Hungria – Grécia (Euro 2016)

À pergunta, “poderiam as coisas correr pior à seleção grega neste período pós-Fernando Santos?”, só nos ocorre, logicamente, uma resposta. É claro que não. Os gregos estão no último lugar do grupo F, já rescindiram o contrato com Claudio Ranieiri e a jogar na Hungria, seleção que sonha com um regresso a uma grande prova internacional e está na corrida com a Roménia e a Irlanda do Norte, seleções que seguem no topo da tabela. Em momento de viragem, a Grécia precisa de vencer para ainda manter o mínimo de esperanças na qualificação.

Regista-te já
para acederes
ao prognóstico

  • Conteúdos exclusivos
  • Prognósticos
  • Tutoriais
  • Estratégias e dicas