Menu

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

João Sousa – Albert Ramos Vinolas (Brasil Open)

João Sousa vai ter oportunidade de vingar a eliminação do compatriota e amigo, ao mesmo tempo que luta pela presença na segunda final da temporada. O vimaranense teve uma exibição taticamente perfeita, nas palavras do próprio, frente a Delbonis. Albert Ramos precisou de mais uma hora e meia em court que o português para deixar para trás Pella. Sousa venceu Ramos em janeiro, em Auckland, um torneio que correu de feição ao português.

Brasil_OpenO número um português precisou de apenas uma hora em court para reservar o seu lugar na segunda meia-final da temporada. Ao bater Federico Delbonis (6-3, 6-1), quinquagésimo quarto da hierarquia, em sets diretos, João Sousa ganha ascendente nos confrontos diretos entre ambos, que agora passa a liderar por três a dois. No final, na conversa com os jornalistas, o vimaranense disse que se sentia em casa e referiu mesmo a importância de ouvir e falar português enquanto compete no circuito. De facto, o número trinta e sete do ranking pareceu estar muito confortável durante a partida, nunca abrindo nunca uma brecha para o argentino explorar. João Sousa venceu todos os seus jogos de serviço e nunca chegou a ter que se defender quando era a sua vez de sacar. Em contraponto, teve cem por cento de aproveitamento nos quatro pontos de break de que dispôs. No primeiro set Delbonis cedeu no quinto e nono jogos; no último foi logo ao segundo e sexto. O tenista português conquistou noventa e um por cento dos pontos com o primeiro serviço.

Será a segunda vez esta época que João Sousa vai disputar uma semifinal. A primeira foi em Aukland, logo a abrir a temporada, onde bateu Marcos Baghdatis (6-1, 7-5) para ir à final com Jack Sock (6-3, 5-7, 6-3).

Este sábado João Sousa terá a oportunidade de vingar a eliminação do compatriota e amigo. Gastão Elias foi afastado por Albert Ramos Vinolas na primeira ronda, em sets diretos. O número dois português ainda forçou a decisão do segundo parcial em tie break mas não conseguiu criar distância suficiente (6-4, 7-6). O adversário da ronda seguinte, Guido Pella (6-3, 3-6, 4-6), foi um osso ainda mais difícil de roer para o tenista espanhol. Só o primeiro set entre ambos durou praticamente que os dois que Sousa jogou com Delbonis. Ao todo, Ramos esteve mais hora e meia em court do que o próximo adversário, o que pode ajudar a causa do vimaranense. A partida foi renhida, com uma quebra nítida de Albert Ramos no segundo parcial. Ao longo de todo o encontro só dois pontos foram ganhos em branco, um para cada lado, testemunho perfeito do equilíbrio em campo.

Albert Ramos iguala assim a sua melhor participação no Brasil Open. Em 2012 foi afastado na meia-final por Nicolas Almagro (6-4, 7-6). Desde então não passou dos oitavos.

O espanhol ocupa o vigésimo quarto lugar do ranking ATP e esta será a terceira vez este ano que atinge uma semifinal. A primeira em Buenos Aires, onde caiu vítima de Paolo Lorenzi, e a segunda foi no ATP 500 do Rio de Janeiro, onde o carrasco foi Dominic Thiem. Curiosamente, o resultado foi o mesmo: 6-1, 6-4.

2017 Auckland Sousa 2   6 7 1R
Ramos-Vinolas 0 1 5
2015 Masters de Miami Ramos-Vinolas 2   6 6 1R
Sousa 0 2 2
2014 Rio de Janeiro Sousa 2   7 2 6 R16
Ramos-Vinolas 1 6 6 3

O espanhol lidera os confrontos diretos com o português: quatro vitórias contra duas. Mas João Sousa saiu vitorioso do único que aconteceu esta época, na primeira ronda do já mencionado torneio de Auckland.

Prognóstico Odd Casa Erro
Vitória de João Sousa 2.10 Betclic
João Sousa
João Sousa
  • País: Portugal
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

ramos_vinolas
Albert Ramos-Vinolas
  • País: Mundo
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1788
  • Média Odds usadas 2.22
  • Próg. certos 749
  • Próg. errados 1010
comments powered by Disqus

Últimos jogos