Menu

Itália – Escócia (Amigável de Seleções)

A Federação Maltesa de Futebol organiza um encontro entre duas seleções que têm pontos em comum com a ilha mediterrânea. Se, pela proximidade, Itália e Malta sempre tiveram relações regulares, a ocupação britânica da Ilha, sendo atualmente um dos destinos de férias para muitos cidadãos ingleses e escoceses, leva a que o inglês seja língua corrente nas ruas das cidades maltesas. Daí que se espera um estádio cheio para uma partida que tem o atrativo de ser o primeiro jogo dos italianos no estágio de preparação para o Euro 2016, enquanto para a Escócia, único país das ilhas britânicas a ficar de fora da competição, resta o saborear por interpostas pessoas o gozo de estar perto do Euro.

A Itália completou a fase de qualificação sem grandes problemas, tendo apenas cedido três empates em dez jogos, sem perder nenhum deles. Antonio Conte viu assim o seu crédito reforçado, apesar da equipa nem apresentar um futebol vistoso, nem ser particularmente convincente. O pior veio depois. Em quatro jogos amigáveis realizados, a Itália não venceu nenhum. Começou por perder com a Bélgica, empatando posteriormente com Roménia e Espanha, para ser goleada por 1-4 com a Alemanha no último jogo disputado, nos finais de março. A escolha dos elementos para o Euro 2016 também fica marcada por alguma polémica, sobretudo por deixar de fora Sebastian Giovinco, atleta que está em plena temporada desportiva nos Toronto FC, onde tem revelado enorme condição ofensiva, um dos pontos em maior falta na equipa italiana. Ainda à procura de tomar algumas decisões quanto aos 23 finais, Conte deverá aproveitar este jogo para fazer experiências.

Onze Provável: Buffon – Barzagli, Bonucci, Chellini – Thiago Motta, Parolo – Florenzi, Candreva, Insigne, Giaccherini – Pellè.

amigável internacionalEnquanto todos os seus vizinhos se preparam para o Euro 2016, a Escócia terá apenas um sabor dessa competição nos particulares que disputará com a Itália e a França. Nada de estranho para um país que não chega a uma grande competição desde que em 1998 disputou o Mundial de França. São já 18 anos a ver o grande futebol só através da televisão. A última fase de qualificação não foi, ainda assim, um total desastre. Com equipas bem complicadas pela frente, como a Alemanha e a Polónia, a Escócia deu luta e ficou apenas a três pontos da República da Irlanda, terceiro classificado que haveria de conseguir atingir o apuramento no playoff. Gordon Strachan nomeou uma equipa para os jogos desta semana composta quase na totalidade por jogadores que atuam no seu país e em Inglaterra, com exceção de Steven Fletcher, avançado do Olympique de Marselha. Com vitórias sobre a República Checa e a Dinamarca em jogos de preparação realizados em março, haverá alguma esperança de poder dar luta aos conjuntos que se preparam para o Euro.

Onze Provável: Marshall – Paterson, Greer, Hanley, Kingsley – Ritchie, Anya, McGinn, Maloney – Fletcher, Naismith.

Na corrida para o Euro 2008, as duas equipas defrontaram-se com a Itália a vencer ambos os encontros. Essa é, aliás, uma das constantes da história, com a Escócia a ter apenas uma vitória frente à Itália, em 1965.

O favoritismo dos italianos não está em causa, podendo apenas ser colocado em risco se, com as suas experiências, Antonio Conte se expuser em demasia perante uma equipa que tem o seu Euro neste jogo particular.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Vitória da Itália 1.71 Betrally
Itália
Itália
  • País: Itália
  • Estádio:
  • Cidade: Roma
  • Fundação: 1898

Ver ficha completa

escocia
Escócia
  • País: Escócia
  • Estádio:
  • Cidade: Glasgow
  • Fundação: 1873

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2838
  • Média Odds usadas 2.16
  • Próg. certos 1331
  • Próg. errados 1465
comments powered by Disqus

Últimos jogos