Menu

Israel – Inglaterra (Europeu Sub-21)

Jogo de consolação para israelitas e ingleses, que tentarão, nesta partida, evitar ficar em último lugar do grupo. A equipa da casa, Israel, ainda tem hipóteses matemáticas de alcançar as meias-finais, mas necessitaria de recuperar de uma desvantagem de sete golos no goal average com a Noruega, o que tendo em conta o valor das duas equipas em questão, parece de todo impossível. Aos ingleses, este jogo interessa por poder trazer os primeiros pontos, já que perderam as duas outras partidas disputadas.

Israel deixou uma péssima imagem no jogo frente aos italianos, saindo derrotado por 0-4. Para lá da natural inferioridade técnica e tática, a equipa de Guy Luzon ficou em inferioridade numérica aos 37 minutos, devido à expulsão de Golasa, que também era um dos jogadores mais evoluídos do selecionado israelita. Frente aos ingleses, Israel tentará, assim, sair deste Europeu de Sub-21 com uma exibição mais segura, pelo que deverá tentar ter mais bola e fechar melhor os espaços defensivos. Missão complicada para uma equipa que está muitos degraus abaixo dos seus adversários, mesmo tendo em conta que o Grupo A parece mais acessível do que o Grupo B. Luzon mudou um dos centrais, fazendo sair Gutliv para utilizar Vahaba, alterando ainda peças no meio-campo, com o lesionado Kabah a ser substituído por Kriaf, e no ataque, onde a dupla Dabbur/Barouch deu lugar a Zaguri, na faixa, e Turgeman, como pivô. Dado o resultado, será possível que Guy Luzon possa, uma vez mais, remexer as peças do seu puzzle. Para manter, seguramente, é Nir Biton – o capitão pode não ter grandes oportunidades para brilhar, mas é, sem dúvida, o jogador que mais garantias dá ao seu técnico.

Onze provável: Kleiman – Dasa, Gutliv, Ben Harush, Tawatcha – Kriaf, Nir Biton – Dabbur, Barouch, Zaguri – Turgeman

Europeu sub21A Inglaterra chegou a este torneio com grandes ambições, mas Stuart Pearce não foi capaz de tirar o melhor de um conjunto de jogadores bastante promissor. Apesar de no jogo frente à Itália a equipa ter conseguido, durante boa parte do tempo, manter algum equilíbrio, não demorou a demonstrar lacunas, sobretudo ofensivamente. Frente à Noruega, os ingleses foram atropelados pela preparação feita pelo conjunto nórdico, que ofereceu a bola à equipa de Inglaterra para melhor explorar as falhas no setor defensivo. Tendo no conjunto escolhido atletas que tudo têm para alcançar um bom nível exibicional, a Inglaterra perde na organização do jogo, no confronto tático, o que parece ser um sintoma habitual nos técnicos ingleses, mas não deixa de parecer confuso para um grupo de jogadores que, na sua Liga, tem bastante contacto com equipas mais evoluídas taticamente. A entrada de Zaha, Ince e Rose no onze acabou por não trazer grandes efeitos práticos, como demonstra a pesada derrota com a Noruega. Agora, frente a Israel, o objetivo passa por evitar um último lugar, algo que seria bastante mau para uma equipa que tanto prometia na antevisão da prova.

Onze provável: Butland – Clyne, Caulker, Dawson, Rose – Lansbury, Chalobah – Ince, Henderson, Redmond – Zaha

Numa partida onde Israel terá razões para deixar a pele em campo, por estar a jogar em casa e querer evitar o último lugar, os ingleses poderão surgir desmotivas e algo feridos, até, pelas duas derrotas consecutivas. Uma oportunidade para os organizadores entrarem por cima e, quem sabe, garantir pontos na despedida do Europeu.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Erro
Empate 3.60 Bet365
israel
Israel
  • País: Israel
  • Estádio:
  • Cidade: Tel Aviv
  • Fundação: 1928

Ver ficha completa

inglaterra
Inglaterra
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Wembley
  • Cidade: Londres
  • Fundação: 1863

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2793
  • Média Odds usadas 2.16
  • Próg. certos 1316
  • Próg. errados 1435
comments powered by Disqus

Últimos jogos