Menu
  • 03 setembro
  • 19:45
  • Dhoze

Holanda – Islândia (Euro 2016)

Danny Blind e seus homens recebem o líder do grupo A para a sétima ronda da qualificação. Para os holandeses, que só conseguiram vencer os dois elos mais fracos do agrupamento – Cazaquistão e Letónia – não há mais margem para deslizes, se querem garantir o apuramento direto. A Islândia continua a fazer um percurso impressionante. Até agora só não venceu um dos compromissos, na deslocação à República Checa, desaire esse que já vingou na ronda anterior. A primeira presença numa fase final de uma grande competição está cada vez mais perto.

Nunca é fácil lidar com as expetativas. A Holanda habituou-se a ser uma presença regular e com pretensões nas grandes provas internacionais e os resultados da primeira metade deste apuramento deixaram muita gente nervosa. Gus Hiddink, que assumiu o cargo de selecionador após o Mundial do Brasil e a saída de Van Gaal, não resistiu e no verão deu lugar a Danny Blind. A Laranja pouco oleada averbou duas derrotas nos três primeiros desafios da qualificação para o Euro 2016, em França, nas deslocações à República Checa (2-1) e Islândia (2-0) e já em março deste ano consentiu uma igualdade a um com à Turquia, na Arena de Amsterdão. Atá agora os únicos adversários que os holandeses derrotaram foram o Cazaquistão (3-1 em Amesterdão) e a Letónia, tanto em casa (6-0) como fora (0-2).

A primeira ação do novo treinador nacional foi retirar a braçadeira de capitão a Robin van Persie e entrega-la a Arjen Robben. Segundo Blind, não foi uma decisão baseada nas qualidades futebolísticas de cada um mas porque o homem do Bayern é o líder que precisa dentro de campo. O que pode subentender que o avançado do Fenerbahçe pode não estar no alinhamento inicial. Huntelaar e Luuk de Jong estão na fila por uma oportunidade.

Onze Provável: Cillessen – Van der Wiel, De Vrij, Martins Indi, Willems – Blind, Sneijder, Wijnaldum, Robben, Depay – Van Persie.

Euro 2016A Islândia esteve quase a fazer história no verão passado, quando falhou o apuramento para o Mundial do Brasil no play-off com a Croácia. Em vez de se deixar abater a equipa de Lars Lagerback voltou a competir ainda mais determinada a chegar, por fim, a uma fase final. E do ponto em que se encontra já se vê o França 2016. Os islandeses são líderes do grupo A, com cinco vitórias e só um desaire. Estão três pontos à frente dos checos e cinco dos holandeses. Os dois jogos com a República checa já ficaram para trás. E se perderam em Plzen (2-1) já retribuíram a cortesia, vencendo em Reiquiavique (2-1). Os maiores desafios, no que falta cumprir desta qualificação, serão nas deslocações ao terreno de holandeses e turcos.

Os adeptos islandeses estão eufóricos e já sonham com um grande Europeu mas a equipa técnica vai mantendo a equipa com os pés na terra. O sonho está muito perto mas ainda não se concretizou e o grande trunfo da seleção tem sido a sua capacidade de se focar no objetivo desde o primeiro momento.

Onze Provável: Halldórsson – Saevardsson, Árnason, Sigurdsson, Skúlason – Bjarnason, Gunnarsson, Hallfreosson, Guomundsson – Sigurosson, Sigpósson.

Islândia 2-0 Holanda Euro 2016 (Q)
Islândia 1-2 Holanda Mundial 2010
Holanda 2-0 Islândia Mundial 2010

Em outubro passado a Islândia saiu, pela primeira vez, vitoriosa de um confronto com os holandeses, que tinham vencido nove dos dez anteriores (9V/ 1E). Ir roubar pontos à Holanda, em casa, seria impensável há um ano, agora é uma probabilidade.

Prognóstico Odd Casa Erro
Empate 4.90 Dhoze
holanda 300
Holanda
  • País: Holanda
  • Estádio:
  • Cidade: Amesterdão
  • Fundação: 1889

Ver ficha completa

Islândia
Islândia
  • País: Islândia
  • Estádio:
  • Cidade: Reykjavík
  • Fundação: 1947

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1902
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 801
  • Próg. errados 1075
comments powered by Disqus

Últimos jogos