • País: Portugal
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Stanislas Wawrinka
Stanislas Wawrinka
  • País: Suíça
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1902
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 801
  • Próg. errados 1075
comments powered by Disqus

Últimos jogos