Menu

Internacional – Tigres (Copa Libertadores)

Esta quarta-feira o Beira-Rio vai lotar para apoiar o Internacional de Porto Alegre na primeira mão da semifinal da Taça dos Libertadores. Mesmo que as equipas não estejam a passar o seu melhor momento, isso agora importa pouco. Para jogadores, técnicos e torcedores este é um momento único. Estão todos unidos para dois jogos de superação máxima. Dentro de uma semana tem volta, em Monterrey.

O Internacional não atravessa um bom momento no Campeonato Brasileiro. São décimos sextos na tabela, com apenas dezasseis pontos. Quando se esperava que a interrupção na prova internacional desse alguma folga para o clube concentrar energias no Brasileirão, aconteceu o oposto. Foram três vitórias, três empates e quatro derrotas desde o final de maio e a verdade é que a equipa de Diego Aguirre não tem tido boas exibições. Julho, em particular, tem sido um mês para esquecer. No domingo regressaram aos triunfos frente ao Joinville (0-2), apesar ou talvez porque alinharam com as segundas linhas e pouparam os titulares. Mas antes acumularam três derrotas consecutivas – Sport (3-0), Atlético Mineiro (1-3) e Flamengo (1-2) –, duas delas em casa. As principais figuras do grupo parecem apagadas, sem concentração, o que tem suscitados muita preocupação aos adeptos.

copa libertadoresMas agora tudo isso fica para trás. A prioridade do clube de Porto Alegre sempre foi, assumidamente, a Libertadores. Agora que está aí a primeira parte da meia-final, a concentração e intensidade voltam, quase como por magia. Aguirre tenta esconder o jogo e ao contrário do que é hábito nas equipas brasileiras não adianta o alinhamento para o jogo. Mas quem tem acompanhado o percurso do Colorado pode adiantar as escolhas do técnico, até porque só Jorge Henrique não tem treinado com o grupo, todos os outros estão à disposição do treinador.

Onze provável: Alisson – William, Juan, Ernando, Geferson – Rodrigo Dourado, Aránguiz, D’Alessandro, Valdívia, Eduardo Sasha – Lisandro López.

O problema do Tigres é ligeiramente distinto. O clube mexicano está sem competir desde a última semana de maio, precisamente desde os quartos de final da Libertadores. Já antes tinha sido eliminado no Clausura 2015, nos quartos de final, às mãos daqueles que viriam a vencer a competição, o Santos Laguna, do treinador português Pedro Caixinha. Mês e meio sem a rotina dos jogos competitivos pode mexer muito com a prestação de uma equipa. Descanso a mais só atrapalha, nestas coisas, e é difícil para qualquer treinador manter os níveis de concentração.

O Tigres já está no Brasil há dias, limando as últimas arestas. O treinador brasileiro que orienta os Universitários, Tuca Ferretti, tem insistido muito nos exercícios de finalização, tanto nos remates diretos como nos lances de bola parada. Uma das estrelas do Tigres, o avançado Rafael Sobis, vai regressar a uma casa onde foi muito feliz e onde era um dos preferidos da torcida. O brasileiro, que conquistou a Libertadores por duas vezes, em 2006 e 2010, precisamente com a camisola do Internacional, evita falar desse passado.

Ferretti tem algumas baixas no plantel. Dueñas e Nilo estão a representar o México na Gold Cup. Rivas, Uche e Esqueda estão lesionados.

Onze provável: Andrés Castellano – Anchico, Mina, Meza, Mosquera – Roa, Torres, Seijas – Páez, Pérez, Morelo.

Tigres e Internacional de Porto Alegre nunca se defrontaram antes.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Vitória do Internacional 1.78 Dhoze
internacional
Internacional
  • País: Brasil
  • Estádio: Beira Rio
  • Cidade: Porto Alegre
  • Fundação: 1909

Ver ficha completa

tigres
Tigres
  • País: México
  • Estádio: Universitario
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1825
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 764
  • Próg. errados 1034
comments powered by Disqus

Últimos jogos