Menu

Jiri Vesely – Roberto Bautista Agut (ATP Roterdão)

O espanhol Roberto Bautista Agut confirmou a excelente forma com que começou a temporada avançando para a segunda ronda do ATP de Roterdão. Fê-lo à custa do nosso João Sousa, talvez em jeito de vingança pela derrota na final de Valência, em 2015. O checo Jiri Vesely, que se estreia nesta prova, ultrapassou na eliminatória anterior o compatriota Lukas Rosol, em sets diretos. O tenista da República Checa ainda parece estar a acertar o seu passo em 2016. O agora número cinquenta e um da hierarquia mundial tem feito apenas uma partida em cada torneio em que participa. Roterdão pode ser o ponto de viragem.

Em Auckland, Jiri Vesely, que era o detentor do troféu, foi afastado, precisamente, por Bautista Agut (6-3, 7-5). No Open da Austrália cedeu diante do argentino Ronzo Olivo, número cento e cinquenta e um do ranking, com os parciais 7-6, 2-6, 1-6, 6-4 e 6-4. Na semana passada, em Sofia, mais uma vez caiu à primeira tentativa, desta feita às mãos do bósnio Damir Dzumhur (6-3, 3-6, 6-3). Esta é a primeira vez em que o checo participa no ATP de Roterdão e na primeira ronda estreou-se apadrinhado – se podemos dizer assim já que é conhecido por não ser particularmente simpático – pelo compatriota Lukas Rosol. Mas o tenista mais jovem desembaraçou-se sem grandes problemas (6-4, 6-2).

ATP 500Este é o quinto torneio do ano para Roberto Bautista Agut e já soma dois títulos, ambos conquistados em provas ATP 250. O pior resultado que fez até agora foram os oitavos de final no Open da Austrália, o que é dizer muito. De facto, o espanhol parece me grande forma. Em Auckland ultrapassou entre outros Vesely, John Isner (7-5, 2-6, 6-3) e Jo-Wilfried Tsonga (3-6, 7-6) para chegar à final. O desfecho desse encontro foi encurtado pela desistência de Jack Sock (6-1, 1-0), devido a gripe. Na semana passada teve mais uma campanha vitoriosa, desta vez na capital da Bulgaria. Em Sofia, bateu Mannarino (6-4, 6-3), Gilles Muller (7-6, 6-4) e por fim Viktor Troiki (6-3, 6-4), vigésimo segundo do ranking, para reclamar o título. No Major australiano o décimo sétimo tenista mais cotado do circuito resistiu até aos oitavos de final. Na quarta ronda ficou frente a frente com Tomas Berdych e obrigou o jogador do top-10 a cinco sets para lhe sair do caminho (4-6, 6-4, 6-3, 1-6, 6-3). Na ronda anterior tinha derrotado Marin Cilic em sets diretos (6-4, 7-6, 7-5).

Na primeira ronda, em Roterdão, voltou a cruzar-se com João Sousa. O português, que tinha levado a melhor nos dois confrontos anteriores, incluindo a final de Valência, que lhe valeu o segundo título de carreira no circuito ATP, foi desta vez derrota pelo espanhol. Bautista Agut conseguiu quebrar o serviço do adversário logo cedo mas Sousa respondeu e o primeiro set acabaria por ter que ser decidido em tie break. No segundo parcial o espanhol teve uma pequena quebra que coincidiu com o prego a fundo do português. Mas foi coisa passageira já que no terceiro set Agut subiu novamente o nível e fechou a partida a seu favor (7-6, 1-6, 6-3).

2016 Auckland Bautista-Agut 2   6 7 1R
Vesely 0 3 5

O confronto na primeira ronda de Auckland foi o primeiro entre estes dois tenistas e como já vimos caiu para o lado de Roberto Bautista Agut.

Prognóstico Odd Casa Erro
Vitória de Bautista Agut por 2-0 1.71 Betrally
Jiri_Vesely
Jiri Vesely
  • País: República Checa
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

bautista_agut
Roberto Bautista Agut
  • País: Espanha
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1788
  • Média Odds usadas 2.22
  • Próg. certos 749
  • Próg. errados 1010
comments powered by Disqus

Últimos jogos