Israel – País de Gales (Euro 2016)

Este é uma partida decisiva para ambas as equipas. Por estranho que pareça, num grupo que inclui belgas e bósnios, são israelitas e galeses que disputam entre si o primeiro lugar. A campanha do País de Gales está a ser impressionante e a um passo de se tornar histórica. Desde 58 que Gales não se apura para a fase final de uma grande prova internacional.

Num grupo que inclui potenciais favoritos como a Bélgica e Bósnia e Herzegovina, Israel ocupa o primeiro lugar com todo o mérito. São três vitórias em outras tantas partidas, duas fora de casa – Chipre (1-2) e Andorra (1-4) – e a terceira em solo israelita. Sim, é verdade que ainda têm os dois encontros com a Bélgica pela frente mas isso também vale para o outro lado. O triunfo por 3 a 0 sobre os bósnios foi uma declaração de força. Nestes três compromissos da qualificação o grupo orientado por Eli Guttmann marcou nove golos e sofreu apenas dois, o que dá uma média de três tentos a favor por partida. Omer Damari é o melhor marcador da equipa e da competição, com cinco à sua conta, os mesmos de Danny Welbeck, mas com um joga a menos. Convém não descurar esse detalhe, Israel está na frente com menos um encontro.

Regista-te já
para acederes
ao prognóstico

  • Conteúdos exclusivos
  • Prognósticos
  • Tutoriais
  • Estratégias e dicas