Poucos eram aqueles que teriam a ousadia para afirmar que Harry Kane, de 21 anos, com apenas 4 golos em 19 jogos pela equipa principal do Tottenham na época passada, poderia ser a principal referência ofensiva dos spurs esta temporada. Ainda para mais quando Soldado e Adebayor faziam parte do lote de avançados disponíveis.

Sonho Londrino

Kane era visto no Tottenham como uma das grandes promessas do clube.

A sua estreia pela equipa principal aconteceu a 25 de Agosto de 2011, no jogo da 2ª mão da qualificação da Liga Europa, frente ao Hearts. O encontro terminou com um empate a zeros, com Kane a desperdiçar uma grande penalidade.

Harry Redknapp foi o técnico que promoveu a integração de Harry na equipa principal com apenas 18 anos.

Na época 2011/2012, o avançado inglês realizou 6 partidas na Liga Europa, estreando-se a marcar a 15 de Dezembro, na vitória por 4-0, em casa do Shamrock Rovers. Seguiu-se um período de empréstimo ao Millwall que serviu para que, na temporada seguinte, pudesse fazer parte do plantel principal e realizar o seu sonho de se estrear na Premier League.

Tudo aconteceu a 18 de Agosto de 2012. Apesar de estar a viver um sonho, Kane não conseguiu garantir o seu espaço e acabou por ser emprestado ao Norwich e ao Leicester.

Só na época 2013/2014 é que o gigante de Londres consolidou o seu estatuto de jogador da equipa principal.

Esperança Inglesa

O treinador argentino, Mauricio Pochettino, decidiu dar uma oportunidade a Kane para mostrar todo o seu potencial, apesar de não ter deixado grandes marcas nos clubes onde foi emprestado, fruto das lesões que sofreu e da dificuldade para ganhar o seu espaço.

Harry Kane no Tottenham

Andou por divisões secundárias, estreou primeiro na Liga Europa que na Premier League, mas hoje, Harry Kane ganhou o seu lugar no Tottenham e na Selecção Inglesa

O Tottenham decidiu reformular o seu plantel para o ataque desta época, 2014/2015, sob o comando do antigo técnico do Southampton.

O projecto desportivo passaria pela permanência do avançado inglês na equipa. Um jovem formado no Tottenham que começava finalmente a ser aposta no clube que o viu crescer.

Adebayor e Soldado partiam com clara vantagem sobre Kane, mas o jovem mostrou que nem sempre a experiência é sinal de qualidade. Kane até começou no banco ou, algumas vezes, na banca, em detrimento de Adebayor mas, o fraco rendimento do avançado do Togo, fez com que o inglês saltasse para o onze titular no mês de Novembro. Um estatuto que nunca mais largou.

Nos dias de hoje, Kane figura-se como uma das principais referências deste remodelado Tottenham. Os números justificam esta afirmação. 29 golos em 44 partidas, divididos por 19 golos na Premier League, 4 na League Cup e 8 na Liga Europa.

Os 19 tentos no campeonato fazem de Kane o melhor marcador da Premier League, juntamente com Diego Costa. As boas exibições não têm passado despercebidas ao seleccionador nacional, Roy Hodgson. O avançado do Tottenham foi chamado pela primeira vez para a selecção principal para defrontar a Lituânia, em jogo a contar para o Apuramento do Euro 2016, a 27 de Março de 2015.

Kane entrou aos 71 minutos para o lugar de Rooney, e só precisou de 2 minutos para se estrear a marcar. Passados 4 dias, o gigante inglês actuou os 90 minutos no amigável frente a Itália, com o resultado final a ser o empate a uma bola, sem que Kane estivesse ligado ao golo de Inglaterra.

Uma semana perfeita para o jogador que tem conquistado Inglaterra. Dias antes tinha apontado o seu primeiro hat-trick na vitória do Tottenham, por 4-3, frente ao Leicester. Motivado pela notícia da chamada à selecção.

Os golos e o desempenho pelo Tottenham na liga valeram a Kane o prémio de Melhor Jogador do mês em Janeiro e Fevereiro.

Gigante Inglês

Kane é visto como o futuro avançado inglês.

Um jogador que consegue conciliar as características dos típicos avançados ingleses com uma identidade muito própria do seu futebol. Forte fisicamente, com um remate seco e com um grande sentido táctico.

Kane é um apaixonado pelo futebol e são os golos que o movem dentro de campo. Um jovem irreverente, versátil e com uma excelente atitude.

O jovem do Tottenham pode aparecer em espaços curtos ou romper nas costas dos defesas. Os seus 188 cm e 82 kg não são obstáculos para a sua forte mobilidade posicional e a sua dinâmica ofensiva. Apresenta, ainda, uma elevada capacidade de drible.

Kane é hoje um dos homens do momento, prometendo revolucionar o conceito de avançado do futebol moderno.

https://youtu.be/gzG7YTMs-XU

Boas Apostas!